RESENHA: De Repente Acontece - Susane Colasanti

...
De Repente Acontece
Susane Colasanti
Ano: 2014
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
Adicione no Skoob ❤Compre: Buscapé ❤ Sinopse: e repente acontece fala daquelas paixões que começam do jeito errado e têm tudo para terminar errado – mas, depois de ler a última página, a gente acredita que o amor existe. Se você é uma menina, este livro vai ajudá-la a entender o que se passa na cabeça dos garotos. Se é um menino... Bem, se você é um menino, também vai gostar de De repente acontece. Uma história simpática, com cara de vida real. E que poderia acontecer com você ou com a sua melhor amiga!


REVIEW: A Lagoa Azul (1980) #oldbutgold

...

A Lagoa Azul (The Blue Lagoon)
Ano de lançamento: 1980
Elenco: Brooke Fields e Christopher Atkins
Classificação etária: Não recomendado para menores de 16 anos
Sinopse: Emmeline Richard, duas crianças, juntamente com Paddy Button, um velho marinheiro, são os únicos sobreviventes de um naufrágio numa época em que navegar era a única forma de viajar. Após ficarem à deriva por várias horas eles vão parar em uma ilha tropical que é um verdadeiro paraíso. O lugar não oferece perigo, pois não há animais selvagens, mas após algum tempo Paddy morre. Com o tempo Emmeline e Richard se tornam adolescentes e vivem em uma cabana que eles mesmos construíram. (Adoro Cinema)
 


RESENHA: Moby Dick - Herman Melville

...
Moby Dick
Herman Melville
Editora: Abril Coleções Ilustrado
Páginas: 279 (Adaptado da versão original)
Adicione no Skoob
Compre: Abril (R$14,90)
Sinopse: Nesta história brilhante e imortal, Ahab, o capitão do navio baleeiro "Pequod", trava uma batalha obsessiva e sem trégua com essa baleia. Ela foi responsável pela perda de sua perna, consequentemente deve ser morta.

 




Se liga, Rosie! - 12 cartas em 12 meses

...

*Esta carta contém spoilers que podem ameaçar a vida de quem não leu ou assistiu Simplesmente Acontece. Se, por um acaso, você já assistiu ao filme, pode ler normal sabendo que o final do livro é totalmente diferente do livro. Essa carta é para Rosie baseada no LIVRO Simplesmente Acontece*

Querida Rosie, 


Sei que você é bem chegada a cartas, então decidi que poderia te dar um pequeno "toque" assim mesmo. Queria perguntar qual é a sua. Apenas isso. O que tinha na sua cabeça ao pensar que seu melhor amigo - aquele que estava com você em TODOS os momentos - não poderia te fazer feliz? Fico extremamente sonolenta ao lembrar das inúmeras oportunidades (DE SER FELIZ) que você deixou passar enquanto tentava viver sem ele. É como se você tivesse tentado apagar um passado que te construiu, sabe? É óbvio que não ia funcionar. Afastá-lo foi realmente a sua saída inteligente? Deixar que ele vivesse a vida dele sem você realmente funcionou? Creio que não já que ambos se casaram com pessoas que superficialmente os divertia. Era esse o seu conceito de família? E sem o Alex? Como você sabe disso, cada momento desperdiçado com outra pessoa não valeu a pena. Sei que ama seus filhos e aceita tudo que aconteceu com você e Alex afastados um do outro. Mas aposto que agora você já pôde pensar no quanto sua vida teria sido mais feliz se na sua festa de 18 anos - depois daquele beijo bêbada - você tivesse assumido que havia gostado de se aproximar de Alex - mesmo sendo melhores amigos. Você teria poupado saudades infinitas, desencontros e claro: o casamento do amor da sua vida com outra. Ou você vai me dizer que enquanto dizia os votos de felicidade não pensou no quanto deveria estar naquele lugar? E você sabe que naquele momento o olhar de Alex dizia o mesmo, que era pra ser você ali. Você perdeu sua vida INTEIRA por frescura. A gente não escolhe por quem se apaixonar, e olha só, Alex estava ali o tempo todo. Não vou dizer que só você não viu, porque você viu! Você sabia. Você ignorou diversas vezes esse sentimento e até mesmo o Alex tentou. Você não tentou. Agora, Rosie, você deve estar sentada em uma cadeira de balanço na varanda de sua casa, Alex está cochilando no sofá enquanto assiste algum programa sem graça. Ambos perderam a juventude e qual o objetivo disso tudo? Você deve estar feliz porque está com quem você ama, mas depois de mais de 40 anos? Se liga, Rosie! Você desperdiçou muita coisa e agora não dá tempo de se lamentar, é levantar dessa cadeira, jogar essa carta no lixo e entender a realidade. Chama o Alex pra sair mesmo que ele seja um rabugento e queira ver o jogo de hockey que começa daqui a pouco. Vão visitar a Holanda, ver a Torre Eiffel,: ser felizes. Só porque perderam tanto tempo não significa que devam perder mais! Então, faz o seguinte, aproveita essa tua última chance. Aproveita que encontrou (vamos falar assim, mas você o conhece desde que se entende por gente) o amor da sua vida e AME!


