1

Delírios de Consumo na 5ª Avenida
Sophie Kinsella

2

Alice no País das Maravilhas
Lewis Carroll

3

Tudo e Todas as Coisas
Nicola Yoon

4

A Garota do Calendário #6
Audrey Carlan

5

Querido John
Nicholas Sparks

RESENHA: Quase Uma Rockstar - Matthew Quick

16 junho 2017

Foto: Saraiva
Quase Uma Rockstar
Matthew Quick
Editora: Intríseca
Ano: 2015
Páginas: 255
Adicione no Skoob - Compre aqui
Sinopse: Desde que o namorado da mãe as expulsou de casa, Amber Appleton, a mãe e o cachorro moram em um ônibus escolar. Aos dezessete anos e no segundo ano do ensino médio, Amber se autoproclama princesa da esperança e é dona de um otimismo incansável, mas quando uma tragédia faz seu mundo desabar por completo, ela não consegue mais enxergar a vida com os mesmos olhos. Será que no meio de tanta tristeza e sofrimento Amber vai recuperar a fé na vida? Com personagens cativantes e uma protagonista apaixonante, Matthew Quick constrói de forma encantadora um universo de risadas, lealdade e esperança conquistada a duras penas.


A maioria das classificações desse livro são 3 ou 4 estrelas de 5. Acho suficientemente bom, mas ao mesmo tempo pouquíssimo para expressar o que senti ao ler um livro que não fazia ideia de que tratava de um assunto que eu me identificaria tanto. Amber Appleton me fez enxergar muita coisa que eu precisava ver. Pra quem não sabe a história desse livro, eu conto a seguir. Em um belo dia, Quase Uma Rockstar estava na Amazon por R$9,90 e eu implorei para que meu pai em outra cidade o comprasse. Uns 10 dias depois, o livro estava esperando por mim na minha cama. Desembrulhei, tirei o plástico e folheei o livro que eu havia comprado porque vi algumas resenhas séculos atrás e nem lembro do que tinha nelas - estava barato! Achei a diagramação linda, como todos os livros da Intríseca que li nessa vida. Coloquei o livro na minha lista de leitura e quando chegou a vez dele, a minha rotina apertou, as coisas complicaram pra mim em relação à faculdade e eu me mudei. Aconteceram muitas coisas que inclusive me fizeram deixar o blog de lado por alguns dias. Na noite do dia 15, resolvi sentar no meio das cobertas (19º é inédito em Pernambuco, sorry) e ler até me dar vontade de parar. Só parei de quase 1 da manhã de hoje (16) e com lágrimas escorrendo pelo meu rosto. 

Foto: Próxima Primavera
"Na minha aventura favorita, Jesus impediu uma multidão de apedrejar uma prostituta. Você já até deve conhecer essa história: caras maus iam jogar pedras na cabeça da mulher até os ossos dela se desmancharem e ela morrer, só que Jesus fez um truque Jedi e só ficou escrevendo palavras na areia até os caras perceberem e perguntarem o que Ele estava fazendo. Então - super-tranquilão, como um rockstar - Jesus disse que quem nunca tivesse pecado poderia atirar a primeira pedra na mulher. Com isso, os caras começaram a se sentir culpados, surtaram e foram embora - e essa é a melhor parte. (...) E Jesus nem berrou com a mulher por ela ter feito sexo demais. Apenas a salvou e mandou que ela tivesse uma vida digna, o que foi muito legal da parte dele." Página 46, parágrafo 5.

Foto: Próxima Primavera

Em Quase Uma Rockstar, Amber Appleton é conhecida como "Princesa da Esperança" entre seus amigos e conhecidos. Ela nunca se deixa abalar por nada de ruim que acontece - ela dorme em um ônibus escolar! - e sempre está disposta a ajudar quem está precisando de uma mãozinha. Quem está sempre do lado dela é o famoso JC, vulgo Jesus Cristo - acho maravilhoso o estilo descontraído da narrativa de Matthew Quick, que mostra que religião não é esse assunto intocável que não pode ser tratado constantemente com adolescentes e a Amber o chama carinhosamente de JC. Isso mesmo, mesmo a mãe de Amber sendo atéia, a menina conheceu a igreja quando foi levada pela mãe de um amigo e gostou muito de conhecer seu melhor amigo, JC. Ela faz parte de um coral na igreja chamado Divas Coreanas por Cristo, onde ensina inglês para coreanas e também faz umas visitas à um asilo pela diversão de distrair os velhinhos, onde conhece uma idosa que testa sua esperança. Tudo isso enquanto dorme no ônibus de escola que sua mãe dirige. Depois de uma tragédia em sua vida, ela questiona se seu melhor amigo JC realmente quer o nosso bem e o porquê de ela sempre confiar nele rezando e agradecendo e ajudando e ele lá de cima deixar algo terrível acontecer com ela.
"Eu tenho um sonho. Sonho com o dia, em um futuro próximo, em que esta escola vai ter uma equipe de professores que preze a diversidade e reconheça o Dia de Marther Luther King. Sou o único negro da escola, (...). Um lugar que, mesmo sem saber, me informa todos os dias que ser branco é o correto" Ty, página 62, parágrafo 2. 
No começo, eu não estava dando muita bola para a escrita do Matthew Quick. Eu não entendia o ponto do autor ao explorar lados tão diferentes como a relação de Amber com Deus, com seus amigos nerds  - um negro excluído na escola, um autista, um deficiente em cadeiras de rodas e seu irmão - que jogavam Xbox o tempo todo e formavam o grupo dOs Cinco, e ainda por cima outros episódios que pareciam entrar de penetra com um amontoado de informações. 
Foto: Próxima Primavera

