2

After
Anna Todd

3

O Visconde Que Me Amava
Julia Quinn

4

Novembro, 9
Colleen Hoover

5

Meu Deus, Mas Que Cidade Linda
Rodolfo Melo

1

Olhos Vendados
Faye Kellerman

RESENHA: O Jardim Secreto - Frances Hodgson Burnett (Livro + Filme)

01 janeiro 2017


O Jardim Secreto (The Secret Garden)
Frances Hodgson Burnett
Ano: 1911
Editora: Barnes & Nobles versão original (e várias outras)
Páginas: 291
Continuação: -
Skoob | Goodreads
Compre: Saraiva | Amazon |
Sinopse:
Um livro delicado, meigo e muito mágico. Conta a história da jovem Mary, uma menina mal-humorada e infeliz que acaba indo morar na casa de um tio seu, após o falecimento de seus pais.A casa é uma mansão nas charnecas,um lugar que ela escolhe odiar. Porém, vendo que não há outra forma e que ela terá que ficar lá, a menina decide explorar o local. Acha um velho jardim trancafiado em uma de suas explorações e decide cuidar dele com a ajuda de dois amigos. Mostra do começo ao fim o crescimento de Mary e de seus amigos.

 



            Primeiramente eu quero desejar a todos vocês novamente um feliz ano novo! Que 2017 seja abençoado para todos nós e que possamos conseguir realizar o que tanto queremos. E é nesse primeiro post de 2017 que trago um dos primeiros de 31 posts desse mês de Janeiro. Sim, todos os dias vai ter post às 13:00 horário de Brasília. Por que? Bem, o Próxima Primavera faz 1 ano daqui a 15 dias e nada melhor que comemorar com muitas resenhas e posts especiais por aqui. Resolvi começar com o livro que passei meses e meses lendo por ter sido um dos meus maiores desafios do inglês. The Secret Garden, ou O Jardim Secreto, é um livro mágico e eu já tinha ouvido falar dele desde pequena. Porém nunca tive coragem de sentar e assistir o filme e também nunca havia encontrado o livro por aí. Foi quando procurei ansiosamente por um livro que me chamasse atenção na Saraiva do Shopping Recife e o encontrei. Assim que vi os desenhos na lateral do livro me apaixonei e ele ainda é da minha cor favorita! Foi assim que me apaixonei sem nem saber o nome do livro naquele momento. Quando dizem que julgamos o livro pela capa é a pura verdade. Um livro visualmente confortável te dá muito mais prazer do que um de capa preta sem nome. Não é mesmo? Não que mude a qualidade do contéudo... Vocês me entenderam. E foi assim que levei o livro pra casa sabendo que valeria a pena sim gastar R$ 60 em um livro!


O livro conta a história de Mary Lennox, uma indiana de 10 anos que mora com seus pais porém eles não lhe dão a mínima atenção. Seu pai só quer saber de trabalhar e sua mãe de beleza. Mary é considerada uma menina feia e seria impossível ser filha de sua mãe. Inclusive, quem cuidava dela era sua Ayah, um tipo de serva/ cuidadora que fazia tudo por ela. A vestida e dava a comida. Tudo. O livro realmente começa quando os pais de Mary morrem e ela é mandada para a casa do seu tio que seria seu guardião legal. O único vivo da família que poderia tomar conta da menina. Então ela viaja da Índia até Londres de navio e é levada para a grande mansão do seu tio pela criada dele Mrs. Medlock. Seu tio é apenas o Lorde Archibald Craven e não poderia ser interrompido por nada nesse mundo e ah, não quer ver a sobrinha nem pintada de ouro.


Mary Lennox então tem de se virar sozinha naquela mansão enorme com a ajuda da servante de Mrs. Medlock, Martha. Martha é apenas uma fofa! Ela é de uma família pobre que trabalha para o Lorde e não consegue falar o inglês muito bem, apenas o Yorkshire, que eu acredito que o inglês seja derivado dessa língua. Muitas partes no livro são escritas nela e eu tive que literalmente decifrar. Mary é uma menina desobediente com a língua bem afiada mostrando que realmente foi criada por gostos e sem limites. Ela desobedece as ordens de Mrs. Medlock e foge para o lado de fora da mansão acabando por encontrar um lugar cercado que ela descobriu que seria o possível jardim de sua tia falecida, esposa do Lorde Craven. Mary então faz de tudo para entrar no jardim secreto e assim ter algum motivo para ficar feliz naquele lugar horrendo sem sequer sua Ayah.



