1

Delírios de Consumo na 5ª Avenida
Sophie Kinsella

2

Alice no País das Maravilhas
Lewis Carroll

3

Tudo e Todas as Coisas
Nicola Yoon

4

A Garota do Calendário #6
Audrey Carlan

5

Querido John
Nicholas Sparks

RESENHA: After - Anna Todd

17 setembro 2017


After
Anna Todd
Editora: Paralela
Ano: 2014
Páginas: 528
Adicione no Skoob - Compre aqui - Sinopse: No primeiro livro, Tessa, de 18 anos, sai de casa, onde mora com a mãe, para ir para a faculdade. Até então sua vida se resumia a estudar e ir ao cinema com o namorado doce que conheceu ainda criança. No primeiro dia na faculdade, onde ela passa a dividir o quarto com uma amiga que adora festas, Tessa conhece Hardin, um jovem rude, tatuado e com piercings que implica com seu jeito de garota certinha. Logo, no entanto, os dois se envolvem e Tessa, que era virgem, vê sua sexualidade aflorar. Hardin é inspirado em Harry Styles, um dos membros do One Direction. Os outros quatro músicos da banda – Zayn, Niall, Louis e Liam – também viraram personagens na trama. Tessa logo descobre que Hardin possui um passado cheio de fantasmas e os dois começam um relacionamento intenso e turbulento. Depois dele, ela nunca mais será a mesma.

       Vou começar dizendo logo que conheço After desde antes de virar livro. Sou da época em que fanfics eram as obras mais bem escritas para pré-adolescentes, e eu era uma dessas. Mas mesmo tendo lido dezenas de fanfics, After nunca foi muito minha praia porque eu nunca fui fã da One Direction. Assim que a Anna Todd transformou After em livro, veio a vontade de finalmente ler e ver o porquê de tanto sucesso tanto no Wattpad, quanto nas livrarias. Aproveitei o tema do Clube do Livro do mês de Agosto (resenha atrasadíssima), Comprei pela capa, e comprei After pela capa e também pela curiosidade de anos e anos atrás. Resultado? Queria nem ter gastado meu dinheiro com isso. 

"'É claro que você não consegue entender o apelo do Mr. Darcy'. Nesse momento me lembro da coleção de romances nas prateleiras no quarto de Hardin. Aqueles livros não podem ser dele? Ou podem?
'Um homem grosseiro e insuportável que se transforma em um heroi romântico? Isso é ridículo. Se Elizabeth tivesse alguma noção, teria mandado o cara se f*der logo de cara'."

        Em After, Tessa Young, de 18 anos, vai para faculdade, como sua mãe sempre sonhou, e precisa lidar com sua nova vida em um alojamento universitário. Ela cursa Letras e sempre foi apaixonada pela literatura e escrita, querendo trabalhar uma editora no futuro e escrever um livro. Assim que Tessa conhece sua colega de quarto, Steph, sabe que vai se meter em uma enrascada. Ela e seus amigos são totalmente o oposto das antigas amizades de Tessa e do namorado dela, o Noah. É aí que ela conhece um dos amigos rebeldes com tatuagem e piercing de Steph, Hardin. Eles se odeiam tanto que não conseguem passar um segundo sem insultos e ironias e, claro, não é nada impossível imaginar o que acontece depois. 

       Inicialmente, me vi em Tessa. Toda a ingenuidade, planejamento, metas de vida e até mesmo seu amor pela literatura era idêntico ao meu. Foi um erro me imaginar como Tessa. Nunca se imagine como a protagonista de um romance erótico ex fanfic. Tessa Young é além de ingênua, completamente imatura. Ela tem apenas 18 anos, não podemos esperar tanta maturidade, mas EU tenho 18 anos e a cada página brigava com Tessa por ter dito ou feito coisas inúteis só pela opinião e aprovação dos amigos. Também foi bom ler o quanto ela se deu mal por isso porque mostra que existe sim quem vai pela cabeça de novas amizades quando começa a Universidade. Eu não fiz isso e jamais faria e parei de me comparar com Tessa ainda no primeiro capítulo. 

       Gostei bastante da escrita da Anna Todd e de ela ter citado clássicos da literatura inglesa como os de Jane Austen e Charlote Brontë, mesmo que ela tenha feito isso tentando aproximar o romance de Tessa e Hardin a por exemplo o de Elizabeth e Mr. Darcy, o que foi ERRADÍSSIMO. O livro é bem estilo fanfic, mas me lembrou bastante o estilo de Paula Pimenta. É gostoso de ler, só não é gostoso ler a história de "amor" entre Tessa e Hardin. Vamos falar sobre Hardin? Cansei de xingar o coitado não só mentalmente, mas via mensagens para meus amigos. Peço desculpas a quem teve que me aguentar remoendo meu ódio pelo livro. Li algumas resenhas enquanto lia o livro pra saber se só eu estava odiando, e algumas meninas diziam que é IMPOSSÍVEL não se apaixonar pelo Hardin. Bem, é possível sim porque o personagem masculino que eu mais odeio em mais de 100 livros lidos é o próprio Hardin. Não existiu um mísero momento em que eu admirei algo que ele fez ou disse, pois sabia que ele não seria capaz de sentir algo real pela Tessa. Hardin é um salafrário e, claro, já começou puxando Tessa para as coisas ruins. 