Projeto 12 cartas em 12 meses:

Janeiro: Uma carta para você no passado, há dez anos atrás. 
Fevereiro: Uma carta para um personagem fictício.
Março: Uma carta de agradecimento.
Abril: Uma carta para um desconhecido.
Maio: Uma carta para nunca ser enviada.
Junho: Uma carta para a infância.
Julho: Uma carta de revolução.
Agosto: Uma carta ao seu reflexo no espelho.
Setembro: Uma carta aos seus sonhos.
Outubro: Uma carta para seu melhor amigo(a).
Novembro: Uma carta de perdão.
Dezembro: Uma carta de despedida.

Nova parceria com a Luva Editora

...
    

 Pessoal, hoje fico imensamente feliz em anunciar por aqui a nova parceria do blog com a Luva Editora! Quem está inserido no mundo dos blogs sabe o quanto é incrível e importante fazer parte de projetos que valorizem a literatura brasileira e ficar ainda mais perto dos lançamentos. É isso que recebemos ao entrar em contato com uma editora! Muitas e muitas lançam livros todos os meses por todo o Brasil, sejam esses de algum autor nacional ou estrangeiro. "Mas que editora é essa?", você pode se perguntar. Bem, a Luva é nova no mercado e pode acreditar que tem muito título legal pra dar uma olhada. Mas vamos a conhecer um pouco mais antes de irmos pra parte que todos esperam haha.


A Luva é uma editora jovem, empreendedora e que aposta na valorização do autor nacional. Criada por escritores que conhecem o desafio de construir uma carreira literária no Brasil, a Luva propõe vencer as dificuldades de mãos dadas com seus autores, dando suporte para seu crescimento tanto no aumento da base de leitores, quanto no amadurecimento de suas publicações. Para isso, apostamos no constante aprimoramento de nossa equipe, na busca de novas parcerias para exposição de títulos, e principalmente, na qualidade de nossos meios de comunicação. Para a Luva, nossos autores são o que temos de mais importante, e juntos, queremos mostrar a qualidade da literatura produzida em nosso país, capaz de encantar leitores de todas as idades, gêneros, credos e lugares. 



Ficou curioso pra saber um pouco dos livros publicados pela Luva? Dá uma olhadinha!

 Paixão e Crime. Duas palavras distintas, porém tão próximas. Não seria surpresa se você conhecesse ao menos uma história envolvendo ambas. Mas qual o elo entre elas? E quais barreiras morais uma pessoa seria capaz de transgredir por uma paixão? Sara – renomada psicóloga – ao manter um caso às escondidas com o namorado de sua paciente, jamais imaginaria que ele seria misteriosamente assassinado, o que a coloca em um dilema: contar o segredo e destruir sua carreira de sucesso, ou ficar em silêncio e despontar como a principal suspeita? Já Helena, serial killer que ganha a vida se prostituindo, descobre que sua última vítima mortal parece estar viva. Mas como? (Comprar)










Sócio majoritário da maior mineradora do Rio de Janeiro, Salvador Lavezzo também é a cabeça por trás de um sofisticado esquema de narcotráfico no eixo Brasil-Suíça; contudo, vê sua fortuna ser ameaçada após a apreensão de dez toneladas de pasta base de cocaína no Mato Grosso. Investigado pela Polícia Federal e jurado de morte por seus superiores, Lavezzo terá 24 horas para virar o jogo a seu favor. (Comprar)






Ficou interessado nas obras? São bem suspense e eu particularmente me interessei bastante pelo conteúdo. Li apenas um livro assim, e me senti dentro de um filme com tanta ação e suspense haha. É isso, fiquem de olho aqui no blog para novidades da editora e claro: resenhas!

