5

Pule, Kim Joo So
Gaby Brandalise

1

O Médico e o Monstro
Robert Louis Stevenson

2

A Menina que não acredita em milagres
Wendy Wunder

3

O Clube dos Oito
Daniel Handler

4

O Conde Enfeitiçado
Julia Quinn

RESENHA: A Garota do Calendário (Setembro) - Audrey Carlan

03 abril 2018
A Garota do Calendário (Setembro)
Audrey Carlan
Editora: Verus
Ano: 2016
Páginas: 144
Adicione no Skoob - Compre aqui
Sinopse: Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser. Em setembro, Mia será obrigada a dar o cano no cliente do mês, pois um problema urgente de família exige sua atenção. Ela vai voltar para Las Vegas e ficar cara a cara com o passado, num reencontro que pode reabrir feridas antigas.


   Esse com certeza foi o volume com mais emoção de toda a série A Garota do Calendário. Nos outros oito livros, vemos um clima bem típico de romances eróticos, mas já em Setembro, devorei o livro inteiro em menos de 2 horas! 

"Mesmo quando seu rosto estava vermelho, sua fala arrastada e seus olhos cinzentos, ele me amou, e eu contava com aquele sentimento para seguir em frente. Na maior parte do tempo, deu certo." (Mia sobre seu pai)

ESTA RESENHA NÃO CONTÉM SPOILERS DOS OUTROS LIVROS 

   Nesse livro, Mia Saunders precisa lidar com a piora do estado de saúde do seu pai e com muito perigo, devido ao atraso de seu pagamento ao seu ex namorado agiota. Enquanto isso, ela tenta manter a calma e pensar no melhor para si mesma. Não tem muito o que falar sobre esse livro sem dar spoilers. Depois de oito livros, Mia me pareceu mais madura e sofrendo as consequências psicológicas de ter passado por uns maus bocados durante todos os volumes da série. 

"Mais que tudo, eu queria acreditar nas promessas dele. Pela primeira vez na vida, deixei tudo nas mãos de Deus, do universo e de quem mais quisesse ouvir o meu pedido para que as pessoas que eu amava saíssem dessa situação sãs e salvas."

   O foco nesse livro é mostrar o que é família e como Mia pode apostar em pessoas que pareciam estar de passagem em sua vida, mas na verdade estão ensinando que confiar em outras pessoas é difícil, mas não impossível.

   A escrita da Audrey Carlan continua na mesma vibe que costumamos ver nos livros eróticos (mesmo esse livro tendo 0 conteúdo sexual), simples e rápida, com diálogos superficiais, mas no fim, ela mostra que é uma ótima escritora, pois me tocou demais com a reviravolta na vida de Mia. Fico cada vez mais ansiosa para o fim da série, que, por incrível que pareça, está indo para um lado que eu nunca imaginei. 

"Minha vida tinha se tornado um filme de suspense e ação distorcido. Eu era a personagem sem noção do perigo, com poucos recursos e emocionalmente abalada."

  1. Fantastic post, so nice and interesting! Love it!
    Enjoy in this day, darling! ♥

    Malefica

    ResponderExcluir
  2. Oi Clarissa, eu ainda não cheguei em setembro, acredita? Mas acho essa série cheia de altos e baixos, mas de modo geral eu sempre gosto! Eu gosto a narrativa direta e sem enrolação da autora e fico feliz que vc tenha gostado desse volume.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmm, altos e baixos é a definição da vida da Mia. Também gosto demais desse estilo de narrativa da Audrey!!

      Excluir
  3. Escrevi um comentário, mas acho que deu erro :(

    Tenho muita vontade de ler, mesmo que eu já tenha lido bastante coisas negativas sobre, uma delas é sobre ser uma história muito rasa!

    mariasabetudo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É meio rasa sim, mas diverte e é ótima entre leituras mais pesadas!

      Excluir
  4. Nunca li nenhum livro dessa série mas parece ser bem interessante, gostei da sua resenha :D
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma série bem leve, Monyque!! Obrigada :)

      Excluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!