2

A Menina que não acredita em milagres
Wendy Wunder

3

O Clube dos Oito
Daniel Handler

4

O Conde Enfeitiçado
Julia Quinn

5

Londres é nossa
Sarra Manning

1

A Garota do Calendário #9
Audrey Carlan

#AquelaAjuda Como escrever uma resenha literária?

20 janeiro 2018

      Ano passado comecei uma coluna aqui no blog chamada #AquelaAjuda, onde eu postei sobre algumas dúvidas que eu via serem perguntadas e meu objetivo sempre foi ir mais pro lado blog com a coluna. No segundo período da faculdade (de Comunicação Social), tive uma cadeira chamada Comunicação e Linguagem, onde nosso ponto principal foram as lindas resenhas. Fiquei obviamente super feliz né, resenhas são minha praia e eu já me imaginei passando bem linda na cadeira. O negócio é que as resenhas não eram de livros, e sim de artigos científicos! Não tirei nota baixa nem nada, mas foi uma decepção ver que as resenhas universitárias são totalmente diferentes das que eu escrevo aqui. Foi nesse momento que pensei que seria bom trazer um post sobre como escrever uma resenha, já que já tinham me perguntado e também vejo muita gente escrevendo um sinopse com suas palavras e considerar isso resenha. Foi semana passada que resolvi que realmente traria essa temática aqui pro blog, quando recebi um e-mail de uma leitora aqui do blog, me pedindo para ajudá-la a escrever uma resenha pra blog literário. Resumi tudo que acho importante e vamos lá que esse post vai ser bem explicativo e grandinho!

     O que é uma resenha?


Uma resenha é uma descrição detalhada de uma obra, em que a parte principal é a opinião do autor. Então, é obrigatório que a resenha seja o mais parcial possível. Não tente se afastar da sua própria opinião, com medo de influenciar as pessoas. O intuito da resenha é justamente esse: usar as palavras ao seu favor para que as pessoas se interessem pelo conteúdo da sua resenha, seja um livro, filme, série ou, no meu caso, um artigo científico. 

     O que deve ter na minha resenha além da minha opinião?


Bem, já que tocamos nesse assunto, é importante que você detalhe um pouco a obra. Coloca uma sinopse, umas informações técnicas também é massa. Por exemplo, nas minhas resenhas eu sempre coloco a "ficha técnica" do livro, para que o leitor saiba qual editora publicou o livro, em que ano e em quantas páginas. Acredite, até o número de páginas é importante. Sério! Por exemplo, eu mesma só li Para Educar Crianças Feministas, da Chimamanda Ngozi Adichie, quando li uma resenha e vi na ficha técnica do livro que continha menos de 100 páginas. Estava a fim de ler algo curto e legal e mergulhei na leitura e não me arrependo. Isso serve para o contrário também. Se a pessoa tiver a fim de ler algo de mais de 400 páginas, isso também pode contribuir para o interesse no livro. 

    E o tamanho da minha resenha?


Olha, nem grande demais nem pequeno demais. Leio muitas e muitas resenhas quando estou retribuindo comentários aqui do blog e a maioria delas são fáceis de ler, pois a/o blogueira/o conseguiu dividir tudinho a ponto de ser confortável de ler. Por exemplo, se você escreveu a sua resenha e achou um tamanho médio, mas usou apenas 3 parágrafos, pode ser que os parágrafos tenham ficado grande demais e isso dá preguiça de ler todo. Escreva parágrafos com no máximo 15 linhas no campo de postagem do blog, pois acho que mais que isso dá preguiça real de ler. Mas, por outro lado, como comentei por aqui, já li resenhas que não eram na verdade resenha. Vou dar um exemplo claro abaixo:

"Em Alice no País das Maravilhas, a menina Alice caí em um buraco que quase não tem fim e lá embaixo começa a ver coisas anormais como um gato risonho, um coelho e um chapeleiro maluco. Ela precisa tomar decisões que comprometem sua vida.
Esse livro é um clássico, para comprar acesse www.com"

