RESENHA: Simon vs. a agenda Homo Sapiens - Becky Albertalli

25 março 2018
Simon vs. a agenda Homo Sapiens
Becky Albertalli
Editora: Intrínseca
Ano: 2016
Páginas: 272
Adicione no Skoob - Compre aqui (físico - e-book)
Sinopse: Simon tem dezesseis anos e é gay, mas ninguém sabe. Sair ou não do armário é um drama que ele prefere deixar para depois. Tudo muda quando Martin, o bobão da escola, descobre uma troca de e-mails entre Simon e um garoto misterioso que se identifica como Blue e que a cada dia faz o coração de Simon bater mais forte. Martin começa a chantageá-lo, e, se Simon não ceder, seu segredo cairá na boca de todos. Pior: sua relação com Blue poderá chegar ao fim, antes mesmo de começar. Agora, o adolescente avesso a mudanças precisará encontrar uma forma de sair de sua zona de conforto e dar uma chance à felicidade ao lado do menino mais confuso e encantador que ele já conheceu. Uma história que trata com naturalidade e bom humor de questões delicadas, explorando a difícil tarefa que é amadurecer e as mudanças e os dilemas pelos quais todos nós, adolescentes ou não, precisamos enfrentar para nos encontrarmos.
 

   Confesso que a motivação inicial de ler esse livro foi o lançamento da adaptação Com Amor, Simon (que está em pré estreia em alguns cinemas brasileiros), mas devo me defender dizendo que já me interessava pelo livro e por conhecer a escrita da Becky Albertalli há muito tempo por causa de inúmeras críticas positivas. Simon vs. a agenda Homo Sapiens foi um dos livros mais maravilhosos que já li até hoje e talvez ele esteja sendo já o meu queridinho de 2018. Não esperava tanto do livro, mas ele me conquistou demais e eu espero passar um pouco desse meu amor pela obra aqui pra vocês por meio dessa resenha.

"Um hétero que mal me conhece está me aconselhando a sair do armário. Sou praticamente obrigado a revirar os olhos."

   Nesse livro conhecemos Simon, um garoto de dezesseis anos que é gay. Ninguém sabe da sua sexualidade, mas não por ele ter vergonha ou medo de sair do armário e sim porque acha extremamente injusto gays terem que ter a fase de revelação para o mundo e os héteros não e nem liga pra revelação de fato. Ele realmente não liga muito para o que as pessoas podem pensar dele, pois é simplesmente quem ele é. Em um post do Tumblr de fofocas da escola, Simon conhece Blue, um menino anônimo que estava se revelando gay e foi aí que nosso querido Simon resolveu dar seu apoio. Simon e Blue viram amigos virtuais no anonimato. O grande problema surge quando Martin, um pseudo nerd, lê os e-mails dos dois e chantageia Simon para não divulgar todo o romance dos dois. Assim Simon vai aprender a lidar com os sentimentos dele por Blue e passar por todo esse drama. 

"Blue não é o verdadeiro nome dele. Ele é uma pessoa. Pode ser até alguém que eu conheço. Mas não sei quem. E não sei se quero saber."

   Apaixonante. Completamente apaixonante, sério. De cara simpatizei com Simon e desejei que ele fosse meu melhor amigo. Ele é completamente leal e realmente se importa com as pessoas e eu admiro demais isso nos livros. A autora soube dar vida aos personagens de uma forma tão incrível que me impressionou. Todos os personagens são assim aliás, super bem construídos. Sei que o livro (e o filme!) é extremamente importante por ter um protagonista gay e ser de fato um romance gay, mas não vou falar apenas disso como fator de importância nesse livro. 

  Em Simon vs. a agenda Homo Sapiens você lê sobre amizade, bullying, confiança e um amor puro que te deixa com o coração quentinho. O romance de Simon e Blue é diferente por ser virtual e não  convencional também. Becky deixa bem claro que beleza não é importante quando se conhece o caráter das pessoas e, assim como Simon, eu já estava encantada com o Blue por sua forma de ver o mundo. É aí que começa dois extremos loucos no livro: descobrir quem é Blue e o suspense de Martin sobre o segredo do casal. 

"Mas estou cansado de sair do armário. Tudo que faço é sair do armário. Tento não mudar, mas estou sempre vivendo essas pequenas mudanças. Arrumo uma namorada. Tomo uma cerveja. E, todas as vezes, preciso me reapresentar para o universo."

   Quase entro no livro pra calar a boca de Martin eu mesma. Menino chato do caramba! Mas o pior na escrita da Becky Albertalli é que ela construiu Martin muito bem também, sabe? Ele errou? Sim! Mas cheguei no fim torcendo pelo Martin também! Mas é claro que o mistério envolvendo o Blue é o que mais te segura na leitura. Desconfiei de todo mundo e até desconfiei do próprio menino que é o Blue, mas não dei muita fé. Bem, me surpreendi. 

"Eu odeio quando as pessoas dizem isso. Eu também me sinto seguro quanto á minha masculinidade. Sentir-se seguro quanto à masculinidade não é a mesma coisa que ser hétero."

   Sabe quando um livro te enche de emoções a ponto de que você não consegue ficar quieta? Da metade pro fim eu li o livro com um :O no rosto e um sorriso enorme de amor e ansiedade. Na hora da revelação do Blue eu estava pulando pelo quarto de ansiedade e nunca um livro me deixou tão apaixonada a esse ponto. O romance foi calmo, lento e LINDO de pureza! Quando cheguei nos Agradecimentos soltei um "nãaaaaaao" e desde então venho contando os dias para a estreia do filme nos cinemas da minha cidade, pois eu tenho certeza de que vai ser tão maravilhoso quanto o livro!