       Não pretendo dar spoilers aqui. Acho que quem tiver coragem de dar seu tempo e disposição para After, DEVE fazer isso assim como eu fiz. Acho que é muito bom ler livros que não te agradem de vez em quando, só assim damos mais valor aos que realmente são bons. Tessa foi trouxa o livro inteirinho, fez decisões absurdas que envolviam não só ela, perdoou Hardin cegamente a cada burrada gigantesca, agiu como inocente e como se não soubesse falar por si só. Foi a linda mocinha que não faz nada além de respirar pelo mocinho o livro todo. Já Hardin, sinto que deveria aceitar seu jeito machista, egoísta e ciumento pelo seu passado terrível que é tão falado no livro. Mas quer saber? Trauma nenhum explica as atitudes dele. Tem gente que passou por coisa pior e não fica desmerecendo os outros ou fazendo pouco caso. Hardin não merece meu consolo! 

     Quanto aos outros personagens, não digo nada. Mal foram citados e creio que a autora vá se aprofundar na relação deles com Tessa e Hardin nos outros 3 livros, que eu não lerei.

P.S: ALERTA DE RELACIONAMENTO ABUSIVO!







  1. Oi, Clarissa!
    Eu nunca quis ler esse livro e depois que vi alguns comentários, desisti de vez mesmo.
    Uma amiga minha leu até o segundo e ela disse que esse segundo se enquadra todo na Maria da Penha que fiquei enojada.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio de aniversário do Balaio de Babados e O que tem na nossa estante
    Participe do sorteio de aniversário do Pausa Para Pitacos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu desisti total da série, não vale a pena!
      Agora que não continuo MESMO! Não acredito que tem agressão no segundo :O

      Excluir
  2. Oi!!! Uau, primeira resenha negativa que leio e realmente ser abusivo não é legal. Se eu for ler, será por curiosidade e compraria em ebook. Bjos ❤

    Click Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor comprar em e-book mesmo, físico é bem caro e ainda corre o risco de você não gostar do livro, como eu haha

      Beijoss

      Excluir
  3. Oi Clarissa, nossa, eu juro que estava com as expectativas altas, mas agora vou baixá-las rs Pretendo ainda ler porque assim como vc bateu a curiosidade sobre a autora e os motivos de ser tão famoso, mas já vou com um pé atrás rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É importante ler, Mi. Mas é bom baixar as expectativas logo hahaha

      Beijos!

      Excluir
  4. Oi Clarissa, que pena que foi um tempo e dinheiros mal gastos. Alias se antes eu não tinha vontade nenhuma de ler esse livro e agora é que não vou pegar mesmo ^^.

    Abraços
    http://www.auniversitaria.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena se você tiver curiosidade, caso não tenha, acho que é bom cair fora mesmo haha

      Excluir
  5. Oi, Clarissa!
    Essa série foi uma montanha-russa pra mim.
    Na época que li os dois primeiros, não me dei conta de como Hardin era um babaca. Talvez por ser um pouco mais nova, ter outra cabeça, não sei explicar... Porém, parei depois de ler o segundo e só voltei a ler alguns meses atrás.
    O quatro livro foi o que eu mais gostei, exatamente por mostrar uma mudança na atitude dele. O último então, eu nem reconhecia ele de tanto que mudou! No final até comecei a gostar dele, viu hahaha
    Mas entendo muito bem a sua opinião e, mesmo com a mudança, eu não sei se recomendaria a leitura para alguém.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo bem. Acho que o nível de maturidade muda demais com a idade e com mais leituras. Juro que se eu tivesse lido After anos atrás, acharia lindo as atitudes do Hardin. O famoso bad boy convertido. Hoje acho ridículo haha.
      Acho que não continuaria a leitura porque realmente não tenho paciência de esperar Hardin mudar ou algo assim. Sinto que a Tessa ainda tem muito papel de trouxa pra fazer..

      Beijoss

      Excluir
  6. Oi Clarissa!

    Vixe! De livro sobre relacionamento abusivo estou fora! Gostei da resenha, pois me fez ter mais certeza de que é um livro que nunca lerei. Não me identifico com esse tipo de leitura.

    Beijos

    Vivian
    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu pensei bem assim. To fora, Hardin!!

      Beijoss

      Excluir
  7. Oi, Clarissa!

    Nunca tive muito interesse em ler esse livro, justamente pela romantização do relacionamento abusivo... Acho isso muito errado e, como você, acredito que ficaria morrendo de raiva do Hardin durante a leitura HAHAHA

    Beijos,
    Isa
    Viciadas em Livros
    Participe do Amigo Secreto Literário do Viciadas em Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma romantização muito tosca viu!! Não gostei real e não tenho medo de deixar claro que o livro foi bem abusivo haha

      Beijoss

      Excluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!