Logo Mary se encontra com Dickon, o irmão mais novo de Martha, e ele passa pra ela todos os conhecimentos que ele possui sobre jardins, colheitas e tipos de flores. Logo Mary encontra sua razão de viver e nunca se sentiu tão feliz e viva como naqueles momentos. Mary, Dickon e um novo amigo dividem o segredo do jardim secreto e fazem de tudo para aproveitar cada vez mais aqueles momentos da infância em que correr pela grama alta sem cair é a única preocupação.



O livro em si é extremamente lindo. A autora descreveu os cenários, as flores e as expressões faciais das pessoas tão bem que eu quase pude ver perfeitamente tudo acontecer na minha mente. É um livro infantil sim, mas daqueles que você lê e sabe que vai levar os ensinamentos dele pra sempre. Eu queria muito ter lido esse livro quando era criança!

Resultado de imagem para o jardim secreto (filme)






O Jardim Secreto (The Secret Garden)
Ano de estreia: 1993
Duração: 1h20min
Elenco: Kate Maberly e Andrew Knott
Classificação etária: Livre para todos os públicos
Disponível no Netflix! 

 



Por incrível que pareça, o filme foi a realização da mágica presente no livro. Fiquei emocionada ao ver tudo que eu li acontecendo do mesmo jeito. Percebi que as adaptações para o cinema antigamente eram bem mais fiéis do que as atuais. A atriz cotada para o papel de Mary Lennox fez as caras e bocas que a própria personagem fez no livro e todo o cenário me surpreendeu. Mesmo sendo um filme de 23 anos atrás, as gravações ficaram muito reais e como eu já disse: fiéis ao livro. 

Resultado de imagem para o jardim secreto (filme)

Indico muito tanto o livro quanto o filme. No livro senti a mágica pelas folhas e no filme eu me senti nele. Naquela atmosfera que não tem como eu descrever! Pelo que eu vi não faz muita diferença se você assistir o filme antes do livro. Mas não deixe de ler o livro se gostar porque ele com certeza é bem mais detalhado e tem muito mais cenas lindas e emocionantes!


Este post faz parte da comemoração de 1 ano do Próxima Primavera.
  1. Vou começar dizendo que amei a capa do livro! Seria totalmente comprada por ela, linda demais. E a história parece ótima! Acho que você realmente pode se sentir dentro dela. E parabéns por ter lido o livro todo em inglês! Deve ter sido um desafio x)

    Beijo!
    http://tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmmmm, é muito linda!! A história é linda, não tem quem não goste. HAHAHHAA obrigada! Foi mesmo, mas a vida é cheia deles <3 Beijão!

      Excluir
  2. Primeiro de tudo: Feliz ano novoo! Que todos os seus sonhos se realizem!

    Essa capa é a coisa mais linda! E inveja sua que lê em inglês, to começando ainda... só li um livro kk

    Vou anotar aqui, me interessei pela história.

    Beijos, Jeh
    Colecionadores de Livros

    ResponderExcluir
  3. Que livro lindo!
    Parabéns pelo 1 ano de blog! Que venham muitos pela frente!
    bjs

    Amor por Livros

    ResponderExcluir
  4. que encanto de livro, eu quero muito ler ele. e essa edição está divina. parabens pela resenha, maravilhosa beijos

    Taynara Mello | Indicar Livros
    www.indicarlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale muito a pena ler!!! Obrigada, Taynara! <3

      Excluir
  5. Estou literalmente apaixonada pela sua edição em inglês ♥
    Coloquei o livro na minha meta de leitura e já estou ansiosa para começar. Na infância assisti ao desenho animada (que também é ótimo!), lembrava vagamente da história e menos ainda do nome, mas me trazia uma sensação muito nostálgica, assim que descobri o nome do livro já quis ler. Espero que esse ano eu consiga. Adorei a resenha e só me deixou mais ansiosa para leitura. E realmente amei sua edição, quero uma igual *-* ♥

    Parabéns pela resenha!!

    Beijos, Le.

    Refração Cultural

    ResponderExcluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!