Facebook

15 março 2016

Sonhos que nunca deixarei de sonhar


           

                       Um dia achei que eu cresceria o suficiente pra ser o que sempre sonhei. Eu seria uma bailarina, já que eu amo dançar, com aqueles vestidos rosas e um coque cheio de gel. Eu dançaria e faria as pessoas se admirarem com minha elasticidade.
Outro dia simplesmente vi que ser bailarina não era pra mim. Eu seria uma professora, já que amo ajudar e ensinar as pessoas. E não aquelas chatas e duronas. Eu seria aquela que os alunos contavam os dias para as aulas chegarem. Eu levaria cadernos e provas para corrigir em casa. Logo desisti, pois também não era pra mim. Finalmente parei de ilusão e resolvi. A solução tinha que ser outra. Eu seria uma médica, já que amo fazer com que as pessoas fiquem bem. Eu trataria as crianças para que ficassem felizes e com saúde. Daria um pirulito redondo e delicioso a cada uma delas. Mas pensando bem, que médica seria eu se nunca gostei de ir ao médico? Não, não. É claro que era isso! Eu seria uma arquiteta, já que amo decoração! Planejaria casas do jeito que casais sempre sonham. Uma grande cozinha, uma sala bem humorada com plantas e móveis claros. Eu decoraria tudo do meu jeito e desenharia tudo com clareza. Mas desde quando eu sei desenhar alguma coisa além de coqueiros? Tsc. É isso! Como nunca tinha pensado? Eu seria uma diplomata, já que amo falar em inglês! Eu faria... o que isso faz mesmo? Ih, isso também não! Hm, eu seria uma jornalista, já que amo escrever. Chegaria no horário na empresa e sentaria na minha mesa com alguns horários e matérias a serem cumpridas. Pegaria uma xícara de café e abriria meu notebook já começando a escrever sobre o tema. Escreveria e traduziria matérias em outra língua e até quem sabe faria entrevistas. É. Quem sabe? Eu já sonhei com muita coisa. Continuo sonhando e nunca sei quando parar, acho que nem vou parar pra falar a verdade. Várias pessoas já me disseram que se eu continuasse assim eu iria voar. Mas quer saber? Que eu voe e sem saber onde parar. Que eu faça o que eu gostei e que isso seja meu sonho. Que eu continue escrevendo e que isso me faça bem mas também faça o mesmo as outras pessoas. Até que um dia eu finalmente vou poder sair por aí realizando o maior sonho de todos. Aquele mesmo. Aquele que todo mundo duvida. Mas nem eu nem você somos todo mundo. Só basta escolher qual o sonho que você vai lutar. Agora lute de verdade. Seja uma bailarina, uma professora, uma médica, uma arquiteta, uma diplomata ou uma jornalista se você quiser. O meu maior sonho, vai além do que eu mesma possa imaginar que vá acontecer. E é por isso mesmo que continuo a acreditar nele. Serei de tudo um pouco, morarei uma casa simples porém arrumadinha, meus filhos me darão um beijo antes de ir para escola e dirão "até mais tarde, mommy".

Nenhum comentário:

Comente ~

❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!