"No livro Alice no País das Maravilhas, vemos a personagem principal Alice, uma menina que cai em um buraco e lá embaixo encontra personagens inesperados. Ela encontra um coelho bem engraçado, que eu gostei bastante, um chapeleiro maluco, que acabou se tornando meu personagem favorito e um gato que flutua e é bizarro. Acho que esse clássico é válido não só por ser lido na infância pra a gente, é uma história divertida e que todos devem pelo menos conhecer um pouco!"
Aí está a diferença de uma "resenha" sem ser resenha e de uma resenha real (com sua opinião). Nem é tão difícil, vai. E NÃO, eu NÃO estou julgando métodos de fazer resenha. Mas gente, se não tem sua opinião clara, linguisticamente falando não é uma resenha.

     Devo colocar fotos e frases na resenha?


Aí é de preferência sua. Eu, particularmente, tentei escrever resenhas puras, só vários parágrafos de resenha e não deu certo. Eu via que as pessoas não liam, então eu resolvi deixar minhas resenhas o mais dinâmicas possíveis, entre os parágrafos coloco frases ou trechos que possam chamar a atenção do leitor ou, quando tenho o livro físico, tiro umas fotos e ilustro o post. Fica visualmente bonitinho!

     Você leria sua resenha?


Ponto importante a se pensar. Não adianta escrever com termos rebuscados ou uma pura resenha universitária, que nem as que escrevi. Se seu público alvo são jovens de 14 aos 25 anos, escreva de uma forma simples e acessível pra eles. Cite outras obras parecidas com a resenhada e que possam chamar a atenção também! Eu costumo linkar as resenhas parecidas com a que eu estou escrevendo, porque isso também gera tráfego para o blog. Puro SEO!

    Mas o que é SEO e o que tem a ver com resenhas?


No começo eu tratava o Próxima Primavera como hobby, então eu nem ligava pra nada, mas hoje vejo que se você quer levar seu cantinho mais a sério (não tem problema se você não quiser, claro), acho importante que você se ligue um pouco no SEO, que são estratégias que fazem com que as pessoas se interessem mais com o que você cria na internet. Aplico o SEO nas resenhas quando cito outras que já fiz, por exemplo:

"Nesse post, criei um exemplo com Alice no País das Maravilhas, que, inclusive, eu resenhei aqui pro blog."

  Eu sei como é uma resenha, sei também escrever uma, só não consigo escrever.


Normal. No começo eu tinha dificuldade, encarava a tela em branco com a setinha piscando e nunca sabia como começar. É totalmente normal, você não achou ainda seu estilo de resenha, mas um dia isso você tira de letra. Por enquanto, você pode começar não se cobrando tanto em relação a suas resenhas e indo de passo a passo.

Por exemplo, digamos que você tenha acabado de ler O Pequeno Príncipe (que eu também já resenhei pro blog) e queira escrever uma resenha sobre o livro. O que você gostaria de falar sobre? O que te chamou atenção? Tem alguma lição que você tirou do livro, que você ache que seja importante para outras pessoas conhecerem? É livre isso aí. Vou mostrar um trecho da minha resenha de O Pequeno Príncipe, olha só:

"O negócio é que eu não entendi nada do começo ao fim. Achei bonitinhas as frases? Algumas sim, óbvio. Pelo menos isso eu entendi, mas não consegui refletir sobre a raposa ou sobre ele estar visitando os países e falando com o pessoal que toma conta. Me senti extremamente burra e até questionei esse meu pouco entendimento da obra em um grupo de leitores do Facebook. Minha publicação deu o que falar e entre mais de 150 comentários, vi pessoas agradecendo por eu ter postado isso, pois tinham vergonha de admitir que não tinham entendido, vi outras dizendo que leram mais de 3 vezes para entender, outras me julgando por não ler lido metaforicamente, mas de tudo isso eu levei pra mim o seguinte: você não é obrigado a entender e/ ou gostar de um livro só porque ele é famoso. Não tenha medo de ser zoado, sério."

