Um papo sobre parcerias com editoras, 100 resenhas postadas e determinação

05 abril 2018
    Esse post vai ser um pouco diferente, creio eu. Já faz bastante tempo que venho direcionando o conteúdo do blog ao mundo literário exclusivamente, mas sinto saudades de abrir a página de postagem e simplesmente ir escrevendo e conversando com vocês. Uma conversa quase unilateral, é verdade, mas os comentários de vocês me fazem perceber que não é bem assim. É bem mútuo o negócio. Então, de vez em quando, vou chegar aqui e falar sobre algo que seja importante compartilhar, claro. Dessa vez eu senti a necessidade de fazer isso depois de dois acontecimentos importantes na minha vida e na minha trajetória com o Próxima Primavera. 

    O primeiro acontecimento que gostaria de conversar com vocês é a danada das parcerias com editoras. Se você me acompanha desde o começo (tem muita gente, nem acredito), sabe que eu nunca fui de considerar o blog como algo além de hobby, mas do ano passado pra cá, entrei na faculdade de Comunicação Social e vi que o que eu faço vai além de hobby. Eu tenho uma obrigação boa com vocês de ajudar a fazer crescer aí dentro dos coraçõezinhos de vocês a vontade de ler. Era esse meu objetivo e vai continuar sendo por o tempo que for necessário. Eu escrevo aqui porque amo escrever, amo ser compreendida, mas ainda por cima amo saber que estou contribuindo de verdade para a valorização da literatura mundial. O maior prazer que eu tenho é ver que alguém comprou um livro por minha indicação, ou que sentiu tanta emoção lendo minha resenha que foi correndo comprar. E olha que eu não recebo nada monetário por isso, o que eu recebo é alegria, sabe? Eu amo ter isso na minha vida. 


     E o que é uma parceria com uma editora senão uma troca mútua de divulgação? Divulgação que vai me fazer ler alguns livros e repassar pra vocês o que achei, do jeitinho que eu sempre faço (que mal parece uma resenha e sim um testemunho do que eu senti lendo)! O que mais me deixa triste é a desvalorização da nossa profissão. Sempre agradeço no stories do Instagram (@proximaprimavera) e mostro parcerias com editoras que eu amo e que sempre sonhei em ser parceira, mas o que eu recebo além de parabéns são frases como "quero ser blogueira pra ganhar livros" ou "como que cria um blog pra eu ficar ganhando livros também?". Pode ser ou não na inocência, mas eu levo como algo além. Como se a coisa mais simples do Universo fosse abrir o Blogger ou Wordpress e escrever sobre um livro que li e BUM os Correios vem entregar livros de graça na minha casa. 

Blogueirxs literárixs: 

Eles não sabem a dificuldade que é conciliar a organização de um blog com estudos e vida social.
Eles não sabem o quanto de organização deve se ter com os livros, para nunca ficar faltando conteúdo de qualidade nos nossos blogs. 
Eles não sabem que não é apenas ler um livro, mas senti-lo, marcando pontos importantes, quotes, etc
Eles não sabem o quão difícil é chegar cansado em casa e ainda ter que sentar e deixar que as palavras te guiem para escrever sobre um livro.
E, por fim, eles não sabem quantos anos você levou pra conseguir chegar onde você está hoje, feliz e realizada com esse projeto pessoal.
Me levou 2 anos quase exatos para eu sentir a responsabilidade chegando com o que eu escrevo e também e-mails de editoras incríveis (cito Galera Record, Companhia das Letras e LeYa, que fizeram meu 2018 com meros e-mails). 
Me levou 294 postagens e 100 resenhas, tudo escrito com muito amor desde 16 de Janeiro de 2016.

