3

Jardim de Inverno
Kristin Hannah

4

Confesse
Colleen Hoover

5

A Arte da Guerra
Sun Tzu

1

O Apanhador no Campo de Centeio
J. D. Salinger

2

A Escrava Isaura
Bernardo Guimarães

RESENHA: A Garota do Calendário (Janeiro) - Audrey Carlan

19 outubro 2016
                Uns dois dias atrás eu resolvi ler esse livro pelo ebook mesmo porque eu li inúmeras resenhas sobre ele em blogs e até já vi em prateleiras das melhores livrarias. Confesso logo de cara que aumentei minhas expectativas ao máximo e acabou sendo nada que eu esperava.


Mia Sauders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos assim que deveria ser... Em Janeiro, Mia vai conhecer Wes, um roteirista de Malibu que vai deixá-la em êxtase. 

O livro começa bem estruturado e eu lembro de ter ficado bem ansiosa para ler e saber qual seria o par amoroso de Mia. A história de ela ter que pagar ao agiota que ameaça seu pai é pouco clássica e uma desculpa aceitável para fazer com que Mia se desespere e necessite arranjar um modo de ganhar dinheiro fácil. O agiota do seu pai é seu último ex, que ela ainda estava se recuperando já que segundo ela "se apaixona fácil". Daí já dá pra deduzir o deduzível né? Já era bem óbvio e clichê que ela se apaixonaria pelo cara que eu nem sabia o nome ainda nessa etapa do livro. Bem previsível claro. E aí Mia vai procurar um jeito de ter seu dinheiro fácil e se assusta quando sua tia a oferece uma vaga em sua """empresa""" de acompanhante de luxo - que Mia logo nega achando que seria uma prostituição. Mas não, era só receber milhares de dólares para passar um mês com um homem rico e maravilhoso e o acompanhar em todos os eventos de gala para que mulheres interesseiras não fiquem em cima dele. Essa é uma ótima descrição do cargo dela. A melhor que já fiz. E aí claro que Mia, sem opção nenhuma (oi?) aceita e passa por várias fases de tratamento de beleza antes de ser mandada para seu primeiro cliente Wes. Até aí tudo aceitável. E aí ela se encontra com Wes na praia e o viu surfar e pronto. Ali eu já diria que ela estava caidinha por ele. Ela vai morar com ele nesse mês e participa de vários eventos com ele enquanto tem uma amizade colorida em que ela concordou com ele que uma das regras seria "não se apaixonar". Não vou dizer o que aconteceu.

Eu acho que essa é uma das primeiras (senão a primeira) resenha aqui no blog em que eu não falei bem do livro. O ponto é que eu quase não desgosto dos livros que eu leio porque eu sempre filtro o que eu amo nos livros, e como eu disse no início do post, eu jurava que esse também faria parte do meu time de livros favoritos. Infelizmente não foi. E sim, o enredo da história é típico de um romance erótico em que a gente espera emoções mas parece não ser o objetivo. Mas dentre os poucos livros que eu li desse gênero que se encaixam Cinquenta Tons de Cinza, O Lado Feio do Amor, Entre o Agora e o Nunca e até Paixão Sem Limites, esse que faço resenha hoje não chega aos pés de nenhum desses que acabei de citar. Penso que a autora se prendeu tanto em mostrar o relacionamento puramente carnal entre Mia e Wes que faltou focar na vida dos dois fora do enfoque acompanhante-ganhar dinheiro. Mia chega a citar uma irmã duas vezes e mais nada. Conhecemos a irmã do Wes bem rápido e mais nada também. Nada é aprofundado e até o relacionamento dos dois foi avançado logo de início. Não a parte do sexo, que já é esperado ter no capítulo que eles se conhecem. Mas o relacionamento em si, foi incrivelmente rápido. E quando você começa a aceitar o ritmo das coisas e até a gostar um pouco do livro já está acabando o tempo de Mia e Wes e ela tem que morar com o próximo acompanhante. E só em pensar que Wes foi o primeiro de 12 meses já que a série tem livros de Janeiro à Dezembro, já me dá uma decepção em ler pois já é novamente previsível o que vai acontecer. E se vocês não perceberam, eu disse praticamente o livro inteiro e tudo isso estava na sinopse. Então qualquer pessoa que pegar a sinopse desse livro antes de ler, já vai deduzir tudo isso que acontece.