Luva Editora

"Sonhe, mas (não) pense que todos os sonhos se realizarão"

...
Resultado de imagem para vienna




       
            Eu tenho mais que uma obrigação em começar o post falando sobre essa música acima. Ela é o título do post e aposto que muitos de vocês nunca nem a ouviram, mas eu sim. Passei minha adolescência inteira ouvindo Vienna de Billy Joel. Aí é que você me pergunta se eu escuto músicas antigas assim, como Billy Joel. Não. Essa é a única música dele que conheço e ela era a música que eu mais admirava nesse mundo. Não posso negar que a música é uma parte importante da minha vida e que o que cada música diz não entra por um ouvido e sai pelo outro, esse foi um dos motivos de eu ter desejado aprender inglês aos 9 anos de idade. Eu queria entender as músicas sem ter que ver as traduções na internet. Eu aprendi. Naquela época, um dos meus filmes favoritos era De Repente 30. Pra quem não se ligou no título, fala de Jenny, uma menina de 13 anos que faz um desejo no seu aniversário e de repente tem 30 anos com a mentalidade de 13. Eu amo até hoje o filme e foi lá que ouvi Vienna pela primeira vez. Parece meio besta que uma música tenha significado tanto pra uma pessoa, mas foi bem assim que aconteceu.

          O fato de eu ter amado tanto a música no primeiro momento com certeza tem a ver com o fato de a cena ser a mais importante do filme. É nesse momento que Jenny percebe que cresceu e que tudo que ela vivia mudou. Seus pais já viviam suas próprias vidas, seu melhor amigo de infância nem mantém mais contato e tudo mudou em questão de segundos. O futuro dela foi aterrorizante sim. E enquanto isso, Vienna toca ao fundo...

Devagar, sua louca criança.
Você é tão ambiciosa para uma jovem.
Mas se você é tão esperta, me diga porque continua com tanto medo?
Onde está o fogo? Pra quê a pressa?
É melhor você aproveitar isso antes que você perca
Você tem muito o que fazer e tão poucas horas em um dia

Quando me viciei em Vienna, entendi e coloquei na minha cabeça cada parte da música.

Devagar, você está indo bem
Você não pode ser tudo o que você quer ser, antes do seu tempo 
Embora isso seja tão romântico no limite de hoje a noite, hoje a noite.
Tão ruim, mas é a vida que você segue
Você está tão à frente de si mesma que esqueceu o que precisa. 
Embora você possa ver quando você está mal
Sabe, você nem sempre saberá quando você está bem, bem. 
         Mal sabia eu aos 9 anos de idade que esses versos teriam tanto significado na minha vida. Vim aqui contar minha história me baseando no que a música diz. Aos 9 anos de idade, como eu disse, eu comecei a ter as maiores paixões da minha vida que guardo até hoje. Comecei com a música, migrei pro inglês, comecei a escrever,... Aos 14 anos eu já fazia tanto isso que era fichinha. Quando me perguntavam qual era o meu sonho, eu não sabia me decidir em qual dizer primeiro. Eu tinha vários. Eu costumava escrever em um caderninho todos os meus sonhos. Ouvi vários nãos. Ouvi frases e discursos sobre o quanto eu devia estar iludida para sonhar tão alto. Como assim viajar de avião sozinha? Tá louca? E fiz isso. Meus sonhos eram bem bestas e eu no fundo acreditava que cada um ia ser realizar no seu tempo. Foi aí que o Ensino Médio começou e as coisas complicaram, parecia mais claro que nunca as dificuldades que envolviam cada sonho que eu tinha. Acabei desistindo de muita coisa, rasgando o papel dos sonhos e jogando fora. "O que tiver de vir, vai vir", eu disse. Foi aí que Vienna começou a me guiar com simples frases que carregaram tanto significado.

Mas se você é esperta, por que continua com tanto medo?

Você não pode ser tudo o que você quer ser, antes do seu tempo 

Você está tão à frente de si mesma que esqueceu o que precisa. 

Você vai desistir antes mesmo de passar metade do caminho

Você tem sua paixão. Você tem seu orgulho. Mas você não sabe que apenas tolos ficam satisfeitos?

Tudo bem, você pode permitir-se perder um dia ou dois


       Tudo isso me guiou por muito tempo e a música não poderia ter ajudado mais. Mas não posso esquecer que ela também fez o contrário de ajudar.

Dream on, but don't imagine they'll all come true.


      Eu fiz isso tanto que acabei me esquecendo da minha capacidade de realizar meus próprios sonhos também. "Sonhe, mas não pense que todos eles se realizarão". Uma pergunta que eu nunca havia me feito sobre esse verso (que aliás: todos já me disseram), é por quê? Por que? É pra sonhar sabendo que nem todos os meus sonhos se realizarão? Depois de anos me apegando à um ensinamento de uma música, eu parei de me importar com essas palavras. Passei tanto tempo duvidando de mim mesma já que nem todos os meus sonhos vão se realizar que esqueci de que quem tem o poder de fazer um sonho se tornar real sou eu mesma. Pode parecer besteira, mas pra que pensar que o seu sonho pode se realizar em uma situação como esta? Ouvi alguns "acredite em você" ao longo do caminho, mas por quê? Nem todos os meus sonhos se realizarão, certo? 