Achei essa foto aqui da primeira versão do blog, em Janeiro de 2016. Será que mudou alguma coisa? hahahah
   Este post não é uma forma de mostrar o que eu tenho ou o que quero ter ou deixo de ter. É uma forma de demonstrar minha decepção com esse pessoal e também de falar de encorajamento. Lembro que recebi um e-mail há pouco tempo de uma leitora chamada Arantxa Santos, me contando que tinha acabado de conhecer meu blog, me parabenizando pelo conteúdo e me pedindo ajuda sobre como ter parcerias e tudo mais. Respondi uma Bíblia com o maior amor do mundo, porque ajudar quem quer começar nessa blogosfera é de um prazer enorme, mas vejamos o quanto foi diferente das mensagens que recebi pelo Instagram. O interesse pode ser o mesmo, mas a forma de falar não foi desvalorizando de forma alguma. Muito pelo contrário, foi real. No e-mail que mandei pra ela, contei sobre meu difícil começo, sobre como ainda é difícil, sobre a vontade de desistir, mas o prazer que o blog me dá e fiz meu possível para explicar minha trajetória por aqui. Se você é blogueiro literário e se sente mal por não estar conseguindo parcerias com editoras ou por qualquer outra coisa relacionada a isso, acho que você deve olhar para si, para o seu precioso blog e pensar sobre o quanto ele é importante pra você com ou sem parcerias. Parcerias, como qualquer outra meta na vida, são fruto do esforço real, ao  contrário do que o pessoal pensa sobre "blogueiras que ganham as coisas". E ah, não existe isso de blogs grandes ou pequenos, todos os nossos blogs são enormes, pois significam muito tanto pra você quanto pra quem te lê diariamente. 

P.S: Nós não ganhamos nada porque ganhar é de graça, sem esforço. Nós recebemos de acordo com o que lutamos!

Uns posts que falei sobre esses babados ou que podem te ajudar:




13 comentários

  1. Oi, Clarissa!
    Menina, eu encaro o blog como um hobby, mas um hobby sério.
    Eu sei como é esse lance de parceria e tals.. tanto que esse ano fechei minha primeira parceria com a Universo dos Livros, depois de quase três anos. Mas eu não deixo esse fato me abalar; desde que comecei o blog, eu tinha convicção que, com ou sem parceria, ele iria pra frente.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem assim, a gente não tem que ver a qualidade pelos números nem pela quantidade de parcerias que o blog tem :/

      Beijoss

      Excluir
  2. Uhuuu que hino de post! Acho bem triste quando as pessoas ficam perguntando como ganhar coisas, eu mendigando produtos de blogueiras maiores, sei lá gente, façam por merecer... É sempre uma troca né, a editora te manda o livro e de volta ganha algum tipo de divulgação. Quem tem engajamento e é um blogueiro sério vai ter os frutos colhidos sempre :) Parabéns pelo blog, 100 resenhas, parcerias, tudo <3

    Beijinhos
    tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem chato né? E é super verdade isso do engajamento também. Obrigada pelo apoio, Raquel!!

      Beijoss

      Excluir
  3. Oi, Clarissa
    Eu também encaro como um hobbie, mas assim, um hobbie onde eu quero que as pessoas também se sintam motivadas a falar "Cara, tem um blog ali que fala de livros muito bom e etc", que me dê valor pelo que eu faço também, até porque ficar inventando post além das resenhas não é simples e fácil.
    Eu tenho problemas com editoras porque nunca fui aceita, e isso me chateia, mas também me faz pensar que talvez o mundo literário esteja com mais blogs sobre o tema, o que é muito bom (já que as vagas sempre são poucas e muita gente se inscreve). Eu nunca recebi esse tipo de mensagem, acho até que nem responderia porque convenhamos, a gente não tá aqui pra ficar fazendo parceria com editora, e sim tentando disseminar o incentivo à leitura. Mas ás vezes dou até umas dicas para fazer o blog crescer, não pensando monetariamente até porque eu também não ganho dinheiro aqui, mas conseguindo atrair leitores, que é o que importa.
    Melhor eu parar se não fico horas aqui haushasu
    Adorei seu post! Não se incomode em falar o que pensa, aqui é um cantinho seu e você pode se expressar do jeito que quiser.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu penso assim também, mas a gente tem que focar no nosso propósito aqui mesmo que é o mais importante! hahahah.
      Vou falar o que penso mais vezes sim <3
      Obrigada pelo apoio!!

