28 dezembro 2016

RESENHA: Quem Sabe Um Dia - Lauren Graham



Quem Sabe Um Dia (Someday, someday, maybe)
Lauren Graham*
Ano: 2013
Editora: Record
Páginas: 367
Continuação: -
Skoob | Goodreads
Compre:  Saraiva |  Submarino | Estante Virtual | Sinopse: Quando se mudou para Nova York, Franny Banks deu a si mesma três anos para conseguir se estabelecer como atriz. E agora, em janeiro de 1995, faltando apenas seis meses para o fim do prazo, ela não conseguiu grandes avanços. Todas as suas fichas estão depositadas na Apresentação, uma mostra dos alunos do curso de teatro do qual faz parte com diversos agentes presentes. Assim, resta a Franny lutar contra a conta bancária, o cabelo indomável, o tempo e a própria sorte para conseguir aquilo que acredita ser seu por direito. 

Excelente!


Como muitos de vocês sabem, eu sou a louca de Gilmore Girls. Comecei e terminei a série esse ano  e a considero a minha favorita e a que mais me ensinou coisas pra vida. O que eu descobri depois foi que a atriz que faz o papel da Lorelai Gilmore mãe, a Lauren Graham, é escritora também. Eu sei que é normal algumas atrizes se aventurarem pelo mundo dos livros na tentativa de mostrar que também pode ter talento com as palavras. Hilary Duff fez o mesmo e eu fiz até a resenha aqui do primeiro livro da trilogia Elixir. Mas Lauren me surpreendeu muito. Eu esperava pouco desse livro até começar a pegar o ritmo e me apaixonar mais e mais pela escrita e pela personagem Franny. 

" - Você tem noção de quão poucos atores conseguem? - é o que mais as pessoas dizem. - Você precisa de um plano B."
A história se passa em 1995. Na época que não havia internet e as coisas eram beeem mais complicadas do que atualmente. O fato é: quando você começa a ler o livro, nem parece muito um cenário de 20 anos atrás. Franny Banks é uma aspirante a atriz e além de super bem humorada é bem organizada e pontual. Mentira, mas ela tenta. Franny fez uma promessa de que ia tentar uma carreira de atriz por 3 anos e se depois dessa marca ela ainda estivesse fora dos palcos da Broadway - seu sonho - ela iria desistir e começar a trabalhar com qualquer coisa que não a fizesse feliz. Franny narra seus dias corridos com ensaios, Apresentações e encontros com atores e atrizes. Ela toda nervosa tenta agir como uma atriz e seguir o seu sonho. O problema é que nem todo mundo tá do lado dela nessa...

"Li em algum lugar que o pensamento positivo é muito poderoso, e devemos treinar a mente para pensarmos em coisas felizes com mais frequência, em vez de deixar que ela se pergunte por que seu jeans parece apertado ou se você tem o suficiente no banco para o saque mínimo de 20 dólares ou se algum dia vai chegar um momento em que sua vida não será mais medida por saques de 20 dólares. Pense positivo. Pense positivo."

Pelo contrário do que parece, mesmo Fanny não conseguindo muito seguir atrás do seu sonho em apenas 6 meses restantes, ela tenta ao máximo pensar positivo. Ela conversa com si mesma mentalmente e vai além de engraçado, te inspira mesmo. Me deu vontade de lutar que nem ela para conseguir alcançar o meu objetivo. 

"Apenas comece de algum lugar.
Conquistas.
Coisas positivas em minha vida neste instante.
Hum.
Estou viva.
O óbvio. Sempre um bom lugar para se começar."  

Durante toda a narrativa, dá pra perceber que o livro não fantasia demais os pensamentos da protagonista. São bem típicos e dramáticos. Quem nunca tentou evitar o pânico listando mentalmente as coisas boas da vida? Bem, Franny está certa: estamos todos vivos.

"- Além disso, um dos meus alunos falou de um programa novo chamado Friends. Parece que é bem popular. Talvez você devesse se candidatar."

O livro também é cheio de referências bem legais e explora ao máximo as dificuldades do show business. Como quando a gente vê aquela atriz em uma série e pensa em quantos milhões ela ganha... Mas será que foi simples como um estalado de dedos conseguir isso? Franny aposta e prova que não. Ela participa de uma academia de teatro para aprofundar seus conhecimentos no palco, e como um bom livro chick-lit, a gente ri bastante dos diálogos exagerados.

"Parece que era um aluno nota 10 em Princeton, e ninguém é mais apaixonado por alienígenas do que ele. Quando tenta me descrever a história, me vejo contando as tábuas do piso, considerando os méritos dos legumes frente ao cream cheese com cebolinha, mas garanto que ela é melhor do que parece" 

"Lembra da dieta que falei que todas as garotas de Los Angeles estão fazendo? Que você come uma banana, espera até ficar morrendo de fome, depois come um ovo cozido e espera até desmaiar e depois come outra banana? Então..."

Mesmo com toda a comédia e crushs e complicações, Franny prova que dá sim para lutar pelo que você sonha. Ser atriz da Broadway era o sonho dela e por mais que hajam complicações: não dá pra desistir. Dá pra ver de perto a correria da Franny e o livro é ilustrado com páginas de agendas com seus compromissos diários, tudo isso pra conseguir o que ela sonha. E tudo isso vale a pena no fim quando a gente consegue, né? Pra estreia de Lauren Graham nos livros ela me impressionou muito mesmo. Quem Sabe Um Dia entrou pra lista dos meus livros favoritos e vai ser muito indicado por mim!

Lauren Graham acabou de lançar um novo livro contanto como foi gravar Gilmore Girls e o quanto isso mudou na vida dela, o Falando O Mais Rápido Que Posso.

4 comentários:

  1. Oi! Imagino que ser ator ou atriz não deve ser fácil, correr atrás de testes e chances. Acho que não só para essa profissão, como todas as outras temos que ter um plano B. Infelizmente nem sempre nossos sonhos se tornearão realidade, por isso temos que pensar em duas alternativas. Mas torço pela felicidade de todos e da personagem rsrs . Realmente conseguir realizar um sonho deve ser uma das melhores sensações da vida ♥️ Bjos!

    Click Literário 

    ResponderExcluir
  2. Me inspiro na Franny ;D acho que quando a gente tem uma meta, não importa a dificuldade: temos que tentar e correr atrás, mesmo que ocupe todo nosso tempo! No fim tudo dá certo. É aquele velho ditado: quem colhe, planta haha!
    Ainda não li o livro, mas pretendo em breve!

    Bjinhos,
    ❥ AmigaDelicada.com.br

    ResponderExcluir
  3. Sério isso Clara? estou me desdobrando para comprar este livro e você me vem com com essa resenha maravilhosa! Ahh nãooooo...

    www.simplesmentecriativa.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oie, tudo bem?
    Nossa, a premissa do livro é bem interessante! Adoro livros que se passam antes da internet, acho que deixa tudo mais interessante sabe? Amei sua resenha!

    Beijos
    Ana | Blog Entre Páginas
    www.entrepaginas.com.br

    ResponderExcluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!