2

A Caderneta Vermelha
Antoine Laurain

3

Extraordinário
R. J Palacio

4

A Garota do Calendário #5
Audrey Carlan

5

Meu Nome é Albert!
Ronaldo Viana S.

1

Duff
Kody Keplinger

RESENHA: A Vida de Aparência de Evelyn Beegan - Stephanie Clifford

18 junho 2017
Foto: Skoob
A Vida de Aparência de Evelyn Beegan
Stephanie Clifford
Editora: Leya
Ano: 2016
Páginas: 352
Adicione no Skoob - Compre aqui --------------Sinopse: Todo mundo quer pertencer a um grupo. Mas até onde você iria para ser aceita? O ano é 2006, o lugar é Manhattan, lar de jovens cheios de charme e estilo. Dinheiro e classe colidem numa cidade prestes a mergulhar em um precipício financeiro, carregando com ela boa parte do país. Aos 26 anos, Evelyn Beegan é uma pessoa inteligente e engraçada que está determinada a traçar o próprio caminho e se libertar das garras da mãe - uma alpinista social que a criou para se casar com um homem de uma família tradicional e influente. Evelyn se sente uma estranha em meio á elite nova-iorquina, mas, quando consegue emprego em uma rede social voltado exclusivamente para ricos e milionários, vê uma oportunidade de se juntar a eles. Recrutando novos membros para essa rede social, ela começa a frequentar as montanhas de Adirondack, as casas de campo de Newport e os clubes de Southampton, em companhia de socialites e barões de Wall Street. Aquela estranheza inicial se esvai até rápido demais e ela se vê intoxicada pela sensação de pertencer à alta sociedade e passa, inclusive, a agir como membro de uma família rica e tradicional. Porém, com o pai sendo processado por corrupção, Evelyn precisa impedir o declínio de sua família, agarrando-se à sua vida de mentiras. Estimulante, hilária e por vezes picante, a estreia literária de Stephanie Clifford oferece uma nova roupagem aos temas clássicos dos grandes romances - dinheiro, ambição, família, amizade -, e ao sentimento universal de se sentir parte de algo.


Eu mantive as esperanças por esse livro por bastante tempo. Me arrependi. Confesso que me interessei primeiramente apenas pela capa e pelo título, a sinopse parecia legal também e eu acabei colocando na minha lista de leitura. Eu passava uma eternidade em cada página e o tanto de informações ficava voando na minha cabeça.

Pelo que eu entendi, Evelyn Beegan é uma mentirosa pela fama. Ela precisa se passar por uma mulher de elite para fazer com que uma famosa possa se interessar pela rede social que sua empresa está lançando, a People Like Us. 

Chato, muita infirmação e acontecimentos sem ligação. É isso que define A Vida de Aparência de Evelyn Beegan. O livro começa narrando a volta de Evelyn à Nova York em um jogo de sua ex escola. A autora TENTA mostrar como a vida dos ex alunos mudaram em cerca de quase 10 anos de graduação. Alguns estão ricos e insuportáveis e outros, como a Evelyn, simplesmente colocam todas as esperanças em um trabalho que possa render algo. A protagonista fala com dezenas de pessoas no começo do livro e em nenhum momento a autora aprofunda neles, então fica aquela coisa chata e nada a ver de: Fulana fez aquilo, Ciclano pegou o õnibus, Ana cobrou a Evelyn tal coisa. Tá, mas quem são esses mesmo?

"Mas aquele ano foi diferente. Depois que a editora de livros didáticos a demitiu, alguns meses atrás, ela conseguiu um emprego no People Like Us, uma rede social da elite para a elite. Até Charlotte, que era brilhante em negócios, achava que redes sociais seriam importantes, e Evelyn sentiu que, se fosse bem-sucedida lá, poderia escolher o trabalho que quisesse." 

Além dos personagens rasos, a protagonista em si não tem conteúdo. Creio que eu não tenha gostado da escrita da Stephanie Clifford mais do que do próprio livro. Eu acho que dava sim para escrever algo legal com o tema, mas desde o começo foi tudo muito cansativo e Evelyn nem foi descrita! Ela acabou se tornando tão rasa quanto os outros personagens. Já a linha do tempo do livro, se confunde inteira. Não soube quando era passado ou presente e acabou se tornando confuso, deixando tudo confuso. 

Tentei ver uma parte boa no livro, mas falhei. Sempre que eu tentava retomar a leitura, minha cabeça doía e eu me estressava por mais personagens entrando na história e eu nem lembrava dos da primeira. Evelyn já estava ficando insuportável para mim e eu considero A Vida de Aparência de Evelyn Beegan um dos livros mais ruins que já li, e olha que sou otimista. Eu sempre me questiono se devo fazer resenhas de livros que eu classifiquei como ruim, mas acabo vindo aqui e escrevendo tudo que senti. Qual a graça de só fazer resenhas de 4 ou 5 estrelas? Se eu achei um livro ruim, virei aqui contar pra vocês assim como quando encontro um maravilhoso. E claro: eu posso ter achado ruim, mas você não. Então, todos vocês estão mais do que livres de ler o livro para ver se se identificam comigo. Eu faria isso, inclusive haha. 

  1. Eu também seria bem comprada pela sinopse e capa, parecem os da Sophie Kinsella, que amo! Mas odeio quando a linha do tempo não é cronológica, e enchem de personagens e informações sem fundamento. Às vezes é a escritora mesmo que não desenvolve bem. Que pena, achei a história com muito potencial :( Não vou tentar ler pra tirar a prova se gosto ou não haha

    Beijinhos
    http://tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato. Parece lembrar o estilo da Sophie mesmo. Eu também achava isso, mas né foi o que deu!
      Beijoss

      Excluir
  2. EITA QUE LAYOUT LINDO!!!!!! PERA, DEIXA EU ME RECUPERAR.
    Agora sim.
    Que chato que tu não gostou do livro :( As piores coisas que "destroem" uma obra pra mim é se eu não me conectar com os personagens, eles forem rasos e também se eu não me identificar com a escrita.
    Beijossss, designer
    seessemundofossemeu.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. Parecia que eu tava lendo sei lá... era chato real. Não me identifiquei com nada.
      Mulheeeer, eu encomendei. Mereço 0% dos créditos hahahhahaa

      Beijão

      Excluir
  3. Oi Clarissa, eu achei a capa linda e gostei do título, acho que cairia nessa facilmente como vc hehehehe que pena que não é tão bom assim, uma pena mesmo!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!