      Beijão

      Excluir
  4. Oi, Clarissa!
    Esse assunto blogs x parceria é uma coisa muito importante, porque muitas pessoas desanimam depois de anos de blog, tentando alguma parceria e sem conseguir nada. Como se essas parcerias ditassem o que é bom e o que é ruim. E isso não é verdade! Eu já vi vários blogs com parcerias grandes e que eu não consegui ler a resenha até o fim, por problemas de ortografia ou com a forma ruim de fazer as resenhas. Não que eu seja a expert em resenhas, porque tenho vários problemas e sei disso, mas se eu não sou nenhuma entendida e tenho dificuldades mil pra ler essa resenha, como o blog pode ser escolhido para a parceria, sabe?! É um assunto bem delicado...
    Gosto quando você trata de outros assuntos assim que não sejam as resenhas, continue com isso :) hahaha
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmm, ter parcerias não necessariamente significa que seu blog é acessível ao público, infelizmente. Concordo com você aí!!
      AAAA vou continuar sim, Mari! Obrigada <3

      Excluir
  5. Oi Clarissa, tudo bem? Acho que sou como a Lu do balaio de babados disse. É um hobby, mas um hobby sério! Ter blog é bom, muito bom, mas dá uma mega trabalho e as pessoas realmente acha que a gente ganha tudo de graça... mal sabe... No mais, parabéns pelas parcerias!

    Bjs, Mi


    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo, mal sabem elas hahhaha obrigada!

      Excluir
  6. Oi Clarissa,
    Também vou apoiar o que a Lu do Balaio de Babados disse. Quando eu fiz o blog, eu prometi a mim mesma que com ou sem parcerias ele iria em frente, afinal, eu não tenho nenhum objetivo de ganhar dinheiro com ele. Claro, quero ser reconhecida pelo trabalho de qualidade, mas não faço para ganhar coisas ou ser patrocinada. Longe de mim. É o amor pela literatura que move o 'Estante' e sempre será assim.
    Beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por aqui também vai ser assim viu? O mais importante é o conteúdo que a gente posta e ama tanto e não parcerias <3

      Beijoss

      Excluir
  7. Oi Clarissa! Acabei de cair no seu blog de paraquedas, nesse post que eu estava precisando ler. É a minha terceira tentativa com o blog; a primeira vez que eu fiz um, faz ao menos 5 anos. Mas acabava sempre me decepcionando, indo pelo caminho errado, fazendo posts pra conseguir visualizações e não porque eu realmente queria escrever sobre aquilo. Esse ano retomei, me senti madura pra isso. Eu amo ler, acho que é a coisa que eu mais gosto de fazer... Então por que não usar esse amor pra ocupar meu tempo, não? Cheguei pensando em fazer diferente de tudo o que eu fiz até hoje e o seu blog testificou tudo o que eu estava pensando. Estou sem roteiro pra postar, conforme vou lendo meus livros, vou resenhando e deixando no rascunho. Quando tenho vontade de escrever algo, coloco pra fora. O blog ainda está com as views bem baixas, mas pelo menos agora me sinto motivada a continuar, me sinto fazendo algo que eu gosto. Estou um pouco perdida ainda, procurando blogs legais no meu nicho, me encontrando. Mas está bacana assim. Obrigada pelo seu texto, graças a ele, deixei de vez a história das parcerias numa gaveta bem escondida do meu cérebro, pelo menos por enquanto. E, agora, vou conhecer um pouco mais desse blog lindo!
    Beeijos

    https://dementelucidez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!

por aqui...

algumas parcerias e informações