#PREFIROOLIVRO Para Todos os Garotos que Já Amei, Jenny Han

26 agosto 2018
   O filme mais comentado da internet já é Para Todos os Garotos que Já Amei e eu, como defensora de adaptações literárias, já fiquei toda orgulhosa em ver o sucesso que a obra alcançou. Digo obra porque todo mundo já cansou de saber que o filme é a adaptação do primeiro livro da trilogia da Jenny Han e aposto que muita gente resolveu ler os três livros para continuar a história da Lara Jean, minha personagem favorita do momento. 





   Há séculos que o lado literário da internet vem falando da Jenny Han, Lara Jean e as irmãs Song. Bem antes de a Netflix anunciar que sairia um filme do livro. Acho que quando anunciaram, a primeira coisa que fiz foi adiantar Para Todos os Garotos que Já Amei da minha interminável lista de leitura. Finalmente, consegui ler antes do filme e pude assistir prestando atenção nos detalhes que amei no livro. 

SOBRE O LIVRO

   Se não é o meu queridinho do ano eu nem sei, mas dei 5 estrelas e meu coração no Skoob para Jenny Han por causa do meu amor pela Lara Jean. Me identifiquei tanto com ela que é quase impossível não me render à modinha desse filme, mas com foco na trilogia, claro. Gostei tanto da narrativa fluida e fofa da Jenny, que assim que terminei o primeiro livro, já fui atrás do segundo - em inglês, vamo treinar né? - pra continuar sabendo mais sobre a saga interminável dos amores secretos do passado de Lara Jean. 

"São cartas de despedida. Porque, depois que eu escrevo, aquele amor ardente para de me consumir. Posso tomar café da manhã sem me preocupar se ele também gosta de banana com cereal; posso cantar músicas românticas sem estar cantando para ele. Se o amor é como uma possessão, talvez minhas cartas sejam meu exorcismo. As cartas me libertam. Ou pelo menos deveriam."


   Para Todos os Garotos que Já Amei é aquele young adult fofo que você derrete seu coração lendo e sabe que é bem água com açúcar, mas pelo menos comigo me fez sentir nostalgia com todo o cenário Ensino Médio, primeiros amores, preocupações com entrar na faculdade e família. Somos todxs Lara Jean, vai!

SOBRE O FILME 

   Um mês antes da data de lançamento, lá estava eu colocando o filme na minha lista na Netflix. Lembro que nem tinha capa ainda e eu estava tão ansiosa, mas tão ansiosa que só faltei contar os dias. Quase contei mesmo. Queria ver se tinham feito uma Lara Jean fiel, assim como a Margot, Kitty, Chris e o tão amado Peter Kavinsky e Josh. 



   Assisti prestando atenção nos detalhes e amei ver que tomaram muito cuidado para que o ambiente do filme fosse mesmo o que deu a entender na narrativa da Jenny Han. A Lara é exatamente quem eu imaginava ser quando li, os outros personagens só melhoraram ganhando ainda mais visibilidade que no livro. O que já é esperado, já que no livro em narrativa primeira pessoa, a Lara mostra muito mais sobre ela do que com os outros, e no filme foi mais geral. 

   As cenas são fiéis, portanto fofas e com uma dose de Peter Kavinsky exata pra não enjoar. A escolha do ator, Noah Centineo, foi perfeita. Gosto demais da atuação dele, sou fã desde The Fosters, mas tenho meus questionamentos sobre a atuação dele nesse filme em específico. Quanto a Margot, a atriz Janel Parrish, de Pretty Little Liars, deu uma melhorada absurda na personalidade da personagem. Eu simplesmente odeio a Margot do livro e a do filme pareceu mais convincente pra mim, assim como a Kitty, irmã mais nova das Song, e a Chris, melhor amiga da Lara Jean.



   Um filme não vira modinha se não é bom né? Sinceramente, não devemos comparar A Barraca do Beijo com Para Todos os Garotos que Já Amei. Quer mais clichê que uma nerd excluída conquistando o cara mais famoso da escola? O negócio é que Lara Jean é única por si só, o que a gente percebe no livro e que nem dá pra mostrar no filme. Jenny Han, também te venero!

4 comentários

  1. Eu amei o filme, ainda não li os livros mas já quero hehe

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Clarissa. Tudo bem? Não li os livros e não assisti ao filme, mas por favor não me julgue por isso, hehehe. Não sei o motivo de nunca ter me interessado muito pelos livros, mas depois desse "boom" no Instagram e blogs confesso que pintou uma super curiosidade em conferir esse livro e entender o que tem motivado tantos leitores a exaltarem essa história. Então, foi para a minha lista de desejados, mas por enquanto não tenho data para ler.. até lá fico curtindo os posts.
    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem julgamentos aqui hahahahha quando você tiver vontade de ler, vale super a pena viu???

      Excluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!

por aqui...

algumas parcerias e informações