RESENHA: A Sutil Arte de Ligar o F*da-se - Mark Manson

02 maio 2018
A Sutil Arte de Ligar o F*da-se
Mark Manson
Editora: Intrínseca
Ano: 2017
Páginas: 224
Classificação etária*: +16 anos
Adicione no Skoob - Compre aqui: Saraiva  Amazon  Kindle
Sinopse: Chega de tentar buscar um sucesso que só existe na sua cabeça. Chega de se torturar para pensar positivo enquanto sua vida vai ladeira abaixo. Chega de se sentir inferior por não ver o lado bom de estar no fundo do poço. Coaching, autoajuda, desenvolvimento pessoal, mentalização positiva - sem querer desprezar o valor de nada disso, a grande verdade é que às vezes nos sentimos quase sufocados diante da pressão infinita por parecermos otimistas o tempo todo. É um pecado social se deixar abater quando as coisas não vão bem. Ninguém pode fracassar simplesmente, sem aprender nada com isso. Não dá mais. É insuportável. E é aí que entra a revolucionária e sutil arte de ligar o foda-se.
 

   Quando vi o lançamento desse livro, já fiquei animada porque olha que título e capa mais chamativos! Gosto bastante de livros assim, que não sejam auto-ajuda, mas também que sejam daqueles que mostram que a gente deve sim levantar a bunda da cadeira e fazer as coisas se quer chegar em algum lugar. Se você, como eu, também achou que esse livro é assim... Errou!

   Este livro não vai ensiná-lo a subir na vida ou alcançar seus objetivos, e sim a errar e perder sem se destruir por isso. Vai ensiná-lo a fazer um inventário de sua vida, identificar os itens mais importantes e então eliminar todo o resto. Vai ensiná-lo a fechar os olhos e confiar que é possível escorregar e não sofrer nada grave. Vai ensiná-lo a direcionar sua atenção para evitar desperdiçá-la. Vai ensiná-lo a nem tentar.
   Como disse, esse livro foi diferente do que pensava e me fez pensar bastante no que dar importância ou simplesmente ligar o foda-se, já que nos preocupamos com coisas demais que, às vezes, não acrescentam em nada na nossa vida além de nos trazer preocupação, ansiedade, transtornos e até depressão. Como não posso falar muito do livro, deixo alguns (vários) quotes que achei interessantes. 

Sutileza no1: Ligar o foda-se não significa ser invulnerável, mas se sentir confortável com a vulnerabilidade.

A ideia de ligar o foda-se é um jeito simples de reorientar nossas expectativas e descobrir o que é ou não importante na vida. 


    O livro é bem autobiográfico, trazendo situações da vida do autor em que ele errou e reconhece que errou. Algumas dessas situações eu já passei e é incrível levar esses tapas na cara durante o livro. Mark sustenta a tese dele do foda-se usando não só sua própria vida, mas lições presentes na história de figuras públicas, o que achei bem interessante. O livro em si é bem dividido e contextualizado, tem uma carga enorme de psicologia, então se você curte essa área, esse livro é uma boa. Pra mim, serviu para mostrar que como o próprio autor repete:

Os problemas podem ser inevitáveis, mas o que cada problema vai significar não é. Controlamos o que nossos problemas significam ao escolhermos como os vemos e o padrão que usamos para medi-los. 

   Então, se você gosta desse tipo de leitura, que não é autoajuda nem coaching, é bem interessante dar uma chance ao livro e ele é bem fininho e rápido de ler. E, fala sério, esses quotes são tão lindos que chorei de nervoso haha.

Positividade constante é uma forma de fuga, não uma solução válida para os problemas da vida —sobretudo porque esses problemas podem revigorá-lo e motivá-lo se os valores e medidas corretos forem aplicados. É simples: coisas dão errado, pessoas cometem erros, acidentes acontecem. Tudo isso deixa a gente na merda. E tudo bem. Sentir-se mal é um componente imprescindível da saúde emocional. Negar sentimentos ruins é perpetuar problemas em vez de solucioná-los. 

*Classificação baseada no meu senso de obscenidades. 

16 comentários

  1. Eu adoro livros fininhos que não são de auto ajuda e nem coaching hahaha e principalmente se falam de ligar o foda-se. Acho que vou gostar desse :)

    Beijinhos
    tipsnconfessions.blogspot.com

    P.S.: ali no primeiro parágrafo não seria "levantar a bunda da cadeira" ou eu tô vendo coisas? hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAH esse é ótimo e simmmm, vc tá certa obrigada por avisaaar

      Excluir
  2. Oi, Clarissa
    Eu vi o livro por aí e também pensei que fosse auto-ajuda, então já quebrei a cara. Acho a ideia do nome sensacional, representa muito o que eu quero fazer ultimamente haha
    Beijos

    http://www.suddenlythings.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Cla! Tudo bem?!

    Estou lendo vários comentários a respeito desse livro e, apesar da temática parecer muito interessante, ainda não fiquei com vontade de lê-lo. Mas gostei de saber que, para você, a leitura foi bem proveitosa (e acho que às vezes é bom a gente ligar o foda-se pra algumas situações mesmo hahaha).

    Beijão
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que a gente deve abrir o olho pra algumas situações e realmente ligar o foda-se viu, o livro veio em um momento ótimo hahaha

      Beijoo

      Excluir
  4. Amei sua resenha, Clarissa. Ainda não conhecia esse livro e amei o assunto abordado! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Clarissa,

    Desde que saiu esse livro fiquei curiosa devido ao tema que ele trás, já que nos preocupamos tanto com as coisas do dia-a-dia para ser algo que vai nos fazer refletir.
    Adorei.
    Bjs
    https://diarioelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Clarissa,

    Esse livro foi parar na minha lista de desejados quando vi o lançamento dele, mas até o momento ainda não comprei/ganhei =(
    Adorei a resenha e agora quero mais ainda!
    Acho que vou adorar, será uma leitura diferente do que estou acostumada, mas é bom dar uma chacoalhada nas ideias de vez em quando.
    Gostei de saber, principalmente, que não é autobiográfico, mas que o autor traz histórias que ele viveu. Realmente não era o que eu estava esperando, imaginei que seria diferente, mas ter esse conhecimento antes de começar a ler vai ser ótimo, porque senão eu já ficaria meio frustrada.
    Adorei!

    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É ótimo dar uma chance a livros assim e você ainda de quebra sai inspirada na vida hahhaha

      Excluir
  7. Olá, Clarissa.
    Eu vi muito esse livro nas retrospectiva no fim do ano passado como melhor livro lido. Mas eu particularmente não me interesso porque prefiro ler ficção.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não achei ele tãaaaao incrivel assim, mas é uma boa leitura sim

      Excluir
  8. Eu tô bem louca por esse livro heheh

    https://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!

por aqui...

algumas parcerias e informações
.
.