Clarissa Assis

20 primaveras, leonina e persistente. Estuda Comunicação Social, é apaixonada por livros, música, séries e culturas. Não gostava de chá, mas agora seu passatempo favorito é ler um bom livro tomando uma xícara de chá fumegante e meias fofinhas nos pés.

@proximaprimavera

Amizades, luto e esperanças (Dias de Despedida, Jeff Zentner)

   Definitivamente Dias de despedida foi o livro mais triste de 2018. Triste não só triste de chorar porque aprendi que pior que chorar é ficar tão triste que dói respirar. Foi justamente assim que aconteceu durante minha leitura desse livro e mesmo assim não me arrependo de ter lido.


Dias de despedida
Jeff Zentner
Editora: Seguinte
Ano: 2017
Páginas: 392
Adicione no Skoob - Compre aqui: Saraiva  Amazon  Kindle
Sinopse: "Cadê vocês? Me respondam." Essa foi a última mensagem que Carver mandou para seus melhores amigos, Mars, Eli e Blake. Logo em seguida os três sofreram um acidente de carro fatal. Agora, o garoto não consegue parar de se culpar pelo que aconteceu e, para piorar, um juiz poderoso está empenhado em abrir uma investigação criminal contra ele. Mas Carver tem alguns aliados: a namorada de Eli, sua única amiga na escola; o dr. Mendez, seu terapeuta; e a avó de Blake, que pede a sua ajuda para organizar um “dia de despedida” para compartilharem lembranças do neto. Quando as outras famílias decidem que também querem um dia de despedida, Carver não tem certeza de suas intenções. Será que eles serão capazes de ficar em paz com suas perdas? Ou esses dias de despedida só vão deixar Carver mais perto de um colapso — ou, pior, da prisão?
*Exemplar cedido em parceria com a editora Companhia das Letras 
 

  Carver, Eli, Mars e Blake são melhores amigos desde infância e fazem tudo juntos. Em algums minutos tudo isso mudou de forma drástica. Carver vê seu mundo cair quando seus três melhores amigos morrem em um acidente de carro, supostamente após tentarem responder a mensagem "Cadê vocês, me respondam" de Carver. Agora ele precisa lidar com a perda e com toda a cidade se voltando contra ele e o culpando pela tragédia. 

   Pela sinopse a gente já sabe que vai ser pesado demais, né? Um livro sobre luto a gente espera muita dor, choro e tristeza, mas Dias de Despedida desgastou minha mente com a possibilidade de estar na pele de Carver. Imagina só ter que passar pelo luto da morte dos melhores amigos E ainda assim sair como o culpado de tudo!

   Em inúmeras partes do livro, parei e respirei fundo sentindo uma pontada do pânico do Carver. Creio que isso me fez demorar tanto a ler esse livro, já que achei um gatilho enorme pra quem sofre de ansiedade e síndrome do pânico, assuntos muito abordados no livro. Mesmo assim, valeu a pena passar pelo luto junto com o Carver e ver todos os estágios do luto que ele passou, as descobertas que fez e todo o drama do livro. 

   Tive vontade de chacoalhar vários personagens que causaram a piora do Carver durante todo livro.  Personagens que mostraram que simpatia está em falta na vida de muita gente. Como que você sabe que o adolescente não teve culpa da decisão do amigo de tentar responder a mensagem dirigindo e ainda por cima o vê sofrendo com luto e a própria culpa e vai lá e reforça toda essa culpa?

  Carver é um dos personagens mais fortes que tive a oportunidade de conhecer esse ano e mesmo sendo o livro mais triste do ano, me ensinou a valorizar cada momento ao lado das pessoas que eu me sinto bem quando estou perto delas, sabe? Cada pessoa que está ao nosso redor nos ensina algo todos os dias e a ausência delas, mesmo sem a gente parar pra pensar, doeria demais. Dias de despedida é aquele livro que vou sempre lembrar quando pensar em luto. 

Comentários

  1. Gostei da resenha, belo trabalho Clarissa, já ouvi alguns comentários a respeito do livro Dias de Despedida, porém, ainda não tive a oportunidade de fazer a leitura, vejo que é realmente um estória intensa e reflexiva em quanto a nossa existência aqui na terra; pois, devemos sempre valorizar cada momento e que não podemos deixar nada pra manhã e viver o hoje como o último dia, já que não sabemos o que pode acontecer. Isso estar sendo exposto na vida do protagonista com a perda dos seus amigos de infância.

    Um abraço querida,

    Escritor Samuel Tenório

    https://www.margemliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá Clarissa!
    Gosto muito de livros que nos fazem sentir na pele diversas emoções! Adorei sua dica e fiquei com muita vontade de conhecer Carver:(
    Beijinho
    EVENTUAL OBRA DE FICÇÃO

    ResponderExcluir

Postar um comentário

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!