É minha opinião 100%, você pode concordar com ela ou discordar. E é pra isso que serve as resenhas também. Se uma pessoa tiver interessada em ler O Pequeno Príncipe e ler minha resenha negativa, ela vai ver que eu não gostei e vai se perguntar se também acharia o mesmo e até procurar outras resenhas para ver outras opiniões também, para assim comprar o livro. 

     Seja SINCERO!


Esse ponto eu aprendi depois de começar a fazer parcerias com autores nacionais. Já li livros com a diagramação HORRÍVEL e tive medo de falar porque a/o autor/a já estava me enviando o livro, certo? NÃO! Seja sincero, é justamente pra isso que ele ou ela te procurou!

 É necessário falar de cor de página, fonte das letras ou diagramação?


Bem, isso é você que sabe! Se for algo que você goste de falar, fale. E claro: se for preciso falar sobre, por exemplo, uma diagramação linda com enfeites e que te dá vontade de tirar fotos do livro e postar em todas as redes sociais, como aconteceu com Sorrisos Quebrados, fale sim!

    Fulanx falou mal da resenha que eu escrevi. E agora?


E agora nada, meu amor. A resenha é sua opinião, não é? Pois então, ignore e siga a vida. Todas as opiniões devem ser aceitas sim, é algo pessoal e que não deve ser influenciado por outras pessoas!

    Devo dar spoilers na minha resenha?


Aí é com você, viu? Euzinha não leio resenhas com spoilers, pois não é isso que eu procuro em uma resenha, sabe? Então a maioria das minhas resenhas são livres de spoilers. É difícil DEMAIS escrever algumas, pois você se falar uma besteirinha tá dando spoilers, mas se você acha que não tem jeito de não dar, avise no início do post! Por exemplo, estou lendo e resenhando a série de livros da Becky Bloom e é IMPOSSÍVEL escrever uma resenha de As Listas de Casamento de Becky Bloom, pois até no título já diz que ela se casa, masssss por respeito a quem pense que não tem spoilers, eu aviso no começo que tem spoiler de outros acontecimentos da série, não do próprio livro. 

Acho que é isso! Escrevi o máximo que pude sobre resenhas e espero ter sido bem clara com quem ainda tem dúvidas sobre ou não sabe escrever uma ainda. Espero que esse post ajude e ah, uma dica: tenha um caderninho em mãos ou o bloco de notas aberto em uma leitura, escrever alguns sentimentos ou passagens pode te ajudar na hora de escrever sua resenha, relembrando como foi a leitura!

😊😊😊😊😊😊😊😊😊😊😊😊😊

Ano novo. Site novo. Projeto novo. O Próximo Capítulo é o novo projeto do Próxima Primavera em parceria com blogs literários. A ideia é falar sobre livros seja por temas, maratonas, tags e, posteriormente, sorteios.

Criamos o Próximo Capítulo com o intuito de ser, não apenas um projeto sobre livros, mas uma forma de falar sobre eles de um jeito diferente, com opiniões e gostos diferentes. Assim, a cada post que você encontrar aqui no Próxima Primavera, também será encontrado nos blogs parceiros abaixo:
Próximo Capítulo significa a próxima leitura, aquilo que você pode ler depois e nós esperamos que você goste do que irá ler aqui no blog e nos nossos parceiros. Mês que vem já estará disponível o primeiro post do projeto, fique atento nas nossas redes sociais para nos acompanhar e sinta-se livre para conferir os blogs literários, são todos feitos com muito amor e responsabilidade.
  1. Amei a postagem! Aprendi muito com ela. Eu nunca soube bem o que era uma resenha e como fazê-la, eu meio que faço a olho, seguindo uma lista de coisas que gosto de ler em uma:
    Apresentação da postagem;
    Resumo da Obra;
    Ficha Técnica;
    Parágrafo para descrever a narrativa, cor das páginas, capítulos, etc;
    Opinião sobre o livro;
    Para quem recomendo a leitura (público-alvo);
    Sobre o autor;
    Sobre o ilustrador ou Ilustrações;
    Finalização da Postagem.

