1

Delírios de Consumo na 5ª Avenida
Sophie Kinsella

2

Alice no País das Maravilhas
Lewis Carroll

3

Tudo e Todas as Coisas
Nicola Yoon

4

A Garota do Calendário #6
Audrey Carlan

5

Querido John
Nicholas Sparks

5 livros que abandonei, mas merecem uma segunda chance

25 setembro 2017
       Não sei vocês, mas eu, particularmente, não consigo forçar uma leitura que não me segurou nem em questão de curiosidade. Tenho alguns livros abandonados na minha estante física e até mesmo virtual, pelo Skoob e, como recentemente tive uma experiência de ler um livro abandonado e me apaixonar, resolvi selecionar aqui 5 livros que abandonei, mas que com certeza merecem uma segunda chance no meu coração. Seguinte, acredito fielmente que existem momentos e momentos. Por exemplo, quando eu tinha 13 anos de idade, não gostei da narrativa de Lola e o Garoto da Casa ao Lado, da Stephenie Perkins, e abandonei. Anos depois (cinco, pra ser mais exata), resolvi reler o livro por causa do Clube do Livro que participo e me apaixonei. Talvez na primeira vez que li, o conteúdo do livro não tenha me prendido por eu não ter me identificado ou até mesmo por não ter costume em ler muitos livros naquela época. Tentarei ler esses 5 livros que selecionei pro post até o fim do ano, pois sei que posso sim gostar e olhar pra eles com outros olhos!

Cidade dos Ossos, Cassandra Clare


Creio que comecei essa leitura em 2013 e abandonei no primeiro capítulo por não me sentir conectada à história. Hoje, quero muito começar o livro novamente e quem sabe me identificar com a minha xará literária, a Clarissa (Clary) Fray. 

Um mundo oculto está prestes a ser revelado... Quando Clary decide ir a Nova York se divertir numa discoteca, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer... Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.



Garotas de Vidro, de Laurie Halse Anderson


Uma amiga me indicou esse livro em 2015 e lembro que me apaixonei pela capa e pela sinopse que ela me contou oralmente. Esse livro é exatamente o tipo que eu costumo amar, com assuntos sociais e sérios que precisam ser discutidos. Não sei o porquê de ter abandonado Garotas de Vidro, mas tenho certeza de que NÃO foi por não ter gostado.

Lia está doente e sua obsessão pela magreza a deixa cada vez mais confusa entre a realidade e a mentira. Mas ela perde totalmente o controle quando recebe a notícia de que sua melhor amiga, Cassie, morreu sozinha em um quarto de motel. E o pior: Cassie ligou para Lia 33 vezes antes de morrer. O que começou como uma aposta entre duas amigas para ver quem ficaria mais magra tornou-se o maior pesadelo de duas adolescentes reféns de seus próprios corpos. Ao negar seu problema, Lia impõe a si mesma um regime cruel em que contar calorias não é o bastante. Ao omitir seu desespero, apela ao autoflagelo numa tentativa premeditada de aliviar seus tormentos. Seus pais e sua madrasta tentam ajudá-la a qualquer custo, mas nem mesmo sua doce irmã, Emma, consegue fazer com que Lia pare de se destruir. Agora, Lia precisa encontrar um modo de lidar com todos os seus fantasmas, e a morte de Cassie é um deles. Garotas de Vidro é uma história intoxicante sobre a autorrepugnância e a busca pela identidade. Neste livro, Laure Halse anderson aborda de modo realista a dolorosa condição de jovens que sofrem de transtornos alimentares e sua complicada relação com o espelho e consigo mesmos.

O Livro das Princesas, de Meg Cabot, Paula Pimenta, Lauren Kate e Patrícia Barboza


Confesso que esse abandonei por preguiça. Era um momento bem apertado da minha vida escolar e acabei tendo que deixar de lado, mas ainda continuo querendo terminar minha leitura já que sou apaixonada pela Meg Cabot e seus intermináveis livros do Diário da Princesa (falta apenas um pra mim!) e pela escrita da Paula Pimenta e da Lauren Kate, de Fallen. 

