O que nós, mulheres, não sabemos sobre nossas vaginas - sim! (A Origem do Mundo, Liv Strömquist)

19 agosto 2018
   Eu não sei vocês, mulheres que me acompanham, também passaram ou passam por essa minha fase atual de conhecer os meus direitos. Depois de assistir One Day At a Time, da Netflix, comecei a me questionar sobre muitas situações que nós, mulheres, temos que lidar diariamente, mas que na verdade não deveríamos, pois são fruto de um machismo enraizado que nós mesmas propagamos às vezes, sem nem perceber. Ler A Origem do Mundo, um livro em quadrinhos da Liv Strömquist, foi o que eu precisava para me considerar feminista. 


A Origem do Mundo
Liv Strömquist
Editora: Quadrinhos na CIA.
Ano: 2018
Páginas: 144
Classificação etária: +16 anos
Adicione no Skoob - Compre aqui: Saraiva  Amazon
Sinopse: Se “o pessoal é político”, como dizia o slogan da segunda onda feminista, iniciada nos anos 1960, Liv Strömquist criou um livro radical. Com humor afiado, a artista sueca expõe as mais diversas tentativas de domar, castrar e padronizar o sexo feminino ao longo da história. Dos gregos antigos a Stieg Larsson, das mulheres da Idade da Pedra a Sigmund Freud, de Jean-Paul Sartre a John Harvey Kellogg (o inventor dos sucrilhos), da fábula da bela adormecida a deusas hindus, de livros de biologia ao rapper Dogge Doggelito, A origem do mundo esquadrinha nossa cultura e vai até o epicentro da construção social do sexo. Para Liv, culpabilizar o prazer é um dos mais efetivos instrumentos de dominação — graças à culpa, a maçã é venenosa e o paraíso mantém seus portões fechados. Uma crítica hilária, libertadora e instrutiva sobre o sexo feminino.
*Exemplar cedido em parceria com a Companhia das Letras 


   Pra começo de conversa, a capa do livro é um convite intimidador e curioso para ler sobre algumas coisas que a gente não encontra muito em livros por aí. Principalmente livros sem ser de biologia. O que me pegou foi a capa mesmo e a prova de que dentro mais tabus seriam destruídos. A prova disso é que gostei tanto que li em uma ou duas horas e ri bastante. 




   A proposta de Liv Strömquist é justamente mostrar às mulheres o que não foi contado ou é escondido de nós por conta do machismo. A vergonha em falar da vagina e o choque em ver isso estampado em um livro ou até em conversar sobre é posta de lado. Por que não conversar sobre algo que não só faz parte de quem somos, mas também algo que deveríamos conhecer de trás pra frente. 

   A Origem do Mundo começa com a origem do mundo mesmo. Em ilustrações muito lindas e cômicas, a ilustradora trás a história da vagina em três partes: os homens que se interessavam demais pela vagina, de forma negativa, como a vagina era vista nos séculos passados e até frases de mulheres sobre a vergonha que sentem por ter a vagina e ouvir comentários negativos sobre. 


   Na primeira parte, conhecemos alguns homens importantes da história (inclusive o Kellogg, do cereal) que gostavam tanto de vagina que passaram a ficar obcecados e acharem que deveriam ser proibidas e retiradas das mulheres, o que, de fato, chegou a acontecer. 

   Resumindo, o livro desmente aquela história de que não podemos falar do nosso corpo, nos ensinando o que é uma vagina de verdade e trazendo assuntos tabus como masturbação feminina (considerada anormal, mas normal em homens) e menstruação no passado e hoje.



   Esse livro se tornou um dos meus favoritos da vida, que com certeza lerei mais vezes e indicarei a outras mulheres, por ser de simples leitura e importante demais para conhecermos a nós mesmas. Quanto mais o tempo passa, mais eu me convenço de que devemos começar por nós a tentar mudar o pensamento machista da sociedade, pouco a pouco, desmistificando e lutando pelos nossos direitos de sermos tratadas bem, sem assédio nem inferioridade por um sexo. 

4 comentários

  1. Parece engraçado, apesar de tudo né hahaha

    ResponderExcluir
  2. Que interessante Clarissa!
    Olha, não conhecia o livro, mas acho que ele é bom para vr um outro lado... Confesso que não sei se gosto do tema em uma análise mais forte, mas acho que é o tipo de livro que agrega, pelo qe você mostrou
    muito legal!!!
    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso, ele é bem leve e fácil de entender. Achei a proposta dele super válida!

      Excluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!

por aqui...

algumas parcerias e informações