RESENHA: O Pequeno Príncipe - Antoine de Saint-Exupéry

20 dezembro 2017
O Pequeno Príncipe
Antoine de Saint-Exupéry
Editora: Agir
Ano: 1943 (edição de 2015)
Páginas: 96
Adicione no Skoob - Compre aqui
Sinopse: Livro de criança? Com certeza. Livro de adulto também, pois todo homem traz dentro de si o menino que foi. Como explicar a adoção deste livro por povos tão variados, em tantos países de todos os continentes? Como explicar que ele seja lido sempre por tanto milhões e milhões de pessoas? Como explicar a atualidade deste livro traduzido em oitenta línguas diferentes? Como compreender que uma história aparentemente tão ingênua seja comovente para tantas pessoas? O Pequeno Príncipe devolve a cada um o mistério da infância. De repente retornam os sonhos. Reaparece a lembrança de questionamentos, desvelam-se incoerências acomodadas, quase já imperceptíveis na pressa do dia a dia. Voltam ao coração escondidas recordações. O reencontro, o homem-menino.


       O livro mais falado de todos os tempos. Aquele que todo mundo deve ler na vida. O Pequeno Príncipe é um ícone entre os livros clássicos e eu não sabia o porquê. Minha única informação sobre ele era que é um livro infantil. Então, já fui lendo com esse pensamento. Porém, é totalmente diferente do que eu pensava e eu terminei não entendendo nada do livro, que se mostrou extremamente filosófico e reflexivo. 

     Nesse livro, conhecemos o Pequeno Príncipe que questiona várias coisas que aparecem em seu caminho e ele visita cada planeta para refletir sobre quem vive neles. Ele faz perguntas à natureza, objetos e a homens e as frases do livro tem significados juntamente com o sentido metafórico atribuido a cada cena do livro.

"Se alguém ama uma flor da qual só existe um exemplar em milhões e milhões de estrelas, isso basta para que seja feliz quando a contempla."

"É preciso exigir de cada um o que cada um pode dar."
 
     O negócio é que eu não entendi nada do começo ao fim. Achei bonitinhas as frases? Algumas sim, óbvio. Pelo menos isso eu entendi, mas não consegui refletir sobre a raposa ou sobre ele estar visitando os países e falando com o pessoal que toma conta. Me senti extremamente burra e até questionei esse meu pouco entendimento da obra em um grupo de leitores do Facebook. Minha publicação deu o que falar e entre mais de 150 comentários, vi pessoas agradecendo por eu ter postado isso, pois tinham vergonha de admitir que não tinham entendido, vi outras dizendo que leram mais de 3 vezes para entender, outras me julgando por não ler lido metaforicamente, mas de tudo isso eu levei pra mim o seguinte: você não é obrigado a entender e/ ou gostar de um livro só porque ele é famoso. Não tenha medo de ser zoado, sério.

"Se eu ordenasse, costumava dizer, que um general se transformasse em gaivota, e o general não me obedecesse, a culpa não seria do general, seria minha."
"É bem mais difícil julgar a si mesmo que julgar os outros."

    Algumas pessoas me fizeram perceber que O Pequeno Príncipe é um livro muito complexo e foi erro do mercado editorial considerá-lo infantil. Ele NÃO é infantil, mas segundo o pessoal que entendeu o livro, ele é essencial pelas lições de vida que contém na obra. Eu não consegui absorver muita coisa, mas tenho certeza que vou reler esse livro daqui a um ano e ver se mudei de opinião. Não podemos julgar o coleguinha por gosto literário nem POR NADA da vida dele, né? Amor no coração, gente. 

   E aí, vocês já leram O Pequeno Príncipe? Entenderam? O que acharam?

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas."

15 comentários

  1. Eu até entendi o livro e as lições que ele quer passar depois de pesquisar bastante, mas quando li eu já era adolescente e acabei achando o livro muito chato e bobo, talvez hoje eu teria uma opinião diferente.
    O que acho ruim é a pressão dos fãs deste livro em convencer os demais de que O pequeno príncipe é o melhor livro do mundo e não sei o que, não aceitam o fato de que tem gente que não gosta hahaha
    Adorei a resenha, muito sincera =D

    Beijão
    Toca da Lebre

    ResponderExcluir
  2. Oii Clarissa, tudo bem ? Eu li esse livro duas vezes, quando era criança e quando era a adolescente já, na primeira vez eu não entendi quase nada sabe, achei que era um livro só sobre uma raposa e um príncipe, mas quando li a segunda vez entendi a profundidade da história, na minha opinião e igual vc disse na resenha é um livro mais reflexivo mesmo, cheio de ensinamentos. Eu gostei muito quando li a segunda vez, leia daqui alguns anos quem sabe vc não aproveita melhor a leitura né mesmo.
    -Beijos, Carol!
    http://entrehistoriasblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, Clarissa!
    O negócio desse livro é você ler em várias idades diferentes.
    A primeira vez que li (li não, leram pra mim), eu era pequena e meu entendimento do livro foi totalmente diferente do que foi quando li alguns anos depois. Acho que esse é o motivo de ser tão famoso. Não acho que seja o melhor livro do mundo, mas existem muitas lições legais nele.
    E não se sinta mal por não ter entendido. Acho que eu só entendi, porque minha mãe e minha avó me ajudaram muito com ele quando eu era nova haha
    Adorei o fato de você ter sido super sincera.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  4. Eu amei tanto que sempre que posso leio, e o meu livro foi da minha mãe, tem mais de 40 anos!!!