         Era aproximadamente 11:30 da manhã do dia 30 de Janeiro de 2017. Meu estômago revirava e eu já havia entrado em pânico desde as 5 da manhã desse dia. Era o resultado do Sisu que eu sabia que não conseguiria uma vaga em uma Universidade pública. "Mas por que você pensava assim? A esperança é a última que morre!". Bem... Eu nunca fui uma menina extremamente estudiosa, sempre fui muito acomodada na minha zona de conforto. Não por preguiça, mas porque eu realmente sentia que não há necessidade de aprender Química e Física se eu tenho certeza de que nada no meu futuro contém essas matérias. Eu nunca me importei muito com essas coisas e no momento em que eu deveria estar completamente focada nisso, acabei tendo alguns problemas de saúde que me fizeram perceber que era praticamente impossível ser alguém. Eu nunca me imaginei tendo sucesso na vida. Sim, negatividade desde sempre. Quando resolvi meu problema de saúde parcialmente em Outubro de 2016, pensei em correr com as apostilas do ENEM. Eu era 3º ano e não havia estudado que nem louca (como os outros) para a prova mais importante da minha vida, segundo todos os brasileiros. No fundo eu não pensava assim. Condeno o sistema educacional brasileiro e só corri atrás pra estudar 1 mês antes da prova por medo de se sair tão mal que eu sentiria vergonha de mim mesma. Eu vivi com apostilas. Cheguei a pegar no sono em cima delas e a comer com elas no colo. Eu nunca tinha estudado tanto, mas ainda assim não era o suficiente. E aquelas pessoas que tentam 3, 4 anos pra conseguir o curso que quer? Eu já estava pronta para estudar mais um ano em cursinho para TENTAR passar pelo menos em Letras e quase fiz minha matrícula. Algo me impediu e eu resolvi esperar pelo Sisu. 

         Foi em torno das 11:30 da manhã mesmo quando eu abri pela milésima vez a página do Sisu, pensei em fechar os olhos e contar até 10 antes de abri-los e ver que eu estava certa: não havia conseguido, óbvio. Porém, antes que eu pudesse fazer isso, a página carregou em um milésimo de segundo e meus olhos bateram diretamente no quadrado verde à direita da tela. 

"Parabéns! Você foi selecionado na sua 1ª opção de curso"

          E naquele momento meu cérebro deu um nó cego. Eu já tinha certeza que estava fora das vagas e lá estava o parabéns coçando os meus olhos. Como assim? Eu não tinha reação alguma. Quem diria que EU um dia passaria em uma Federal na minha vida? Ninguém. Pelo menos eu nunca acreditei. E lá estava a bendita frase acima dos dias de matrícula. Matrícula! Eu recarreguei a página algumas vezes, confesso. Só podia ser um erro. Que nem quando anunciaram a Miss errada. Era isso. Hoje, 3 dias depois da minha matrícula, ainda não acredito. Billy Joel disse que era pra sonhar, mas sabendo que nem tudo vai se realizar. Mas ele estava errado. Eu acreditei nas palavras dele, da minha família, de várias pessoas. Todos estavam errados. Eu e você... Nós podemos sonhar. O que não podemos é esperar que o que queremos caia do céu. Não vai cair, não pense que vai. Vá atrás, e pelo amor, não pense que você não consegue. Passei a minha vida inteira sem acreditar na minha própria capacidade e isso não me levou a lugar algum. Agora eu posso dizer que o primeiro passo do meu maior sonho se realizou e que valeu a pena o caminho andado. Sobre Vienna, continuo gostando da música por ter sido parte desse momento da minha vida. O de descobertas. Agora, sou caloura de Comunicação Social na Universidade Federal de Pernambuco, e espero que daqui a alguns anos eu possa ser chamada de jornalista. Esse é meu sonho, e eu já neguei muitas vezes simplesmente porque eu não podia pensar que todos os meus sonhos se realizarão. Mas, poxa Billy Joel, eles irão sim! E falando nisso, sonho em visitar Vienna.

REVIEW: O cotidiano do Brooklyn em 2 Broke Girls

...

Resultado de imagem para 2 broke girls capa 



2 Broke Girls ❤ CBS (2011- atualmente)
Temporadas: 6 (+/- 24 episódios cada)
Média de tempo: Em torno de 20 minutos cada episódio
Elenco: Kat Dannings e Beth Behrs
Sinopse:
Para pagar as contas, Max Black (Kat Dennings) trabalha em dois empregos, incluindo um como garçonete de um restaurante. Caroline Channing (Beth Behrs), por sua vez, é uma riquinha mimada que, após perder todo o seu dinheiro, precisa procurar um trabalho pela primeira vez na vida. Trabalhando e morando juntas, Max e Caroline irão começar a juntar dinheiro para investir em uma loja de cupcakes.