As mais populares autoras contemporâneas norte-americanas, Meg Cabot ('Diário da Princesa e A Mediadora') e Lauren Kate (Fallen), se unem às brasileiras e igualmente bem-sucedidas Paula Pimenta ('Fazendo Meu filme') e Patricia Barboza ('As mais') em uma coletânea que reinventa contos de fadas clássicos e traz para a realidade das crianças e jovens de hoje em dia. Uma Cinderela Dj, uma Rapunzel popstar, a Fera se apaixona por uma supermodelo, e existem unicórnios na história da Bela Adormecida. 'O Livro das Princesas' é o novo clássico. Meg Cabot recria a história de 'A bela e a fera' em 'A modelo e o monstro'. A bordo de um transatlântico de Miami para Santos, em São Paulo, Belle, uma modelo famosa, irá questionar os próprios valores depois de conhecer um rapaz misterioso e gentil, que se esconde nas sombras. Em 'Princesa pop', Paula Pimenta reinventa 'Cinderela'. Cintia vê seu cotidiano virar de cabeça para baixo depois da separação dos pais: vai morar com a tia, se afasta do pai e, principalmente, deixa de acreditar no amor. Até que um encontro inesperado e revelador a faz rever as próprias escolhas. 'A bela adormecida' é recontada por Lauren Kate em 'O eclipse do unicórnio'. Duas realidades e três personagens têm seus destinos entrelaçados: um jovem que levou um fora da namorada e se vê obrigado a participar de uma excursão da escola para Paris, uma princesa que há séculos foi vítima de uma maldição e o unicórnio responsável por sua desgraça. Patricia Barboza reconta a história de 'Rapunzel' em 'Do alto da torre'. Camila tem cabelos muito compridos por causa de uma promessa feita pela madrinha quando estava doente, mas que acaba quando ela fizer 15 anos. Finalmente ela poderá cortar o cabelo e ser normal como as outras meninas. Só que um acidente com o melhor amigo vai mostrar que primeiro ela precisa aceitar quem realmente é.

Perdidos Por Aí, de Adi Alsaid


Li esse livro em alguns dias em que estive em Porto de Galinhas, mas acabei abandonando quando voltei pra casa por frescura. A verdade é que eu queria ter terminado o livro durante a viagem, para viver um pouco da mágica real do enredo. Acho que já posso encaixá-lo na minha próxima viagem, né? haha


Quatro jovens ao redor do país têm apenas uma coisa em comum: uma garota chamada Leila. Ela entra na vida de cada um com seu carro absurdamente vermelho no momento em que eles mais precisam de alguém. Entre eles está Hudson, mecânico em uma cidadezinha, que está disposto a jogar fora seus sonhos de amor verdadeiro. E Bree, uma garota que fugiu de casa e curte todas as terças-feiras — além de algumas transgressões ao longo do caminho. Elliot acredita em finais felizes... até sua vida sair totalmente do script. Enquanto isso, Sonia pensa que, quando perdeu o namorado, também perdeu a capacidade de amar. Hudson, Bree, Elliot e Sonia encontram uma amiga em Leila. E, quando ela vai embora, a vida de cada um deles está transformada para sempre. Mas é durante sua própria jornada de quase sete mil quilômetros através do país que Leila descobre a verdade mais importante: às vezes, aquilo de que você mais precisa está exatamente no ponto onde começou. E talvez a única maneira de encontrar o que você está procurando seja se perder ao longo do caminho.

 Revolução dos Bichos, de George Orwell


Mais um da preguiça. Meu pai que me indicou esse livro e me falou tão bem que comecei a ler na mesma hora. O grande problema é que eu estava em pleno fim de Ensino Médio e queria encontrar nos livros uma escapatória e não uma narrativa com conhecimento e meio intelectual. Hoje, estou chocadíssima lendo 1984, do mesmo autor e creio que A Revolução dos Bichos vai estar nas minhas próximas leituras também!