    ResponderExcluir
  5. Eu li quando já era adulta e também achei ele bem... difícil de entender. As frases mais conhecidas são realmente lindas, e o conjunto todo ficou ótimo, mas é complexo de se compreender e também não entendi tooooda mensagem do livro. Mesmo assim, eu gostei bastante, acho que não tinha esse pensamento tão crítico na época que li, mas concordo com o que tu falou :D

    Beijinhos :D
    tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Clarissa, tudo bem? Eu acho que livro infantil pode ser complexo, já li muitos assim, mas não sei a classificação de O pequeno príncipe, não sou boa nisso rsrrss. Eu gostei bastante do livro e li duas vezes, mas já faz bastante tempo, acho até que em 2018 já esteja na hora de reler rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Oi Clarissa!
    Eu adoro esse livro e por isso sugiro que você dê alguns anos e tente ler de novo. Eu li quando criança, aos 15 e aos 21 anos e tive 3 visões completamente diferentes.

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  8. Aaaaaah esse clássico <3 não tem como não amar, a cada vez que o lê você sai com uma moral diferente e sonhando como o pequeno príncipe! Adorei sua resenha, os quotes que separou são lindos!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oii Clarissa! Tudo bom com você? O seu blog é muito lindo <3
    Bom, eu nunca li esse livro, apesar dele ser famoso. Se foi complexo para você, para mim seria muito mais então hahah Tem livros que eu fico meia hora lendo o mesmo paragrafo para ver se entendo, acaba que eu não entendo e acabo pulando aquele paragrafo kkkkk. Gostei muito da sua sinceridade. Um beijoo!

    Sonho Inverossímil

    ResponderExcluir
  10. Oi!!! Eu nunca li o livro, comprei ele,mas acabei dando de presente. Realmente tem lições muito grandes e que é bom ler em várias fases da vida. Cada uma delas vai te ensinar de uma maneira diferente. Bjos ❤

    Click Literário

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Obrigada por essa resenha! Nunca tive oportunidade de conversar com alguém sobre esse livro e foi ótimo ler esse relato. Eu comprei esse livro quando pequena e foi na minha primeira bienal, então tenho um carinho por ele. Mas confesso que quando li quando pequena não consegui absorver muita coisa e não cheguei ao final. Só agora que consegui lê-lo novamente e finalizar a leitura, e concordo com você. Mesmo assim continuo com o carinho e, claro, marcando os quotes que são incríveis.
    Amei muito a sua sinceridade, não vi muitas resenhas assim por aí a respeito desse livro!

    Beijos!
    our-constellations.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Ai, por isso tenho medo de ler esse livro, ou você ama, ou você odeia haha
    Acho que a gente precisa estar no "espírito" do livro quando for lê-lo, seja ele qualquer, inclusive esse. Por exemplo, agora tô mais no espírito dos livros mais simples, mas já estive no dos clássicos, sabe? Se eu não tiver no tempo deles e for lê-los, dá tudo errado e não entendo nada, isso se eu conseguir terminar ahsuahsu pode ter acontecido isso, mas não é pra se sentir culpada mesmo, cada um no seu tempo e lendo o que lhes faz bem é o que há. Se não gostou, passa pra outro e viva la vida, tem tanto livro esperando pra ser lido <3
    Neoguedes

    ResponderExcluir
  13. Oi, Clarissa!
    Eu adoro o livro, mas confesso que não entendi muito bem da história em si. O que gostei mesmo foi dos ensinamentos dele...
    E eu não acho ele um livro infantil. Tem algumas passagens bem confusas para uma criança entender.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do Natal Literário e ganhe prêmios maravilhosos

    ResponderExcluir
  14. Dei o livro d'O Pequeno Príncipe para uma prima minha de 11 anos, acho esse livro ótimo para incentivar a leitura entre os jovens, comigo a experiência foi muito boa, já que minha prima adorou o livro, espero que ela vira uma grande leitora quando crescer =D
    Conheci seu blog hoje e já amei!
    Beijinhos

    Toca da Lebre

    ResponderExcluir
  15. Eu já li esse livro 2 vezes e ainda tenho minhas dificuldades para entendê-lo (por mais que da segunda vez eu tenha 'absorvido' um pouco mais). Mas acho que não é todo mundo que consiga lê-lo e entendê-lo e não fico mais frustrada por isso. Acho que absorvi o que era necessário para mim no momento e que talvez, no futuro, eu possa absorvê-lo mais.

    https://thatisrealme.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!

por aqui...

algumas parcerias e informações