2

After
Anna Todd

3

O Visconde Que Me Amava
Julia Quinn

4

Novembro, 9
Colleen Hoover

5

Meu Deus, Mas Que Cidade Linda
Rodolfo Melo

1

Olhos Vendados
Faye Kellerman

Se enlouquecer não se apaixone (It's kind of a funny story)

24 abril 2016



              Antes de qualquer coisa quero destacar que estou um pouco afastada do blog esses dias por causa da semana de provas e de uns problemas médicos que tomaram o meu tempo. E e exatamente por isso que venho aqui trazendo uma dica de filme.
Sei que o último post foi uma review do filme Voando Alto e é por isso que decidi não fazer uma review do filme que falarei a seguir. Eu literalmente acabei de assistir esse filme e eu juro que cliquei sem querer nele no Netflix apenas porque está na home page do site. Deu que pode sim ter sido o destino que tenha me feito clicar nele sem querer e ter lido a sinopse. O fato é: eu simplesmente fechei o Netflix depois de ter assistido e abri o notebook para escrever esse post. Não sei vocês mas eu particularmente me sinto sobrecarregada ás vezes. De problemas? Na maioria das vezes não. É algo que não sei explicar e que me deixa totalmente desolada de uma hora pra outra e depressiva sem motivos maiores. O filme que venho indicar é Se enlouquecer não se apaixone e apesar de um título bem cara de comédia romântica, ele passa bem longe disso.

O filme conta em maneira extremamente divertida a história de Craig que tenta mostrar o que se passa em sua mente conturbada. Em várias partes do filme parece que viajamos por dentro do que o Craig acha ser liberdade em sua visão. Vários prédios e uma possibilidade de vencer no mundo. Craig é um menino normal de 16 anos que vive sua vida totalmente simples e bem parecida com a nossa. Ele tem uma família unida por mais que seu pai só pense em trabalhar. Na verdade seu pai também pensa no futuro de Craig. Quer que ele seja aceito em um curso de verão para que isso entre em seu histórico escolar e o faça ser admitido em uma faculdade renomada em Nova York. Craig entra em colapso quando percebe que está cheio de ansiedade por algo que nem sabe o que é, como se ele estivesse cheio de tudo que estava acontecendo e pensa em suicídio. Não por querer morrer e não ter que viver mais sua vida. Muito pelo contrário. É como se ele pensasse que viver seria um privilégio de poucos aqueles que saibam o que fazer da sua vida e ter sucesso como ele sempre foi ensinado desde pequeno. Ir pra escola, terminar a escola, arrumar uma namorada que logo viraria sua esposa, entrar para uma universidade e de lá sair pronto para o mercado de trabalho e ficar rico com uma grande casa e uma boa estrutura para seus filhos. Mas como ele conseguiria isso se a única coisa em sua mente é o suicídio? Craig se culpa por cogitar a ideia de se suicidar e resolve ele mesmo se internar em uma clínica psiquiatrica. Com 16 anos. Lá ele acaba conhecendo pessoas que passam por problemas reais que os impossibilitam de viver o mundo lá fora. O mundo que Craig não sabia viver. Entre vários pacientes com diversos problemas, ele faz talvez suas verdadeiras amizades e conhece Nielle, uma menina que sofre com problemas de alto mutilação e Craig aos poucos vai percebendo que ele não estava vivendo sua vida para agradar ele mesmo e sim quem estava ao seu redor e se ele continuasse assim ele nunca se sentiria satisfeito com nada.

        

Eu amei a mensagem do filme e a maneira que ele entra em contato com o que nós pensamos do tipo "é isso mesmo tenho que fazer nessa vida?". Eu indico a todas vocês que tirem um tempinho do seu dia e assistam esse filme porque vale a pena. Me fez pensar que realmente, o que passa na nossa cabeça não é tão louco quanto pensamos.
  1. Eu vi esse filme no catálogo do netflix e estou esperando pintar um tempinho para assisti-lo e ler sua resenha me deixou ainda mais curiosa.

    Beijos, Érica
    www.demasiadaspalavras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena demais assistir esse filme! Ele nos ensina tanta coisa que você nem acredita pela sinopse haha! Um beijão, Érica!

      Excluir

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!