Verdadeiro clássico moderno, concebido por um dos mais influentes escritores do século 20, 'A Revolução dos Bichos' é uma fábula sobre o poder. Narra a insurreição dos animais de uma granja contra seus donos. Progressivamente, porém, a revolução degenera numa tirania ainda mais opressiva que a dos humanos. Escrita em plena Segunda Guerra Mundial e publicada em 1945 depois de ter sido rejeitada por várias editoras, essa pequena narrativa causou desconforto ao satirizar ferozmente a ditadura stalinista numa época em que os soviéticos ainda eram aliados do Ocidente na luta contra o eixo nazifascista. De fato, são claras as referências: o despótico Napoleão seria Stalin, o banido Bola-de-Neve seria Trotsky, e os eventos políticos - expurgos, instituição de um estado policial, deturpação tendenciosa da História - mimetizam os que estavam em curso na União Soviética. Com o acirramento da Guerra Fria, a obra passou a ser amplamente usada pelo Ocidente nas décadas seguintes como arma ideológica contra o comunismo. O próprio Orwell repetiria o mesmo gesto anos mais tarde com seu outro romance 1984, finalizado-o às pressas à beira da morte para que o mesmo service de alerta ao ocidente sobre o horrores do totalitarismo comunista. É irônico que o escritor, para fazer esse retrato cruel da humanidade, tenha recorrido aos animais como personagens. De certo modo, a inteligência política que humaniza seus bichos é a mesma que animaliza os homens. Escrito com perfeito domínio da narrativa, atenção às minúcias e extraordinária capacidade de criação de personagens e situações, A revolução dos bichos combina de maneira feliz duas ricas tradições literárias: a das fábulas morais, que remontam a Esopo, e a da sátira política, que teve talvez em Jonathan Swift seu representante máximo.

Quais desses livros vocês leram e gostaram? Tiveram abandonos por causas parecidas? haha.

  1. Que dor no coração em ver meu livro favorito nessa lista, Cidade dos Ossos (e todas as outras séries de livros envolvendo os shadowhunters). Mas, fico feliz em saber que tu daria uma segunda chance.

    Beijos,
    Blog Gaby Dahmer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh, todo mundo fala super bem da série Instrumentos Mortais e eu me sinto estranha por ter abandonado mas voltarei a ler e espero gostar hahah

      Beijos!

      Excluir
  2. eu não leio muito, mais o O Livro das Princesas, de Meg Cabot, me chamou bastante atenção, já quero ler

    ResponderExcluir
  3. Oi. Eu também acredito que tudo tem seu momento certo. Só li O livro das Princesas e amei! Achei maravilhoso os quatro contos que até hoje quero ler Os livros do vilões. Perdidos por aí está na minha wishlist já mas não comecei por preguiça.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que vou ler esse em breve, acho muito fofa a proposta!!

      Beijão!

      Excluir
  4. Leia Cidade dos Ossos sim! Não irá se arrepender <3
    Estou louca para ler O Livro das Princesas, e esse Garotas de Livros, apesar que só de ler a sinopse, já estou com o coração apertado haha.
    Eu vivo deixando livros de lado para ler outros, minha vida literária é uma bagunça sem tamanho!
    Ps: Amei seu blog, você acaba de ganhar mais uma seguidora <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irei sim!!
      Exato, mas é bom ler livros pesados assim de vez em quando. Eu gosto muito.
      HAHHAHAHA eu tento organizar a minha pelo blog porque se não fosse por ele...

      Obrigada!!!!

      Excluir
  5. Abandonei o livro Paixão de Lauren Kate e O Morro dos Ventos Uivantes, estou pensando em dar uma nova chance a eles, pois li algumas resenhas que me deixaram interessada. Acredito que tem o momento certo de ler mesmo. Adorei o post :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Morro dos Ventos Uivantes eu li inteiro, mas como era muito nova não entendi muito bem. Vou reler esse ano com a graça hahaha. Mas dê uma nova chance aos dois, principalmente Paixão!!!!

      Excluir
  6. Oi, Clarissa!
    Li até Cidade das Cinzas, mas foi mais pelos outros personagens do que Jace e Clary...
    Confira minha opinião sobre Autoboyography, romance YA LGBT de Christina Lauren, da série Irresistível.
    https://balaiodebabados.blogspot.com.br/2017/09/resenha-208-autoboyography.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Visheeee. Eu gostava bastante da Clary, não só pelo nome dela, claro hahahha

      Excluir
  7. Ah não! Largou a Revolução dos Bichos? Meu Deus, menina! Volta logo, não vai se arrepender! Adorei o texto, ri muito e me identifiquei, lembrando dos meus livros na estante... Quase todos eles precisando que eu retorne a leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lerei simmmmm. Vamos retomar nossa leitura porque ta na hora hahaha

      Excluir
  8. Não li nenhum desses livros apesar de já ter lido as resenhas deles. Geralmente minha irmã lê primeiro e diz se o livro é bom. Então, não corro o risco de abandonar a leitura.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei essa tática de irmãos hahhaha uma pena que o meu só tem 9 anos!

      Excluir
  9. Oi, Clarissa!