    Não sei se está correto, mas a sua postagem me abriu os olhos em relação a parte da opinião sobre o livro, eu sempre fico encima do muro para falar sobre uma obra (a menos que eu a ame demais), então normalmente não foco muito nisso, mas acho que é exatamente isso que as pessoas querem ler, a nossa opinião sobre algo (ou então elas não viriam ao nosso blog, né?!).
    Muito obrigada pelas dicas, com certeza minhas próximas resenhas ficarão melhores agora =D
    Beijinhos

    https://atocadalebre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei seu esquema de resenha, o meu é bem parecido e eu acho que fica bem completo!

      Fico muuito feliz em ter te ajudado viu????

      Beijão <3

      Excluir
  2. Bem... Por onde começo? Agradecendo. Isso mesmo. Você além de ter tirado algumas dúvidas nesse post, eu senti um alívio enorme em saber que não sou a única que leu e não entendeu bulufas sobre O Pequeno Príncipe hahaha, super aliviada, sério.
    Sobre a resenha, eu sabia sim escrever uma, mas sempre colocava defeitos, e sinceramente não sei de onde tirei que não sei fazer. Claro que não é top das galáxias, uma vez que comecei a escrever e depois parei. Então, volto a agradecer pelo post, pela sinceridade, pela ótima explicação.
    Um super bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, eu que agradeço pelo carinho! E bastante gente também não entendeu O Pequeno Príncipe hhha é mais normal do que parece.
      Espero que você continue escrevendo resenhas e as aperfeiçoando <3

      Beijo!!

      Excluir
  3. Oi, Clarissa. Eu achei super legal a sua dica, até porque conheço algumas pessoas que querem fazer um blog com conteúdo para resenhas mas não fazem ideia por onde começar. Acho que eu tive um pouquinho de sorte porque antes mesmo de ter o blog, eu já fazia resenhas para os projetos que tinha na escola, assim foi mais fácil escrever mas até eu começar a escrever do jeito que faço hoje, minhas resenhas eram muito ruins, chega dá uma vergonha.
    Eu acho principalmente que uma resenha tem que ser bem escrita ortograficamente, eu tenho agonia de palavras escritas erradas, talvez seja um preconceito meu mas ninguém quer ler algo escrito de mal jeito, ao mesmo tempo que prezo a sinceridade. Eu não tenho essa preocupação de pensar no que as pessoas vão dizer, o que vale é a sua opinião e resenha é pra isso. Eu também não curto muito resenhas limpas demais, acho que você percebeu que isso fica monótona e o leitor não curte muito ler, tem que ter algo mais dinâmico, mas isso vai de pessoa. Eu também leio todas as minhas resenhas, reviso tudinho mesmo, qualquer vírgula antes de postar, até porque quero que o leitor sinta vontade de lê-la.
    E convenhamos, artigos científicos são uma merda, eu não aguento mais fazer resenha, trabalho sobre eles aff, #quevenhaTCC!
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, por isso resolvi atender a pedidos e vir aqui ajudar um pouco com o que eu sei. Acho que esse ponto é importantíssimo, tento ao máximo não errar nas minhas resenhas, mas sempre encontro um erro já que digito rápido. O importante é revisar!
      Faltam uns 3 anos pro meu TCC e eu já estou morrendo de medo hahah

      Beijos

      Excluir
  4. Oi, tudo bem? Encontrei seu blog e achei o máximo, que post maravilhoso. Muitas pessoas tem dúvidas de como escrever uma resenha e medo de falar muito e dar detalhes dos personagens e da história, no início eu também passei por isso e aprendi muito lendo outras resenhas e pesquisando sobre. Com certeza seu post vai ajudar muita gente com esse tipo de dúvida. Estou seguindo seu blog! Bjss

    www.historiasdaiza.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Izabel!!! Quero muito ajudar, pois não existe um universo melhor que o literário hahha

      Beijiss

      Excluir
  5. Olá,
    Ótimas dicas.
    Apesar de anos escrevendo resenhas, a gente nota que elas mudam com o tempo, mas novos toques são sempre bem vindos.

