4

The Kiss Of Deception
Mary E. Pearson

5

O Orfanato da Srta. Peregrine P. C. P.
Ransom Riggs

1

826 Notas de Amor Para Emma
Garth Callaghan

2

Meu Romeu
Leisa Rayven

3

Jardim de Inverno
Kristin Hannah

RESENHA: A Garota do Calendário (Maio) - Audrey Carlan

08 agosto 2017
A Garota do Calendário  (Maio)
Audrey Carlan
Editora: Verus
Ano: 2016
Páginas: 144
Adicione no Skoob - Compre aqui
Sinopse: O quinto volume do fenômeno editorial nos Estados Unidos, com mais de 3 milhões de cópias vendidas Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Em maio, Mia vai trabalhar como modelo no Havaí, onde conhecerá Tai, um dos homens mais impressionantes que ela já viu. Com ele, Mia vai descobrir que o prazer não tem limites — e que ela deve aproveitar absolutamente tudo o que a vida tem a oferecer.

      Continuando minha saga com a leitura dos livros quase infinitos da série A Garota do Calendário, o mês de Maio foi mais um que não me alegrou muito. Ao contrário dos outros quatro, a contratação da Mia foi muito menos sem motivos do que das última vezes. 

ESTA RESENHA NÃO CONTÉM SPOILERS DOS LIVROS ANTERIORES

      Para quem ainda não conhece a história da série A Garota do Calendário, Mia Saunders está à procura de uma forma de pagar uma dívida absurda que seu pai tem com um agiota, já que o próprio está de coma por causa desta bendita dívida. Ela acaba trabalhando na empresa de acompanhantes da sua tia, onde todo mês seria mandada para um lugar diferente para trabalhar como acompanhante de homens que precisem fingir que têm um relacionamento sério para a mídia. Pareceu simples no início, mas Mia logo percebe que manter a classe e fugir do preconceito para com esse tipo de emprego é mais difícil do que ela imaginou.

     Alguns livros até o Maio, que é o quinto, me decepcionaram justamente por serem meio vazios enquanto outros tem tanto sentimento e descobertas na vida de Mia. Sempre repito que ao contrário do que todos pensam, NÃO, ela não vai se apaixonar por um cara a cada livro. Ela vai aprender algo com cada um deles e, por incrível que pareça, uns foram essenciais na vida de Mia, a fazendo olhar para si própria e se redescobrir. 

    Em Maio, Mia está no Havaí para ser acompanhante de um fotógrafo que precisa de modelos para sua campanha. Este nem é tão relevante na história como o Tai Niko, que ela conhece por lá e de cara já o deseja sem mais nem menos. É automático e eu achei mais rápido do que um raio. E acreditem: com uma reciprocidade absurda. Ainda tive fé e esperanças no tal Tai, pois a cultura retratada no livro ainda me conquistou. Tai era uma família enorme e a cultura deles, chamada de samoana, é diferentíssima com tatuagens que significam coisas bem importantes e, sinceramente, eu imaginava o cenário de Moana enquanto lia.

"No momento em que eu estava prestes a questionar o que ele disse, o homem a quem chamavam de Tai se moveu para nos encontrar. Quando digo se moveu, era como se a terra tivesse se separado, formando um caminho só para ele. Todo o som pareceu desaparecer, e o ambiente se concentrou apenas na caminhada daquele homem pela areia. Ele era de tirar o fôlego."

  O grande problema do livro é que nada acontece. Nada relevante acontece! Não é como nos outros livros, que Mia aprende algo e tudo parece fazer sentido. Senti que Tai não acrescentou em nada na vida dela e que foi apenas uma diversão e por parte do real acompanhante (casado) um projeto de modelos que a rendeu milhões para salvar seu pai. Além disso, nada chamou minha atenção.

"Primeiramente, eu tinha de parecer uma irmã normal mais velha responsável e normal. Não podia mencionar meu trabalho nem o fato de que o querido, velho e bêbado pops estava convalescendo em um hospital público, porque meu ex-namorado - um agiota - deu uma surra nele. Caramba, isso soava péssimo até na minha cabeça."

  Fora do romance no entanto, o começo do livro teve momentos lindos com a família de Mia e sua irmã, que raramente é falada nos livros, mas que sempre está presente de alguma forma. Agora Mia teve que lidar com a sensação de estar perdendo sua irmãzinha para o mundo adulto e isso me deixou ansiosa para o próximo livro, esperando mais de Mia, com certeza.
 

  1. Oie!
    Acho que quando uma série tem muitos livros, o autor acaba meio que se perdendo e enrolando em alguns pra guardar a melhor ideia pro fim, daí no meio tem esses livros mais vazios, que sinceramente, me decepcionam um pouco. Acho a história bem diferente, com o lance de ser acompanhante e tal, mas me dá sono só de pensar que são muitos livros hahaha

    Beijinhos :D
    tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Raquel. É uma pena isso, mas fico aqui no aguardo pelo fim ansiosa haha. Olha, antes me dava sono também, mas agora quero muito terminar a série!

      Beijoss

      Excluir
  2. Oi, Clarissa!
    Eu boto muita fé em quem continuou essa série..
    Pelas resenhas que li, ela só volta melhorar mesmo a partir do livro de Julho se não me engano.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Concorra ao livro Depois do Fim autografado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esperoooo, eu realmente quero muito terminar a série, espero que nos próximos livros tudo melhores! Beijoss

      Excluir
  3. Oeee!
    Esse tu não gostou? :C Eu fico curiosa com essa série, porque pelo amor, tu já leu 5 livros dela! Nunca cheguei tão longe numa série, o máximo eu acho que foi O Diário da Princesa da Meg Cabot, porque meu bem, que livros maravilhosos e rápidos de se ler!
    É fogo quando um livro da série vem sem muito acontecimento, né? Parece que o autor só continuou por continuar. Me desanima muito D:
    Beijos
    Se Esse Mundo Fosse Meu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simm. Espero conseguir terminar, miga. Tenho esperanças de que tudo melhora daqui pra frente e que a autora tenha escrito algo que valha a pena ser lido!

      Beijoss

      Excluir
  4. Oi.
    É tão ruim quando um livro não nos conquista, eu confesso que em seu lugar já teria abandonado essa série, justamente porque fico com aquela sensação que terá livros que nada acontece.
    Amei a resenha sincera.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já eu tenho a sensação contrária, Camila. To sentindo que ainda vem coisa legal nessa série e to bem curiosa em relação a uma pessoinha na série, então quero continuar pra ver no que dá.

      Beijosss e obrigada!
      Próxima Primavera

      Excluir
  5. Oi
    pena que não curtiu esse e que não acontece nada de interessante na história,
    tai uma série de livros que eu não me interesso em ler.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não me interessava, mas acabei me envolvendo e agora só espero o destino de alguns personagens!

      Excluir
  6. Ai que chato quando esperamos algo da personagem e não acontece nada.. deixa a gente com vontade de pegar outro livro logo..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é!! Senti exatamente isso nesse livro :(

      Excluir
  7. Oi Clarissa! Não sou muito fã desses hots, quem gosta é a Irene. Mas gostei da resenha, porém é super chato quando você espera algo que acrescente na história e nada acontece. Séries com muitos livros, pode acontecer isso. Eu tive essa experiência com House of Night. São vários livros da série e alguns deles não foram relevantes. Desisti no meio do caminho...infelizmente...

    Beijos

    Vivian
    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade. Você aposta tanto que no final só se arrepende de ter apostado tanto e ele não ter sido aquelas coisas todas!
      Beijoss

      Excluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!