RESENHA: Pule, Kim Joo So - Gaby Brandalise

26 abril 2018
Pule, Kim Joo So
Gaby Brandalise
Editora: Verus
Ano: 2017
Páginas: 208
Classificação etária*: +16 anos
Adicione no Skoob | Compre aqui: Saraiva  Amazon  Kindle  Estante Virtual  ||   ||   Sinopse: O que você faria se precisasse escapar da sua própria vida? Um história inspirada em dramas coreanos Marina vive em Curitiba, atormentada pelas agressões do ex-namorado. So vive em Seul, preso a uma culpa da qual não consegue se livrar. Em mundos tão distantes, mas carregando dores parecidas, a história dos dois vai se cruzar e fazer com que eles finalmente tomem o controle da própria vida, encontrando o ponto de virada que sempre buscaram. Pule, Kim Joo So é uma história ágil e original, que vai surpreender e divertir da primeira à última linha.


   Comecei esse livro por causa da premissa diferente, bem fora dos padrões do que eu ando lendo ultimamente e também por ser da Literatura Nacional, que eu não leio há bastante tempo. Confesso que nunca assisti realmente um drama coreano. Até comecei, mas não consegui terminar por causa da rapidez da língua e eu realmente tenho preguiça de ler legendas. Quando é inglês a língua, a legenda tá ali pra me ajudar com algumas palavras, mas sendo outra língua, cansa pra mim ter que ler já que tenho problemas de visão. Maaas, aproveitei então para ler o que eu não assisto. Esse livro promete super um enredo de drama coreano. 

"Então Marina colocou a mão na testa dele cuidadosa. Levantou o cabelo preto para avaliar o corte.E viu de perto os olhos puxados. Algo neles a algemou. Tinham lágrimas acumuladas e estavam exaustos, buscando os dela como se implorassem que Marina fosse um abrigo. Ele estava completamente no escuro."

   Marina é uma jornalista que trabalha na assessoria de um aeroporto e dá de cara com Kim Joo So no banheiro de lá. Ele parece meio fugitivo e ela acaba o levando pra casa dela, mesmo ele não falando português e ela não falando coreano. Com o passar do tempo, os dois vão se aproximando e vendo que os dois sofrem por não serem donos da própria vida, sempre sofrendo pelo passado. 

"Você está apaixonada por ele? Ora... nunca ouviu falar de dramas coreanos? Não sabe como essas histórias funcionam?"

   Nem sei como falar desse livro sem dar spoiler, gente. É exatamente esse tipo de livro que qualquer coisa que eu fale pode ser um spoiler e eu não quero fazer isso de forma alguma. O negócio é que Marina foi uma personagem que eu não entendi do começo ao fim. Não só Marina. Eu não entendi o livro. Isso é meio raro pra mim, mas, em minha defesa, não sou acostumada a ler livros com fantasia e muito menos fantasia que não é explicada. Acho que sou racional demais nesse quesito e fico procurando o porquê das coisas. Se você também é assim, sabe do que eu to falando.

  O livro é bem curtinho, li metade em umas horinhas de um dia e a outra metade em outras horinhas do dia seguinte, porém, a primeira metade eu li super rápido porque estava gostando muito da história. Parecia meio louca e meio novela da Globo, mas era viciante demais! A partir da segunda metade, começa a fantasia. Nem me peça pra explicar porque nem eu sei dizer o que aconteceu em palavras. Ignorei as situações sem pé nem cabeça e foquei na moral da história que até que é bem válida, mesmo partindo de uma situação fantasiosa. Mas se a Gaby Brandalise quis que eu terminasse minha leitura gritando um grande QUE no meu quarto, ela conseguiu porque que final, meus amores.

"Você é bom com a ficção. Não com a realidade."

20 comentários

  1. Oi, Clarissa
    Eu não sou fã de doramas, eu até assisti um que me encantou muito, mas a falta de emoção dos personagens me dá agonia. Eles tem o mesmo tipo de emoção, e o excesso de "vergonha" me irrita. Eu já tentei ler um livro que tivesse o mesmo estilo do dorama mas detestei e por isso eu prefiro não arriscar com essa obra.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu senti isso quando assisti um pouco de dorama e isso se repete no livro também, claro haha

      Excluir
  2. Amei demais sua resenha, nunca li nenhuma história coreana, mas fiquei bem curiosa para conhecer essa.

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Clarissa,

    Vi algumas publicações sobre esse livro, mas não tive interesse nele.
    Depois de ler tua resenha, com uma nota tão baixa, vi que não seria pra mim.

    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, ele me decepcionou um pouco, mas acho que pra quem gosta de dorama deve ser uma ótima leitura!

      Excluir
  4. As vezes também sinto necessidade de um livro que não seja do padrão que costumo ler, gosto de ler de tudo um pouco mesmo que nem todo livro me agrade 100%, o importante é não parar de explorar novas histórias ❤
    www.blogsereiando.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmmm, li justamente por isso. É uma ótima experiência <3

      Excluir
  5. Oi Clarissa! A proposta do livro é muito doida mesmo, mas justamente por isso que eu acho que gostei, achei tudo muito diferente de tudo que já li rsrsrs Tb falei vários "Que?" no meio da leitura então te entendo rs Mas a protagonista é tão legal que embarquei na história.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmm, os "que" reinaram nessa leitura. Fico feliz que você gostou, a proposta é bem diferente mesmo!

      Beijos

      Excluir
  6. Oie,

    O livro parece incrível, a capa é linda. Eu costumava acompanhar os videos da autora no youtube, ela é maravilhosa. ♥

    Abraços...

    http://submundosliterarios.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem sabia que ela é youtuber também e a capa é muito bem feita mesmo!!

      Excluir
  7. Sua resenha começou a me desanimar quando você disse que não entendeu, ai chega esse final e diz esse QUE, como eu posso não ler? A curiosidade não deixa haha'.
    Como é inspirado em drama coerano, acho que irei esperar minha vontade de assistir drama de novo voltar. Eu só assisti um todo que eu gostei muito, e os outros que assisti nem chegou aos pés desse primeiro, então acabei abandonando tudo e cansei de dramas kkk.

    Nanda, Gravado na Memória

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHHAHAHAHA te deixei morrendo de curiosidade né?
      Então, acho que você deve ler esse livro simmm! Se joga <3

      Excluir
  8. Caramba, a curiosidade está me consumindo aqui! Surtei loucamente com a resenha (maravilhosa e intensa). Imagino que seja uma obra repleta de entrelinhas metáforas e críticas. No fim das contas, parece uma lindeza!

    semquases.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim! A crítica do livro é bem realista, mesmo sendo uma fantasia!!

      Excluir
  9. Não conhecia mas pela sua resenha também parece que não ia gostar muito... essa capa parece até capa de filme.

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, a capa super parece de filme ou série e foi bem proposital mesmo, achei que combinou super com a premissa do livro

      Excluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!

por aqui...

algumas parcerias e informações