Um livro erótico que eu não terminei foi Cretino Irresistível. O livro é bem fino e tem sei lá quantas continuações, mas eu realmente não consegui. Não foi a história, não foi o excesso de sexo, foi o livro mesmo. Mas eu tentaria lê-lo novamente porque eu penso que gostar ou não de um livro é questão de momento também. Às vezes você começa a ler um romance trágico que você já sabe que algo ruim acontece, tipo Nicholas Sparks, e aí você já sente uma preguiça nas primeiras páginas e procura por outro. Tudo questão de humor do momento. Já aconteceu isso comigo diversas vezes e acredite, eu sempre tentava ler o livro de novo depois de um tempo pra ver se eu realmente não gostei. E talvez isso tenha acontecido com A Garota do Calendário. Eu criei tantas expectativas que quando não vi que era o que eu pensava, talvez eu tenha reprovado o livro sem nem ter lido com vontade sabe? Decidi que a gente tem que sim dar uma nova chance. Fiquei curiosa pra saber se Mia iria esquecer ou não o Wes e eu realmente quero saber se o livro Fevereiro tem uma pegada melhor do que Janeiro.
  1. Também já ouvi falar muito deste livro e não me pareceu nada de especial, e agora muito menos :/
    Beijinhos,
    An Aesthetic Alien | Instagram | Facebook
    Há giveaway a decorrer no blog :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também ouvi falar muito, uma pena que não gostei :/
      Beijos <3

      Excluir
  2. oi tudo bem?

    Que pena, que você não tenha gostado do primeiro volume. Eu não gostei foi do mês de fevereiro. Boa parte da sua resenha eu concordo. Mas acho que a autora não infiltrou a vida pessoal de mia, por que ela cita algumas vezes , que não pode se apegar a nenhum cliente. Eu já li até o mês de março. E a autora começa a citar no 3° a vida pessoal dela, não muito, mas cita. Adorei a sua crítica. beijos

    Taynara Mello | Indicar Livros
    www.indicarlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por isso que eu penso em continuar, pra ver realmente no que vai dar tudo aquilo! Beijão!

      Excluir
  3. Acho que depois de uma determinada quantidade de livros do gênero que a gente lê, a gente repara nas semelhanças e nem se incomoda mais. Eu só peguei A garota do calendário pra ler por curiosidade também, devido aos milhões de elogios, e até que me surpreendi. Não achei que é tudo o que falam, mas também não foi o pior. Você não curtiu o excesso de desejo carnal do casal, mas pode ter certeza que existem livros bem piores hahaha. Esse pelo menos a autora foi direta, sem grandes enrolações.
    Cretino Irresistível eu também peguei pra ler com expectativas e me decepcionei, mas por conta do casal e das atitudes dele. Sei lá, acho que tem livro que simplesmente não cria química com a gente né? :(

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não foi exatamente o desejo carnal, nisso está tudo bem até porque o gênero é erótico. Só que senti falta de informações que me fazem conhecer mais os personagens sabe?

      Excluir
  4. Oii! Adorei a sua resenha, me fez repensar se realmente quero comprar este livro. É que tem taaantos comentários sobre ele por aí, que é praticamente impossível não ficar curiosa né? Haha
    Enfim, estou seguindo seu blog! Amei tudo por aqui <3

    Beijos
    Blog Mente Viajante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, já vi outros comentários assim por aí haha
      Obrigada Lya!! Um beijão <3

      Excluir
  5. Adorei a sua resenha! Eu não gosto muito de livros desse tipo.. Enfim, vim dizer que estou seguindo seu blog e já tô viciadaaaaaaaa! Amei! Um bjo, Blog Marinspira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto de qualquer tipo contanto que tenha um romancezinho haha mas esse realmente não me agradou muito. Aii que linda! Muito obrigada!! Beijo enorme <3

      Excluir
  6. Respostas
    1. hahahah mas dá uma chance pra outro que tenha muita crítica positiva, esse tipo de livro também é bem legal, viu? Um beijo!

      Excluir
  7. Já li resenhas desse livro e todas assim, com tantas resenhas falando negativamente nem da vontade de ler.
    Beijoos. ❤
    www.amordeluaazul.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E mesmo assim vale a pena botar a cara no sol e ler pra tirar sua própria conclusão haha. Cada um tem seu gosto!
      Beijo!!

      Excluir
  8. A sua resenha foi uma das poucas negativas que li sobre esse livro.
    Eu curto muito o gênero, mas teve algo nesse livro que não me cativou.
    Mirmã, dê mais uma chance ao Cretino Irresistível. É uma série bem engraçada e consegue dosar as cenas de sexo.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção 5 Anos de Além da Contracapa
    Participe do sorteio Halloween Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando a gente não sente um coiso pelo livro nem vale muito a pena pra gente. Hahaha vou dar sim! Esse muita gente fala bem e confesso que eu estava bem mal humorada na época que eu li. Beijos!

      Excluir
  9. Olá, tudo bom?
    A sua resenha foi a única negativa que vi desse livro, eu particularmente não gosto desse gênero pois acho eles todos muitos clichés.

    Sessão Proibida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, são beeeem clichês... mas clichê as vezes é bem legal :)

      Excluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!