"- Quero segurar sua mão - digo, baixinho.
Porque estamos em público. Porque não sei se ele saiu do armário.
- Então segure - diz ele.
E eu seguro."

27 comentários

  1. Olá Clarissa!
    Terminei de ler o livro ontem a noite e gostei muito :) já quero demais ver o filme, principalmente porque a escolha do elenco foi maravilhosa.
    Gostei muito da história, e amei descobrir quem era o Blue.
    Beijos!

    Books & Impressions

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também gostei muito do elenco, acho que vai deixar o filme ainda mais lindo!

      Beijoss

      Excluir
  2. Oi, Clarissa!
    Li esse livro recentemente para assistir o filme e infelizmente não foi uma boa leitura. Teve alguns detalhes que me incomodaram bastante, mas estou bem animada para o filme.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu li sua resenha, uma pena que esses detalhes te incomodaram tanto. Mas talvez no filme eles nem sejam visíveis!

      Beijos

      Excluir
  3. Olá,
    O livro parece ser ótimo mesmo. Muito ansiosa pra ler e assistir a adaptação.
    Ótimas abordagens feitas pela autora.

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Estou com você e posso afirmar tranquilamente que esse livro está no topo dos meus queridinhos do ano e ouso dizer, da vida. Terminei a leitura muito rápido e me apaixonei com mesma velocidade, com uma sensação muito gostosa no fim. Mal posso esperar pra conferir a adaptação!
    Beijos,
    http://ofantasmaliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmmmm. Compartilho desse sentimento hahaha.
      To contando os dias pra poder ver a adaptação <333

      Beijoss

      Excluir
  5. Oie,

    Desde que saiu esse livro pela editora, fiquei curiosa para ler, mas sempre enrolo, agora com a adaptação chegando fiquei interessada em conhecer essa história que todos adoram.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale super a pena dar uma olhada no livro antes de ver o filme!!!

      Excluir
  6. Oi, Clarissa!
    Eu também li o livro por causa do filme, então super te entendo hahaha
    Espero que seja tão bom quanto, pois também me apaixonei pelo livro e pela forma suave que a autora usou para falar de tantos assuntos importantes, né? Não vejo a hora de assistir o filme logo!
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmmm. Ela trata os assuntos de forma muito natural e linda. Gostei demais disso <3

      Beijosss

      Excluir
  7. Oi Clarissa, eu só vi o filme, mas eu já sei que tem muitas modificações, mas de modo geral eu achei o filme tao fofo, uma história linda que quero ler o livro tb!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vi que as modificações foram bem poucas, mas quero muuuuito conferir!!

      Beijoss

      Excluir
  8. Eu achei muito legal a premissa do livro de trazer a tona essa ideia de que apenas gays devem se revelar gays e a discussão sobre adolescência, amizade e lealdade. Acaba que a temática gay não é o único ponto alto da leitura.
    Quero muito ler esse livro e depois assistir a adaptação, que por meio de resenhas, já percebi que foi muito bem feita.
    Beijo!www.apenasleiteepimenta.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim simmmm. O fato de ser LGBT não é de forma alguma o foco e a autora tenta mostrar isso com naturalidade!

      Beijos

      Excluir
  9. Esse é um dos meus livros preferidos de SEMPRE, posso dizer que foi dos poucos que li duas vezes! <3
    Estou ansioso e receoso para ver o que fizeram para o filme...

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  10. Oie, tudo bem?!

    Eu também adorei a leitura de Simon vs a agenda homo sapiens. A autora realmente tem aquele tipo de escrita que faz com que o leitor se sinta parte da história. Fico feliz em saber que o livro te proporcionou tantos sentimentos bons! Também fiquei com raivinha do Martin, e muito ansiosa pela revelação do Blue.
    Agora estou esperando uma oportunidade para assistir a adaptação - e espero gostar bastante!

    Beijão
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi uma mistura de sensações incrível, to bem apaixonada por ele simm!! Também e espero gostar da adaptação <333

      Beijoss

      Excluir
  11. Oi, Clarissa!

    Só tenho visto críticas positivas a respeito desse livro. Estou com bastante vontade ler. Já comprei o e-book. Uma amiga viu o filme e super me indicou. Sua resenha só fortaleceu toda essa vontade e empolgação!!!
    Nada melhor do que uma leitura que nos desperte bons sentimentos... Aquelas histórias que ficam na gente mesmo depois que terminam, né!?

    Amei a resenha!

    beijooos

    http://www.aquelaepifania.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso!!! Eu acho que nunca vou esquecer do que senti lendo esse livro <3

      Excluir
  12. E eu gosto dessa sensação que você descreveu.
    Quando um livro trabalha com suas emoções e você acha que não será capaz o suficiente de descrever em palavras o que ele representa.

    Tenha um ótimo feriado.

    Abraços,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo. É ótimo quando um livro te faz sentir dessa forma <3

      Excluir
  13. Oi, Clarissa!

    Adoreei sua resenha, composta por tantos elogios que fica difícil segurar a curiosidade com a história hahaha por enquanto vou assistir primeiro o filme, mas do jeito que a obra parece ser boa, provavelmente vou conferi-la em breve também!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    Acredita que só fiquei com vontade de ler o livro depois do filme (que eu ainda não assisti). Mas depois da sua resenha fiquei com mais vontade ainda, a história parece ser incrível e eu quero ler antes de assistir, para não ficar com preguiça depois. Adorei o post.

    Beijos

    www.garotasdevorandolivros.com

    ResponderExcluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!

por aqui...

algumas parcerias e informações