    Super concordo com o que você disse de às vezes o problema de não gostarmos de uma leitura é a época em que a fazemos. Hoje em dia eu leio alguns livros que com toda a certeza não gostaria se tivesse lido uns anos atrás! Mas enfim, eu também abandonei Cidade dos Ossos (achei enrolado demais e a narrativa é muito detalhada), mass gosto muito de O livro das princesas, tanto que já até cheguei a reler. Espero que você goste das leituras ao tentar retomá-las!

    Beijos,
    Isa
    Viciadas em Livros
    Participe do Amigo Secreto Literário do Viciadas em Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho super válido isso do tempo certo de ler o livro.
      Ai, vamos ver se sou capaz de abandonar 2 vezes o mesmo livro hahhaha

      Beijoss

      Excluir
  10. Oi Clarissa! Adoro ver lista de abandonados pq nao me sinto só nas desistências hehehehehe da sua lista eu só li A revolução dos bichos e super merece mesmo uma segunda chance <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHHAHAHAHA definitivamente você não está só. Darei sim uma segunda chance haha.

      Bjss

      Excluir
  11. Oi! N li nenhum desses, mas sei como é. N tenho o costume de abandonar muitos livros, mas um q eu tbm acho q merece uma segunda chance da minha parte é Assassinato no Expresso do Oriente da Agatha Christie ;)
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero muito começar a ler Agatha Christie. Gosto bastante do gênero e me falaram demais dela!!

      Bjss

      Excluir
  12. Com certeza merecem uma segunda chance! As vezes não é o momento mesmo, o importante é voltarmos a leitura em outra oportunidade :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso! É importante reler e ver se o livro é desse momento da sua vida ou não mesmo hahah

      Excluir
  13. Oi, Clarissa!
    Quase chorei por ver livros que eu amo nessa sua lista hahaha
    A série Os Instrumentos Mortais está guardada no meu coração <3 Eu me apaixonei por Jace logo de cara e me senti representada por ele, pois temos várias características iguais hahaha
    Garotas de Vidro foi uma leitura maravilhosa. Achei impactante e muito boa a escrita da autora.
    E Meg Cabot? Poxa, a autora que me colocou nesse mundo da leitura <3 Ela é sensacional!
    Espero que você consiga voltar essas leituras e que goste de todas elas.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHHAHAHA entendo que dói, mas me comprometo a tentar novamente hahaha
      Lerei todos esses e depois te conto se amei tanto quanto você hahhaha

      Beijoss

      Excluir
  14. Clarissa menina adorei seu blog, já estou seguindo viu!!!
    Gostei muito do seu post e te entendo bem sobre essa questão de cada livro ter o tempo certo a ser lido e se forçarmos acabamos não aproveitando a leitura. Então sobre os títulos escolhidos ... Cidade dos ossos, lembro que quando li estava bem ansiosa pq o filme ia sair e li antes de ir ao cinema, esperava bem mais da leitura e enquanto lia lembrei de vários outros livros que já tinha lido e fiquei me perguntando onde estava a originalidade ... Mas após ver o filme e a série (que a pesar de diferente é muito boa) percebi que o problema tinha sido em mim, que não tinha conseguido imaginar alguns detalhes criados pela autora. Até hoje tenho toda série mas ainda não li, estou pensando me focar nela ano que vem sem falta. Quem sabe fazemos algo juntas!? Vamos amadurecer a ideia.

    Dê sim uma segunda chance ao livro Garotas de vidro, apesar de ter uns momentos meio cansativos e repetitivos, vale muito a pena pelo alerta sobre bulimia e anorexia. Conhecemos ambas por dentro pela ótica das meninas, sem precisar viver essas doenças (graças a Deus).

    O livro de contos, uma dica que te dou ... Leia um conto por vez ... Pode intercalar com outras leituras ou ler em meses diferentes. Faço isso e mega funciona!!!

    Enfim no mais desejo sucesso na conclusão dos outros livros. Beijos linda!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo bem, já aconteceu isso comigo com outro livro e a culpa foi minha mesmo com minha cabeça dura. Só espero gostar dos livros que coloquei no post, pois não quero ter livros abandonados na estante hahaah
      Levarei a dica dos contos pra vida!!!!!

