2

After
Anna Todd

3

O Visconde Que Me Amava
Julia Quinn

4

Novembro, 9
Colleen Hoover

5

Meu Deus, Mas Que Cidade Linda
Rodolfo Melo

1

Olhos Vendados
Faye Kellerman

RESENHA: Os Delírios de Consumo de Becky Bloom - Sophie Kinsella

30 junho 2017
Os Delírios de Consumo de Becky Bloom
Sophie Kinsella
Editora: Record
Ano: 2000
Páginas:
Adicione no Skoob - Compre aqui - Sinopse: Os delírios de consumo de Becky Bloom é o primeiro romance da inglesa Sophie Kinsella. É a história de uma jornalista financeira que durante o dia, ensina às pessoas como administrar seu dinheiro e no fim-de-semana, transforma-se em uma consumidora compulsiva, fugindo do gerente do seu banco e com muitas dívidas. Rebecca Bloom não resiste uma liquidação! Quanto mais inútil, melhor! Para ela, o mundo todo enxerga os detalhes da alça de seu sutiã, combinando com as cores de seus sapatos. Mas seu salário nunca é suficiente para pagar suas extravagâncias. Endividada até a alma, Rebecca, ou Becky, vive fugindo do seu gerente de banco e procurando fórmulas mirabolantes para pagar a fatura do cartão de crédito.




Acho que a melhor escolha que fiz na vida foi finalmente começar a ler a série de livros da Becky Bloom. Pra quem não sabe, meu filme favorito de todos os tempos é e sempre foi Os Delírios de Consumo de Becky Bloom. Já assisti mil vezes e acho que tinha uns 10 ou 11 anos na primeira vez e me apaixonei de cara. Eu simplesmente amo o cenário do filme, o estilo da Becky e o fato de ela ter se endividado tanto e mesmo assim trabalhar para uma revista de finanças. Tudo me encantou e já estava na hora de comprar essa belezinha e dar início a leitura da série de oito livros da Becky. Procurei por todos os livros nas livrarias mais confiáveis e dei de cara com preços absurdamente altos e acabei me rendendo ao Estante Virtual, que pra quem não sabe, é um sebo virtual com preços bem baixos e livros em alto estado de conservação. Paguei cerca de R$ 9 sem o frete e me orgulho do achado, pois o livro veio novíssimo mesmo sendo datado de 2005.


"Novecentas e quarenta e nove libras, sessenta e três centavos. Em branco e preto bem nítido. Em silêncio, contemplo durante trinta segundos, logo depois empurro a conta de volta para dentro do envelope. Naquele momento sinto como se aquele pedaço de papel não tivesse nada a ver comigo. Talvez se, por algum descuido, o deixasse cair no chão atrás do meu computador, ele desaparecesse." Página 18, parágrafo 2.
"Quando volto a pé para o escritório, estou bastante deprimida. Talvez eu devesse desistir do jornalismo e me tornar uma gerente de fundos também. Ou uma corretora. Eles ganham um bom dinheiro, não ganham?" Página 159, parágrafo 1.

No primeiro livro da série, Rebecca Bloom, uma jornalista financeira para a revista Successful Savings, luta para conseguir sair do negativo e ainda assim continuar saindo de lojas cheirosas com bolsas personalizadas e com um slogan chique e gigante. Ela tenta encontrar diversas saídas para a enorme dívida que precisa pagar ao banco e quanto mais tenta sair dela, mais se endivida. Ela tenta adotar métodos de economizar ou até mesmo ganhar mais para cobrir as dívidas, mas parece que Becky nunca encontra o que realmente sonha ser: uma compradora que não precisa ligar para preços e cobranças vindas pelos correios ou em ligações de Derek Smeath, gerente de seu banco.

Foto: Próxima Primavera


Mil vezes melhor que o filme. Eu sei que geralmente, em 99,9% das vezes os livros são melhores que o filme. Mas sabe quando o filme é perfeito e você não imagina como ele pode melhorar? Bem, me impressionei e estou até agora pensando no porquê de não existir uma franquia de filmes da Becky Bloom. O primeiro livro é bastante diferente do filme, até porque percebe-se que no filme eles juntaram basicamente toda a ideia da Becky Bloom em um só, ao invés de ir devagar e com mais cenas e situações como no livro um.


