2

A Caderneta Vermelha
Antoine Laurain

3

Extraordinário
R. J Palacio

4

A Garota do Calendário #5
Audrey Carlan

5

Meu Nome é Albert!
Ronaldo Viana S.

1

Duff
Kody Keplinger

RESENHA: Duff - Kody Keplinger

19 julho 2017
Duff
Kody Keplinger
Editora: Globo Alt
Ano:2016
Páginas: 328
Adicione no Skoob - Compre aqui
Sinopse: Bianca Piper não é a garota mais bonita da escola, mas tem um grupo leal de amigas, é inteligente e não se importa com o que os outros pensam dela (ou ela acha). Ela também é muito esperta para cair na conversa mole de Wesley Rush - o cara bonito, rico e popular da escola - que a apelida de DUFF, sigla em inglês para Designated Ugly Fat Friend, a menos atraente do seu grupo de amigas. Porém a vida de Bianca fora da escola não vai bem e, desesperada por uma distração, ela acaba beijando Wesley. Pior de tudo: ela gosta. Como válvula de escape, Bianca se envolve em uma relação de inimizade colorida com ele. Enquanto o mundo ao seu redor começa a desmoronar, Bianca descobre, aterrorizada, que está se apaixonando pelo garoto que ela odiava mais do que tudo.

 

      Sou completamente apaixonada pelo filme The Duff e indico pra todas as pessoas que conheço. Ele é simplesmente o filme que explica toda a minha vida. Sim, eu fui uma Duff! Por todo o Ensino Médio e só vim descobrir quando assisti ao filme. Tá, não faz muita diferença descobrir isso e muita gente fala que ficar se chamando de Duff não faz muito bem. Mas eu não sei vocês, eu digo brincando mesmo. Pra você que não sabe, a Duff é a amiga menos querida do seu grupinho de amigas. A sigla significa designated ugly fat friend (a amiga feia e gorda), mas na prática mesmo quer dizer que se você é Duff, você é a mais "abandonada" entre suas amigas. Conhecendo o filme, me vi na Bianca Piper por ela ser bem na dela, tímida e com todas aquelas características de Duff, mas não deixando de ser confiante. Foi por isso que li o livro Duff, lançado em 2016 pela Globo Alt, mas que existe desde 2010 e INSPIROU o filme. Eu jurava que o filme era do livro, mas não. Foi apenas inspirado porque a história é totalmente diferente e eu não gostei tanto quanto a do filme. 

"Depois de pensar nisso por um tempo, decidi que havia muitos benefícios em ser uma Duff.
Beneficio 1: não é preciso se preocupar com cabelo ou maquiagem.
Beneficio 2: não há pressão para ser descolada - não é para você que estão olhando.
Beneficio 3: sem problemas com garotos"

      No livro, Bianca Piper é uma menina que já cansou de sofrer na mão do ex namorado e agora seu coração é de pedra. Suas duas melhores amigas são as pessoas que ela mais confia na vida e as três são inseparáveis. Wesley Rush é o cara mais famosinho da escola e tem fama de ficar com todas as meninas bonitas. O que ele não conseguiu ainda foi ficar com as duas amigas de Bianca e é assim que ele se aproxima dela para chamar a atenção das meninas. Bianca considera Wesley o cara mais idiota do planeta justamente pelo que ele faz com as meninas e por chamá-la de Duff, mas acaba aliviando seu estresse quando agarra Wesley no bar. E é assim que a 'inimizade colorida' deles dois se torna um problema para Bianca. Ela não podia se apaixonar por Wesley. 

"Tanto drama, se eu fosse uma esnobe de Manhattan, podia ser uma personagem de Gossip Girl. (Não que eu assista aquele seriado podre... com frequencia... até onde minhas amigas sabem...) Por que minha vida não podia ser um seriado? Mas, bem, até o elenco de Friends era problemático."

