5

Meu Nome é Albert!
Ronaldo Viana S.

1

Duff
Kody Keplinger

2

Quando a Noite Cai
Carina Rissi

3

Lola e o Garoto da Casa ao Lado
Stephanie Perkins

4

(Im)Perfeição
Helena Souza

REVIEW: The DUFF e o bullying

23 março 2016


The DUFF (D.U.F.F - Você conhece, tem ou é)

Classificação: 12 anos
Sinopse oficial:
A jovem Bianca descobre um dia que foi escolhida pelas amigas de colégio como uma DUFF (Designated Ugly Fat Friend), ou seja uma amiga feia para que elas se pareçam ainda mais bonitas em comparação. Revoltada, Bianca pede a um atleta popular da escola para ajudá-la a melhorar o seu visual.



E aí  pessoas! Venho aqui com mais uma resenha pra vocês. Dessa vez é de um filme que assisti semana passada quando estava sem nada pra fazer e aí não esperava que ele entraria pros meus favoritos tão rápido. O nome é The DUFF e sua temática central é o bullying e bem contextualizado junto com uma narrativa de ensino médio americano. Sabe aqueles filmes em que na escola tem os "fracassados", as patricinhas, os jogadores de baseball, os nerds que se candidatam ao grêmio, preparativos para o baile? Então, esse é exatamente assim também. O que diferencia dos outros é a comédia e aquele toque de realidade americana.

A história se baseia na vida de Bianca Piper, uma menina simples que vive uma vida relativamente normal na escola com suas duas melhores amigas Jess, loira e famosa na escola, e Casey, uma menina meio revoltada com a vida e meio nem aí para padrões. Bianca é vizinha e amiga de infância do cara mais famoso do colégio Wes, que é a estrela do time de futebol e namora a patricinha odiada por ela Madison (que é a Bella Thorne de No Ritmo do Disney Channel!). Tudo estava normal até Wes contar a Bianca que ela era a DUFF de seu grupo de amigas e ela fica obcecada em descobrir o que era ser um DUFF. Ela encontra a definição online: Designated Ugly Fat Friend. Que é basicamente aquela amiga menos atraente que anda com as meninas mais bonitas e acaba fazendo com que elas se tornem ainda mais bonitas. Bianca enlouquece ao perceber que sim, ela era uma DUFF e começa a identificar quem é a DUFF de cada grupo de amigos da escola chegando a conclusão de que sempre vai existir uma DUFF. Ela logo pede ajuda a Wes para torná-la uma menina independente perto de suas amigas e finalmente conquistar o crush mas várias coisas acontecem nesse meio tempo (fotos comprometedoras) que podem destruir sua reputação no colégio que retomam a ideia do cyberbullying.
            

Eu particularmente amei o filme pelo fato de que é bem óbvio que existe sim essa separação de panelinhas nos colégios. Nem tanto no Brasil mas é bem frequente em filmes americanos e claro que é bem real lá pra eles. Sempre terão aquele rótulo seja mal ou ruim. Confesso que ri muito assistindo o filme e minha parte favorita foi uma que a Bianca resolve responder um teste pra saber se é uma DUFF. A parte mais engraçada disso tudo é que sim, eu sou uma DUFF também! E isso não deve ser motivo de chacota. Tenho duas amigas que andam comigo na escola pra todo lugar e eu sou a menos "influente" do grupo e sim sou a DUFF que faz com que elas fiquem ainda mais bonitas (risos). Mas e daí? O filme mostra justamente isso já que Bianca fica com tanta raiva das amigas que corta relações com elas por não terem dito que a Bianca era DUFF delas, sabe? E é bem óbvio em todo o filme que as amigas ficam separadas e nada é do mesmo jeito. As pessoas começam até a estranhar, não é verdade? O filme mostra justamente isso, não precisamos viver de rótulos, somos todas importantes para nossos amigos e sem isso de DUFF!


❤ Proibido usar palavras de baixo calão
❤ Não há moderação de comentários
❤ Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo e segui-lo no Google Friends Connect!