      Beijooss

      Excluir
  15. Olá
    Leia sim, eu também acredito que todo livro tem seu tempo, andei lendo uns abandonados por aqui é o resultado foi um grande carinho por eles, naquela época eu não estava bem e a leitura não andou, mas agora a leitura foi tão agradável que alguns dos livros saíram da lista dos abandonados para a lista dos favoritos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso, eles vão acabar saindo dos abandonados para os favoritos hahahhaa

      Excluir
  16. Sei muito bem do que está falando, cada livro tem seu momento de ser lido, eu mesma abandono vários e retorno a ler...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não gosto de abandonar, mas ler um livro que abandonei me dá uma sensação de dever cumprido haha

      Excluir
  17. Olá, tudo bem? Acho que nunca abandonei um livro, sou daquelas que sempre espera que tenha algo de bom, então persisto até o fim, hehe. Quero muito ler "garotas de vidro".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Queria ser assimmmm haha mas não sei persistir em algo que não to gostando. Mas acredito mesmo no momento certo e vou dar uma chance pros meus abandonados hahahha

      Excluir
  18. Oi Clarissa, tudo bem?

    Não sou de abandonar livros, até hoje o único que abandonei foi "A Cabana", lembro que na época que comecei a ler não me senti conectada a obra, era como se faltasse algo mais, não sei explicar. Desses livros que você citou ainda não li nenhum, mas tenho o "Cidade dos Ossos" e sou louca para ler. Gostei bastante do post!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero muitooo ler A Cabana! Acho que se ler vou me sentir bastante próxima da história!

      Beijoss

      Excluir
  19. Olá Clarrisa ,tudo bom? Porque você abandonou? Não podia ter abandonados nenhuns livros, são importantes para nossa mente, acalma muuuuito rs
    Confesso que não sou tão fã por livros, mas o livro "garotas de vidro" me deixou curiosa e interessada para mergulhar de ser ler nessa história.

    Adorei o post

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha abandonei porque não consegui continuar e não sei persistir em uma leitura que não estou gostando. Mas lerei sim os que listei. Parece ser muito bommm esse sim!

      Beijos

      Excluir
  20. Cidade dos Ossos já tentei várias vezes e nunca termino. Nem é que não gostei, mas sei lá kkkk e olha que amo a autora, desde que li a trilogia anterior, Peças Infernais. Um dia, eu leio esse haha
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu espero gostar nessa segunda leitura hahaha

      Excluir
  21. olá!
    Eu antes era daquele tipo que não consegue abandonar um livro por mais que esteja sofrendo com a leitura. Só que hoje em dia eu já passei por tantas ressacas literárias que logo que eu percebo que aquela leitura não é pra mim, eu paro.
    Foi assim com Cidade dos Ossos, mas no meu caso, eu não pretendo dar uma segunda chance. Talvez para a autora, mas não pra esse livro.

    Abraços!
    https://www.youtube.com/watch?v=eLkGUZg-AzY

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso, eu sou bem assim mesmo. Procuro não ter muitas ressacas hahahha
      Vale a pena dar uma nova chance!!

      Excluir
  22. "Os lvros nos encontram..." Nem sempre estamos no momento para ler esses livros. Porém, é sempre bom quando esses livros abandonados nos surpreendem de uma maneira positiva.

    xoxox

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente por isso que preciso ler os abandonados!

      Excluir
  23. Cidade dos Ossos com certeza merece uma segunda, terceira,quarta... chance kkk amo de paixão, os outros não li ainda mas parecem bons tb.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahah todos amam e eu espero gostar nessa segunda leitura!

      Excluir
  24. São todos otimos! Falta dois livros pra terminar a serie da cassandra e essa ideia de ler um livro sobre viagem, viajando, é otima! Vou aderir na minha viagem no final do ano kkkkkk <3
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou bem louca assim mesmo, Kézia hahahah. Mas faz sentido, quero viajar junto com o livro hahhaha

      Excluir
  25. Oii, desses livros que você abandonou eu só li o das princesas e adorei. De uma nova chance a ele.

    Beijos

    ResponderExcluir
  26. De todos esses só li Cidade dos Ossos, eu gostei, mas nunca cheguei no quarto volume, ou porque enjoo antes, ou porque acabo perdendo a oprtunidade de eprestar o livro quando tenho. D:
    Cada vez que leio ele sinto uma coisa diferente, as vezes me animo, as vezes enjoa hahaha mas recomendo que tente novamente mesmo!
    by: atravesdaescrita.blogspot.com

    ResponderExcluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!