      Achei a Bianca do livro muito tapada. Entendi o sofrimento dela e o porquê de ela precisar de um modo de descontar sua raiva. Mas com Wesley? Ele é um cara deplorável no livro e realmente só quer saber de meninas e meninas e meninas. Ele humilha um pouco Bianca por ela ser menos bonita que suas amigas e ela acaba ficando com ele? Eu JAMAIS faria isso. Podia ser o Justin Bieber! Além de tudo isso, a história me pareceu muito monótona e sempre as mesmas coisas acontecendo. Uma briga? Bianca corre pra Wesley. Um dia ruim? Bianca corre pra Wesley. 


     Percebi sim que o filme foi uma adaptação completamente fofinha do livro já que não contém nenhuma cena de sexo - que no livro tá estampado em quase todos os capítulos. A Bianca do filme realmente sofre as consequências do novo apelido de Duff e esse é o foco! Já no livro, o apelido nem é muito aprofundado e creio que por isso que não chamou muito a minha atenção. Eu tinha gostado do filme porque eu me via na Bianca e via que o que ela fez no filme foi um ato de confiança do tipo "não sou Duff coisa nenhuma!". Tudo isso tornou o filme mais... Disney. Com uma lição no final. Sei que 99,9% dos livros são melhores que os filmes, mas a história da Bianca Piper no filme ganhou em disparada na minha opinião. Não me relacionei com a Bianca do livro e cada coisa que ela fazia eu achava mais idiota e estúpido. Vi resenhas do livro que consideravam a Bianca do livro mais pé no chão e menos sonsa. Eu n-ã-o penso assim haha. Mas foi uma boa experiência ter lido a história real de Bianca Piper! 

ESSE É UM DOS LIVROS DA MINHA META DE LEITURA PRO MÊS DE JULHO 

1. DUFF - KODY KEPLINGER
2. THE KISS OF DECEPTION - MARY E. PEARSON
3. A CADERNETA VERMELHA - ANTOINE LAURAIN
  1. Olá Clarissa!
    Quando eu vi o filme não sabia da existência do livro hahaha
    Eu gostei bastante do filme, achei que passa uma mensagem bacana e gostei da atriz que fez a Bianca :)
    Vou ler o livro, mas acredito que vou continuar gostando mais do filme também, vamos ver..
    Adorei a resenha, beijos!

    Books & Impressions

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não!! Sim sim, a atriz me conquistou demaaais. Ela é uma fofa mesmo!! Beijoss

      Excluir
    2. Eu também não!! Sim sim, a atriz me conquistou demaaais. Ela é uma fofa mesmo!! Beijoss

      Excluir
  2. Oi Clarissa! Eu amei o filme e acho que sou uma Duff até hoje hehehehheheh Todo mundo diz que o livro é melhor, mas eu agora fiquei com duvidas, mas acho que só lendo mesmo pra saber hehehehhe

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmmm. Acho que ainda sou uma Duff hahhaha. Sério? Eu não gostei tanto assim do livro não, esperava mais :(

      Beijoss

      Excluir
  3. Oi Clarissa tudo bom? Adorei a resenha. Vi que você passou no meu blog e vim da uma olhada no seu. Ta super lindo! Comecei a seguir.
    Beijs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Rafaela!!! Que bom que você gostou da resenha <333

      Excluir
  4. Oi Clari!

    Eu assisti ao filme e depois dos seus apontamentos eu estou receosa de ler o livro. O.O Medinho de gostar tanto quanto o filme.

    beijos
    Psicose da Nina | Instagram
    Colunista no Estante Diagonal
    Me siga no Bloglovin'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Ninaaaa. Mas vale a pena ler o livro pra você ver como é! haha
      Beijoss

      Excluir
  5. Olá, gostei muito da resenha, já tô curiosa pra ler rsrs. Lindo seu blog, amei e já estou seguindo. Beijos futura colega de profissão :De

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. YAYYYYYY! Obrigada, Monyque! Espero que goste da leitura hahaha <333