    bjs
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, Nana! É bom sempre inovar hahha

      Beijoss

      Excluir
  6. Oi Clarissa
    Eu escrevo resenhas a alguns anos, mas estou aperfeiçoando elas sempre mais. No começo, eu não colocava frases, não colocava quase nada pra falar a verdade. Hoje gosto bem mais delas. As vezes eu termino uma resenha e penso? ficou tão curtinha. Mas ai lei oe vejo que nela está tudo o que tenho que falar e desencano.
    Um beijo

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que o importante é você se sentir confiante com o que você escreveu e se colocar no lugar do leitor, se tiver tudo ok, só posta, mulher!!!

      Beijão <3

      Excluir
  7. Acho que antes de mais nada, é necessário agradecer por você compartilhar com os outros dicas tão importantes. Ainda preciso melhorar muito (acho que sempre precisamos), mas ainda me lembro do meu início e como ficava olhando para aquela tela em branco sem saber por onde começar. É realmente desesperador no início e é muito mais fácil nos perder, porém, seu post é bem detalhado e tenho certeza que ajuda a todos, inclusive a mim.
    Adorei seu post mesmo, ficou muito bem explicado e fico feliz que você tenha compartilhado seu conhecimento conosco.
    Beijos e obrigada!

    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi um prazer compartilhar com vocês o que eu sei! Lembre-se de ir devagar que a prática chega pra todo mundo!!

      Beijão <3 <3

      Excluir
  8. Esse foi o post mais explicativo sobre como fazer uma resenha. Já li vários e até então eu pensava que estava fazendo errado. Agora sei que estou no caminho certo, talvez não tão boa, mas to chegando lá. Tá razoável, rs.

    Beijos,
    Blog Gaby Dahmer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que tenha te ajudado, Gaby!!!

      Beijinhos

      Excluir
  9. Esse post foi útil pra mim num grau que nem consigo agradecer o suficiente. Eu tenho vários rascunhos de resenhas no meu blog, mas tenho medo de postá-las por não achar que 'chegarei à altura de tal livro'; também levo muito tempo para escrevê-las por medo de expôr minhas opiniões e desagradar os leitores, mas agora é como se eu estivesse liberta! Muito obrigada mesmo!

    https://thatisrealme.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá Clarissa, eu gostei MUUUITO do seu post com essas dicas maravilhosas, já anotei aqui pra sempre ficar analisando nas minhas resenhas, temos que fazer pensando em como gostaríamos de ver em outros blogs e assim não tem como errar. Parabéns e obrigada :D

    https://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Acho que as resenhas não devem ter uma fórmula, o melhor no meio de tantos bloggers é que cada um faça ao seu gosto, personalidade é o melhor.
    Evito sempre spoilers, como não gosto de levar com eles na resenha dos outros, também não o faço eheheh

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho, mas como eu disse no post, existem alguns elementos necessários em uma resenha! :)

      Excluir
  12. Oi, Clarissa!
    Acho que uma coisa muito importante para as resenhas é a ortografia. Me dá um nervoso quando vou ler alguma e vejo que as frases não tem sentido ou não tem o uso de vírgulas... Entende? Pode até ser que eu erre de vez em quando, mas ler uma resenha inteira dessa forma me faz perder a paciência totalmente.
    Suas dicas forma ótimas. Espero que possa ajudar muitas pessoas :)
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Claro que a ortografia vem em primeiro lugar hahahha

      Beijoss

      Excluir
  13. Oii Clarissa,amei as dicas , eu não dou spoilers na minha resenha e evito ler resenhas com spoilers tbm, acho que perde a graça para quem for ler o livro né.
    -Beijos,Carol!
    http://entrehistoriasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Apesar de já estar a anos nesse meio da blogsfera, amo esse tipo de postagem, penso que essa troca de conhecimento é essencial. Parabéns. A postagem ficou ótima e concordo com vc. Beijos e muito sucesso viu!!!


    Leituras, vida e paixões!!

    ResponderExcluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!