3

Jardim de Inverno
Kristin Hannah

4

Confesse
Colleen Hoover

5

A Arte da Guerra
Sun Tzu

1

O Apanhador no Campo de Centeio
J. D. Salinger

2

A Escrava Isaura
Bernardo Guimarães

RESENHA: Delírios de Consumo na 5ª Avenida - Sophie Kinsella

16 outubro 2017
Delírios de Consumo na 5ª Avenida
Sophie Kinsella
Editora: Record
Páginas: 466
Ano: 2002
Adicione no Skoob - Compre aqui
Sinopse: Becky Bloom está de volta. E com um cartão de crédito pronto para a ação. É assim que ela encara Nova York, para onde se muda para acompanhar Luke, seu namorado, que troca a Inglaterra por um emprego nos Estados Unidos. A meca mundial do consumo parece um jardim do éden para essa compradora compulsiva. Mas quando começam a chegar suas faturas de cartão de crédito, o paraíso acaba se transformando numa verdadeira sucursal do inferno na Terra.



ESTA RESENHA NÃO CONTÉM SPOILERS DO LIVRO ANTERIOR
RESENHA DO PRIMEIRO LIVRO: DELÍRIOS DE CONSUMO DE BECKY BLOOM

      Começando a segunda resenha da série da Becky Bloom, já repito que é uma das minhas favoritas da vida e que o filme é também um de meus favoritos, digo que está bem no topo, pra ser bem sincera. Comprei Delírios de Consumo na 5ª Avenida na Bienal de Pernambuco e já corri pra ler de tanto que esperei para poder continuar vendo o que Rebecca vai aprontar dessa vez.


       Nesse segundo livro, Rebecca se recupera da guinada que sua vida deu e dá a chance ao estrelato, onde é estrela do Morning Coffee! dando conselhos de finanças. Becky e Luke vão para Nova York, a cidade das compras e das lojas de grifes da 5th Ave, que certamente a deixaram louca. Ela acaba tendo uma recaída em relação ao dinheiro e tem que sofrer as consequências disso tomando uma bela lição de vida.

"Definitivamente vou comprar umas daquelas plantinhas no supermercado e botar uma fileira delas na janela. (Puxa, elas só custam uns cinquenta centavos, de modo que se morrerem basta você comprar outra.)"



      Eu me identifico demais com a Becky. As roupas pra ela são os livros pra mim, então não importa quantos eu já tenha, quantos ainda nem toquei, não posso ver um negocio quadrado com folhas de papel dentro que já to cheirando e comprando. Para Rebecca é simples demais o ato da compra, entregar o cartão de crédito e colocar a senha é simples. O que dói é a conta bancária depois e os telefonemas e cartas vermelhas de avisos.


"É tudo um novo começo. São taxis amarelos e arranha-céus e Woody Allen e bancar a Bonequinha de Luxo na Tiffany's."

       Eu já sabia que Becky Bloom + Nova York não ia ser uma soma muito produtiva, já que Londres já pode fazer um estrago terrível. Admiro demais Sophie Kinsella, por escrever um chick-lit tão divertido e envolvente e que nunca cansa. Não dá pra cansar de ver as repostas trapalhadas de Becky ou as frases que ela diz cada vez que se convence de que não precisa de uma peça de roupa, mas não custa nada provar né? E aí sai com cinco sacolas de compras da Prada. Todos somos um pouco Becky, claro que eu sou Becky na Saraiva e na livraria daqui da minha cidade, mas o objetivo central do livro continua sendo o mesmo. Ele te dá um tapa na cara de levinho, dá pra você rir, se identificar, crucificar a Becky por ser tão tonta, perceber que também é igual a Becky e aprender com os erros dela. Estou completamente ansiosa pelo próximo livro e já quero montar minha coleção da série, que continua tirando risos meus.


     Meu único problema em relação ao livro foi a confusão mental. Assisti mil vezes o filme e jurava que o primeiro livro tinha o mesmo final, mas, na verdade, o final do filme é o final do segundo livro! Fiquei sem expectativas no fim, já que já sabia no que ia dar e esperava algo diferente do que vi no filme. Mas, por outro lado, o filme foi realmente fiel, pois o final do livro dois é idêntico ao do filme de verdade!

"Olho em volta no salão luminoso, ruidoso, as mulheres se juntando aqui e ali, pegando a mercadoria, experimentando echarpes, enchendo os braços com coisas novas e brilhantes. E sinto um calor súbito: uma realização avassaladora. Este é o meu povo. É este o lugar que eu pertenço. Encontrei minha pátria."
  1. Eu li esse livro e o primeiro já faz um tempinho, mas lembro que me diverti um monte e dei muita risada. A Sophie Kinsella arrasa no chick-lit e eu mal posso esperar pra ler a coleção toda! Adoro as trapalhadas da Becky, é o tipo de personagem bem maluquinha que eu adoro acompanhar x)

    Beijinhos!
    tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é ótima mesmooo. To louca pra terminar a série <33

      Excluir
  2. Oi Clarissa! Não li os livros, mas vi o filme. Acho o personagem Becky bem engraçada. Deve ser uma leitura bem descontraída. Ultimamente ando lendo livros mais pesados e as vezes é bom intercalar com leituras como essa. Gostei da dica!

    Beijos

    Vivian

    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma leitura bem gostosa mesmo!! Vale super intercalar leituras pesadas com a Becky <3

      Beijos

      Excluir
  3. Oie Clarissa!
    Faz tempo que não passo por aqui, né?
    Nem tinha visto que você mudou o layout, ficou lindo. Nunca li nada de Kinsella, tanta gente lê que às vezes até dá vontade. Quem sabe um dia?

    Beijoooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Cecy! E dá uma chance a Sophie sim!

      Beijos

      Excluir
  4. Oi, Clarissa!
    Eu não li os livros, mas assisti o filme. Na verdade, eu conhecia a autora faz pouco tempo com o livro Minha Vida (não tão) Perfeita e amei. Até gostaria de começar essa série, mas como já vi o filme e o final deles é o mesmo, acho que vou passar dessa vez hahaha
    Ah, e eu também sou igual ela nas livrarias! Não compro nada, acho tudo caro, mas é passar na livraria que 40 reais fica baratinho hahaha

    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero muito ler esse livro mais novo dela!
      E realmente, somos todos Becky na hora de comprar livros hahaha

      Beijos

      Excluir
  5. Nunca li estes livros, mas tenho tanta curiosidade, gostei do filme e até me identifico com algumas coisas :P

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então se gostou do filme vai adorar os livros!

      Beijos

      Excluir
  6. Oi! Não leio muito chick-lit, mas gostei da autora tratar o consumismo e para quem gosta de gastar Nova York não é uma boa opção. Também adoro comprar livros, é a minha paixão, mas só vou aonde meu bolso permite hahaha Bjos <3

    Click Literário
    Sorteio Rolando no Instagram <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim, o livro é de fato uma alerta pras consumistas como a becky!

      Excluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!