      Beijoss

      Excluir
  6. Olá, Clarissa.
    Eu não conheço esse filme, nem sabia sobre o livro hehe. Que pena que você não gostou tanto quanto do filme. Isso é raro de acontecer, geralmente o livro é bem melhor hehe. Acho que não leria porque não faz muito meu estilo.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sérioooo? Acho que vale a pena pelo menos dar uma assistida, Sil! É bem legal e engraçado hahaha

      Beijoss

      Excluir
  7. Estou com esse livro para ler faz um tempão! Agora eu juro que ele é o próximo da lista hahahaha Fico triste de saber que é muito diferente do filme, pois adorei ele! Eu sempre fui a Duffy das minhas amigas também hahahaha
    Beijos
    http://sophiesamiesarfati.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que goste da leitura! HAHAHHAA o mal das Duffs?

      Excluir
  8. Eu já assisti o filme e eu amei muito! Não sou tão fã de livros assim, mas com certeza daria uma chance à esse <3

    Beijão,
    Querida Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme é um amor né? Acho que vale dar uma chance ao livro pra ver uma outra versão da Bianca!

      Beijosss

      Excluir
  9. Oi Clarissa, tudo bem?
    Esse filme tá na minha lista da Netflix faz milênios e eu ainda não vi, que vergonha.
    Que pena que você não curtiu tanto o livro, tenho bastante vontade de ler. A pergunta é: será que eu leio ou assisto primeiro? hauahauah
    Acho que pelo que você disse eu também já fui a Duff algumas vezes, mas fazer o que né kkkkkk
    Amei a resenha, beijosss! <3
    Páginas Empoeiradas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Karina!
      Ahhhhh, você precisa assistir! É ótimo! Acho que você deve assistir primeiro hahahha.
      Você vai ver que ser Duff é muito comum hahaha
      Beijosss

      Excluir
  10. Oi, Clara. Entendo seu desapontamento com a obra, mas entendo perfeitamente que a vertente do filme foi mais feita para adolescentes e não trouxe toda a essência da obra do livro. Eu preferi o livro, acho que ele especificou muito melhor os adolescentes de hoje em dia e não algo totalmente fora da nossa realidade, como se ser uma Duff fosse o nosso único problema.
    Beijo!
    http://leitoraencantada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe que eu não acho? Bem, se o livro abordou a vida dos adolescentes hoje em dia, eu não sou adolescente hahahha. Me identifiquei mais com a Bianca do filme que é tímida, quieta na dela e bem super Duff. Já a do livro é mais adolescente de filme americano mesmo que eu passo longe de ser hahah

      Beijoss

      Excluir
  11. Oi, Clarissa!
    Ao contrário de você, eu preferi muito mais o livro do que o filme. No filme, mudaram demais a personalidade da Bianca e tiraram alguns elementos importantes, como a "relação" entre ela e o pai.
    Como a Miriã falou ali em cima, o livro é mais próximo da realidade.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do Sorteio de Férias: cinco livros, um ganhador!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato. Mudaram demais a personalidade e eu me identifiquei mais com a da Bianca do filme. Também senti falta da relação do pai no filme! :(

      Beijoss

      Excluir
  12. Hey, Clarissa!
    Já vi o filme e gostei bastante, pelo fato de relatar algo presente na vida dos adolescente (nós).
    Acho que tenho vontade de ler a obra, vou colocar na lista. Parabéns pela resenha, sucesso!

    Abraços.
    meninolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem presente mesmo hahahha. O livro também aborda alguns assuntos da vida de alguns adolescentes, nesse caso eu não me aplico hahahha
      Obrigada!!

      Beijos,
      Próxima Primavera

      Excluir
  13. Olá, tudo bem? Quero muito ler o livro - e depois ver o filme -, mas ainda não tive a oportunidade de comprá-lo... Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHHAHAHA espero que goste do livro! Obrigada, Larissa!
      Beijoss

      Excluir
  14. Que resenha fantástica, só assisti o filme, não tenho muito interesse em ler o livro. Gostei muito da sua resenha ♥
    Beijos ❤
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme é realmente muito bom, né?
      Obrigadaa

      Beijoss <3

      Excluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!