Quando comecei a perceber que tudo se interligava de uma forma incrível, cheguei a pensar que eu devia ler esse livro nesse momento da minha vida em que eu questiono fé. Talvez o amigão JC queria que eu tivesse lido esse livro. Bem, chorei em umas cinco partes diferentes e aposto que pelo menos três delas foram simplesmente por eu me identificar com Amber. Ela duvidou da capacidade do amigo JC por conta de dificuldades que poxa, por que será que JC deixaria algo tão ruim acontecer com ela se Ele ama a todos nós? Eu me perguntei isso por tantos meses da minha vida.. Me pergunto até hoje. Afinal, eu sou uma Amber Appleton. O final do livro me fez crer que JC ainda tem um plano pra mim, sabe? Eu creio nisso.

" - Padre Chee?
Disse Amber.
- Por que Deus permite que coisas horríveis aconteçam com pessoas boas?
- Não sei" Capítulo 25

Gosto quando livros não só te divertem, como também te ensinam algo. O título do livro me lembra música e rock and roll. A sinopse me fez pensar que era um romance. Quem dera. Fui enganada em relação a tudo isso. Entre amizade, superação, esperança e humor, a relação de Amber com JC foi o que mais me prendeu. A escrita do Matthew Quick deixou tudo mais emocionante. O livro é dividido em várias partes e em uma delas, os capítulos são de uma página e poucas linhas. Cada página um capítulo. Quase Uma Rockstar realmente me inspirou e eu senti que precisava escrever uma resenha assim, falando sobre o real conteúdo do que está escrito no livro ao meu lado coberto de post its marcando mil e uma citações. 

"- Padre Chee?
- Amber?
- Então: o homem é apenas um erro de Deus ou Deus é um erro do homem?
- Você agora cita Nietzche? (...) Mas você ainda acredita em Deus?
- Acredito.
- Como você consegue continuar acreditando?
- Tenho fé." Capítulo 31

O livro não é religioso, mas me impressionou a ser o primeiro que tenho conhecimento que incluiu esses assuntos para tratar de esperanças, confiança e tragédias. Dei cinco estrelas e meu favorito no Skoob e já saí indicando para algumas amigas que assim como eu, precisam conhecer Amber Appleton e sua relação com JC, nosso cara*

Foto: Próxima Primavera

P.S: Segundo Amber, ter uma relação com JC é como ter uma relação com seus amigos. Só que dá pra confiar nele cegamente com fé e ela o chama de "cara" algumas vezes para demonstrar intimidade. 

ESSE É UM DOS LIVROS DA MINHA META DE LEITURA PRO MÊS DE JUNHO 

1. QUASE UMA ROCKSTAR - MATTHEW QUICK
2. REAL - KATY EVANS
3. OS DELÍRIOS DE CONSUMO DE BECKY BLOOM - SOPHIE KINSELLA

  1. Oie!
    19 graus aqui e eu fico com calooor! hahaha
    Mas sobre o livro: também tá na minha listinha, e eu nem sabia do que se tratava. Adicionei só por causa do autor, que acho que é o mesmo de Silver Linnings Playbook, que também tem ensinamentos e tal por trás. Achei super legal que ele aborda o tema de religião, que muitas vezes os jovens querem passar longe, e parece ser leve. Também gosto quando os livros te ensinam alguma coisa, te fazem refletir, e também divertem. Ou seja, acho que vou AMAR esse livro *-*

    Beijos
    http://tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmmmm. Quero muito ler outros livros do Matthew, porque depois desse não espero pouco haha!!

      Excluir
  2. Oi Clarissa! Eu sou frienta, mas 19 graus ainda está OK por aqui em SP hahahahahhaha Eu achei a capa linda e acho que estou no momento pra ler pq tb ando questionando muito coisa, principalmente a fé nas pessoas. Adorei saber do livro e amei as fotos!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui não está nadinha ok hahaha. É linda simmm. Então acho que assim como eu, você precisa ler esse livro, Mi!

      Beijão

      Excluir
  3. A diagramação dos livros da Intrínseca são outro nível, não é mesmo? hahahaha
    Já vi várias vezes esse livro para vender como best seller, mas como achei que era clichezão nunca nem dei bola - nem me ative ao fato de que é do mesmo autor de O Lado Bom da Vida, eu amo este livro!
    Depois da sua resenha vou dar uma chance a ele.
    Beijos
    http://sophiesamiesarfati.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor diagramação. Tirando a DarkSide porque néeee.
      Não é nem um pouco clichê. Fiquei impressionada já que pensava o mesmo. Pode dar uma chance hahah

      Beijoss

      Excluir
  4. Amei !!!

    Estou amando ler seus artigos, sempre amei visitar seu blog e ler os artigos, sempre tem dicas e informações interessantes...

    Parabéns !!

    Samara Lima

    Colaboradora do Confira Último resultado lotofacil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Samara! Espero que goste dos próximos posts também :)

      Excluir
  5. Oi, Clarissa!
    Eu vi uma entrevista do Matthew dizendo que Amber é a melhor personagem que ele escreveu.
    Eu tenho muita vontade de ler esse livro porque muita gente fala bem dele e essa premissa é diferente das outras do Matthew.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Três Anos de A Colecionadora de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério???? Socorro que até ele reconhece que a Amber é maravilhosa! Não sei muito sobre os outros livros do Matthew, mas depois desse eu to ansiosa pra ler mais <3

      Beijoss

      Excluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!