As cenas são mais longas e muito mais bem construídas e até mesmo a construção dos eventos acontece de modo diferente. No filme, Becky Bloom é bastante infeliz com seu emprego em uma revista de jardinagem e o fato de não estar realmente usando o que aprendeu em seu curso de Jornalismo e assim, procura ser contratada pela revista de finanças comandada pelo maravilhoso Luke Brandon. Já no primeiro livro, Rebecca nunca trabalhou para uma revista de jardinagens e desde o início esteve bem insatisfeita com seu emprego de jornalista financeira na revista Successful Savings, enquanto o famoso Luke Brandon do filme comandava sua empresa Brandon Communications, que gerencia grandes empresas de investimento. E apesar de isso tudo ser beeem diferente, a narração do livro foi BEM mais interessante e bem construída.

Foto: Próxima Primavera

O filme continua sendo meu favorito de todos os tempos, mas agora eu só desejo que os fatos do livro realmente estivessem fiéis no filme. Becky Bloom é bem mais apaixonada pelas compras no livro, porém bem menos Maria-vai-com-as-outras e, na minha opinião, é muito mais esforçada e realista. Ela passa mais da metade do livro se questionando sobre o jornalismo e como tudo na profissão é monótono e chato, mas só no fim que ela vai realmente ver seu propósito. Algumas cenas do filme também não acontecem no livro e eu realmente senti falta delas, mas penso que podem aparecer nos próximos livros, claro. E o romance foi bem pouco explorado, mas perfeitamente colocado com a situação da Becky, então eu realmente gostei de ter sido mais devagar que no filme.

"Elas vão ver meu nome! Rebecca Bloom impresso no Daily World! Minha primeira matéria assinalada num jornal de circulação nacional. "Por Rebecca Bloom." Não soa legal? "Por Rebecca Bloom."
Foto: Próxima Primavera

Já estou fazendo minhas pesquisas aqui no Estante Virtual para comprar o próximo livro da coleção. Os Delírios de Consumo na 5ª Avenida com certeza será uma leitura próxima que eu espero que me faça ficar mais apaixonada ainda por Rebecca Bloom, a jornalista de finanças viciada em compras.

"O táxi se movimenta novamente e eu olho para uma mulher num belo mantô branco e fico pensando onde o comprou. Talvez na Harrods. Talvez eu devesse comprar um mantô branco também. Não vou usar nada além de branco todo o inverno. Um mantô branco como a neve e um chapéu de pele branco. As pessoas começarão a chamar-me de a Garota do Mantô Branco." Página 211, parágrafo 2.

ESSE É UM DOS LIVROS DA MINHA META DE LEITURA PRO MÊS DE JUNHO 


3. OS DELÍRIOS DE CONSUMO DE BECKY BLOOM - SOPHIE KINSELLA


  1. Eu acho que o único ponto negativo desse livro é o preço, eita, que série bem cara, né? Eu comprei num sebo, bem novinho, melhor compra também <3 AMOOO o filme e o livro, meu gênero preferido, dá pra rir bastante. Lembro que ameiii o livro (li faz anos), e no filme só lembro que ela ficava querendo comprar uma encharpe cara. Quero muito terminar de ler a série, acho que li 2 ou 3 só :(

    Bom fim de semana :D
    http://tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmmm. É bem carinho mesmo, mas a gente acha alternativas como o sebo hahhaa.
      Quero muitooooo ler o segundo, to me segurando pra comprar só que preciso esperar chegar umas compras da Saraiva já aff haha

      Beijão, Raquel!

      Excluir
  2. Eu achei bonzinho, meio sem propósito, mas talvez ainda dê uma segunda chance quem sabe?! hahahaha
    Beijos
    http://sophiesamiesarfati.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achei perfeito haha, mas é pra ser divertido e louco!!

      Beijos!

      Excluir
  3. Oi
    eu adoro o filme também, mas ainda não tive a chance de ler os livros e que bom que adorou ele e acho bem mais completo, parece ser divertido e uma história gostosa. Você pagou barato no livro.

    Oi
    já tinha visto o banner dele na netflix só que nem sabia sobre o que falava, como você falou parece ser um bom passatempo. Realmente já vi vários com esse tema.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Valeu muito a pena e o livro é bem completinho e com muita coisa legal que não tem no filme <333

      Beijoss

      Excluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!